Arquivos da categoria: Coragem

AAEAAQAAAAAAAAgCAAAAJGFmOTBkYjM3LTdkOGUtNDNmOC1hYTQwLTkyODJjMjZiYTg5Ng

3 dicas rápidas para você se sair bem em uma apresentação

3 agosto, 2017 às 15:01  |  por Escola Conquer

No artigo “Porque temos medo de falar em público e como podemos superá-lo” descobrimos que o medo que sentimos em frente ao público é causado principalmente pela adrenalina, substância que, devido ao excesso presente no organismo nesses momentos, atrapalha nosso desempenho em uma apresentação.

Então, aqui vão três dicas rápidas para minimizar os efeitos da adrenalina durante uma apresentação:

1. Concentre-se no que os atores chamam de “batida fora do palco”

Quando grandes atores estão se preparando para entrar no palco, eles passam alguns minutos descobrindo de onde veio o personagem que eles estão interpretando. Eles vieram de uma reunião, uma briga, uma balada? O que quer que eles fizessem, eles tinham uma atitude em relação a isso, e eles levam essa atitude no palco com eles – essa é a batida fora do palco.

Ninguém vem do nada. Então você precisa de alguma atitude. É o seu momento de fazer uma apresentação. Lembre-se de como você chegou até ali. As pessoas querem te ouvir por uma razão. It’s show time.

2. Respire profundamente com a “barriga”.

Um dos efeitos da adrenalina é nos levar a ter pequenos suspiros de ar. Por causa do loop de feedback que nossos corpos nos fornecem, quando você se sente respirando superficialmente, você fica ainda mais agitado. Então, em vez disso, respire profundamente por sua barriga, expandindo-a enquanto você puxa o ar.

Não mova seus ombros para cima como a maioria faz quando respira; isso realmente faz seus pulmões ficarem menores. Em vez disso, expanda sua barriga e puxe o ar para o estômago. É contra seus instintos, então é preciso um pouco de prática. Mas funciona. Uma vez que você tenha uma barriga cheia de ar, tencione seus músculos abdominais para segurar o ar e solta-lo lentamente pelo nariz e boca. Com a prática, você poderá puxar bastante ar para falar por 45 segundos em uma respiração.

Essas respirações lentas e profundas desencadeiam uma resposta de relaxamento, diminuem sua frequência cardíaca e fazem você se sentir melhor.

3. Saia para caminhar ou ache outro exercício tranquilo.

Você terá que fazer isso uma ou duas horas antes do discurso, ou na manhã do discurso. Mas não exagere. Você não quer que isso desgaste você – ou faça você perder o horário.

A adrenalina é sua amiga; isso faz com que seu corpo e seu cérebro funcionem melhor. Então, primeiro, acostume-se e, em seguida, tenha certeza de que você sempre teve uma pequena adrenalina em momentos importantes para o impulso que te levará a sua melhor performance.

Confira o nosso curso de Oratória que se inicia dia 07/08 em Curitiba e São Paulo. Nele você irá perder definitivamente o medo de falar em público e irá aprender a fazer apresentações memoráveis, tudo com muita prática. Clique aqui e saiba mais.

.

Sobre a Escola Conquer: Desenvolvida no Vale do Silício, a Conquer ensina habilidades que as instituições tradicionais não ensinam, mas que são fundamentais para todos que querem performar em alto nível e chegar mais longe. www.EscolaConquer.com.br
certo

Como desenvovler autoconfiança para falar em público

27 julho, 2017 às 15:02  |  por Escola Conquer

A autoconfiança é o estado de sentir-se corajoso, seguro, como se naturalmente fôssemos capazes de superar qualquer desafio.

Isso quer dizer que a autoconfiança está diretamente atrelada a nossas realizações – pessoais e profissionais.

Esse sentimento é tão contagiante que nos estimula positivamente em vários momentos, inclusive, no momento de falar em público, pois faz com que o sentimento de medo e insegurança sejam substituídos por uma sensação fantástica de empoderamento!

 

Deixe-me explicar melhor:

 

Quando você se sente autoconfiante transmite isso através da comunicação não verbal: postura corporal e tom de voz seguros, gestos firmes e expressão facial autêntica. Ou seja, naturalmente você se tornar um comunicador melhor.

Tanto é verdade, que estudos comprovam que esta característica possui influência direta no nosso desempenho profissional.

No livro “O Poder da Presença”, a psicóloga Amy Cuddy, pesquisadora e professora da Harvard Business School, mostra que o entusiasmo com autoconfiança é um indicador muito útil de sucesso.

