Polvo

Frutos do mar irresistíveis no novo Bar dos Passarinhos

6 abril, 2017 às 17:27  |  por Luigi Poniwass

Saudações, meus queridos companheiros de garimpo! Fiquei uns dias sem achar nada, mas eis que esta semana, graças a uma dica preciosa de um amigo, o cantor Zé Rodrigo, eu fui apresentado à nova encarnação do Bar dos Passarinhos, na Rua Desembargador Ermelino de Leão, 511, no São Francisco. O Zé Rodrigo captou o espírito do blog e me avisou, e foi uma experiência indescritível.

Dolabella

O chef Marco Dolabella e sua vitrine de frutos do mar frescos. (Foto: Luigi Poniwass)

O antigo Bar dos Passarinhos era um tradicional (e premiado) boteco situado na Alameda Princesa Izabel, quase em frente à Paróquia Nossa Senhora das Dores, a Igreja dos Passarinhos - daí o nome do empreendimento capitaneado pelo condecorado chef Marco Dolabella. Era o lugar certo para os amantes de petiscos à base de frutos do mar, como a famosa lula flambada ao shimeji - eleita o melhor petisco no concurso Veja Melhores da Cidade em 2004. Só que, no fim de 2013, Dolabella fechou as portas do empreendimento.

O novo Bar dos Passarinhos: tesouro escondido. (Foto: Luigi Poniwass)

O novo Bar dos Passarinhos: tesouro escondido. (Foto: Luigi Poniwass)

Porém, em agosto do ano passado, depois de se associar ao mineiro Alcimar Ribeiro (ex-cliente do Bar dos Passarinhos, amante da boa gastronomia e diretor da LATAM Viagens), Marco Dolabella reabriu o Bar dos Passarinhos. Só que agora ele é um dos tesouros escondidos de Curitiba. Quem passa pelo início da Rua Desembargador Ermelino de Leão, na altura do número 511 – já quase chegando ao Largo da Ordem -, só vê a fachada da sede da LATAM Viagens. Não há nenhuma placa na entrada. Para chegar ao bar, é preciso entrar no terreno – que dispõe de estacionamento para menos de dez carros.

Porção mista de camarão crocante com patola de caranguejo. Nham! (Foto: Luigi Poniwass)

Porção mista de camarão crocante com patola de caranguejo. Nham! (Foto: Luigi Poniwass)

O novo Bar dos Passarinhos funciona numa espécie de edícula montada nos fundos, tem um pequeno salão interno e outro externo. A capacidade é para cerca de 50 pessoas sentadas. É lá, com os insumos trazidos de diversos fornecedores Brasil afora, que Marco Dolabella prepara seus deliciosos petiscos e pratos – todos feitos com frutos do mar. Eu tive o privilégio de experimentar os camarões crocantes (R$ 64 a porção, ou R$ 115 para duas pessoas), patolas de caranguejo (o mesmo valor), o peixe ao molho de alho poró (idem) e o magnífico polvo à espanhola (que também custa R$ 64). Mas o enxuto cardápio tem ainda camarão pistola, filé de peixe, casquinha de siri, a especialidade lula ao shimeji (que infelizmente estava em falta), mexilhão e lagosta cavaquinha. Para quem gosta de frutos do mar feitos na sua frente por uma autoridade no assunto, é um prato cheio!

O bar funciona de segunda a sexta, das 18 às 23 horas, e aos sábados no almoço, do meio-dia às 17 horas.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>