Amy cita que em estudos feitos com empresários, a qualidade da autoconfiança indica garra, disposição para trabalhar duro, iniciativa, persistência em face de obstáculos, atividade mental aprimorada, criatividade e capacidade de identificar boas oportunidades e ideias inovadoras.

 

Porém,

 

o contrário também é verdadeiro. Uma pessoa com um baixo índice de autoconfiança tende a se sentir muito mais ansiosa durante situações de estresse ou em ambientes de pressão, o que atrapalha o seu desempenho.

Momentos como o de falar em público são campeões em provocar medo e prejudicar a autoconfiança de quem está na frente do público.

 

medo

 

Em situações como essa, há o aumento do nível de adrenalina e cortisol (hormônios ligados ao estresse). Por esse motivo é que, antes de entrarmos no palco, ficamos com o batimento cardíaco acelerado, os nossos músculos se contraem e a voz soa trêmula. Ficamos em um estado completamente de alerta.

Parece bobagem? Mas não é!

Por isso, é fundamental desenvolver a autoconfiança para performar melhor nesses momentos.

Você não irá somente projetar um estado mental positivo, mas também será capaz de conquistar o palco e o seu público – e diversas outras coisas, tanto pessoal quanto profissionalmente.

 

Ter autoconfiança permite que você, corajosamente, atinja as suas metas e os seus sonhos. Este estado fará com que o que parecia impossível se torne possível e real. Por isso, prepara-se para se tornar um comunicador autoconfiante.

Todos, principalmente você, sairão ganhando.

Se você deseja se comunicar melhor e desenvolver sua autoconfiança para conquistar objetivos pessoais e profissionais, inscreva-se para o curso de Oratória da Conquer - disponível em Curitiba e São Paulo. Clique aqui para saber mais.

 

DICA PRÁTICA

Existem maneiras diferentes de aumentar a autoconfiança para falar em público e aqui vai algumas delas:

1. Autoconhecimento: Conheça os seus pontos fracos, mas principalmente saiba quais são os seus pontos fortes e foque neles!

2. Positividade: A famosa “psicologia positiva” cai como luva. A autoconfiança tem tudo a ver com um pensamento positivo. Focar em afirmações e frases de incentivo a si mesmo, ao nos motivar, nos tornamos capazes de resultados incríveis.

3. Apresentação Pessoal: Cuide do seu visual. Lembre-se que a comunicação não está apenas no que falamos, mas também na imagem que passamos.

4. Linguagem Corporal: A nossa postura modela o nosso comportamento. Ao se apresentar em público mantenha uma posturacorporal com confiança (imponente), procure sorrir e demonstrar naturalidade, busque um tom de voz e ritmo adequados.

 

Obama

 

 

 

Texto escrito por Marina Doliveira, advogada e professora de Oratória na Escola Conquer. 
Sobre a Escola Conquer: Desenvolvida no Vale do Silício, a Conquer ensina habilidades que as instituições tradicionais não ensinam, mas que são fundamentais para todos que querem performar em alto nível e chegar mais longe. www.EscolaConquer.com.br

O mundo é de quem tem Coragem

6 março, 2017 às 21:18  |  por Escola Conquer

skydiving

“É possível ter coragem mesmo quando estamos com medo?”

“Este é o único momento em que se pode ter coragem”

George R. R. Martin, As Crônicas de Fogo e Gelo

Desde muito cedo imaginamos que coragem é ausência de medo.

Super-heróis – da vida real, como nossos pais, ou do mundo fantástico – são, quase sempre, vistos por nós como corajosos e valentes.

Eles parecem incrivelmente destemidos, sem medos.

O que muitas vezes não vemos é que, por trás de cada ato de coragem, existe sempre uma carga de insegurança. Que, como no trecho do livro citado no início deste artigo, é somente diante do medo que temos a chance de realizar um feito de coragem. Caso contrário é vida normal, cotidiano – e cotidiano não exige coragem.

routine

Não precisamos de coragem para continuar dormindo num domingo de chuva. Não precisamos de coragem para acordar e fazer exatamente as mesmas coisas todos os dias. Não precisamos de coragem para andar pelo caminho seguro e conhecido.

Precisamos, porém, de coragem para convidar aquela pessoa para sair pela primeira vez. Precisamos de coragem para pedir um aumento de salário. Para questionar o chefe e expor nossas ideias. Para sair do emprego e empreender. Para ir atrás dos nossos sonhos e fazer acontecer.

E por que precisamos de coragem para isso? Pois não temos total controle sobre os resultados dessas ações. O novo negócio pode dar certo – ou não. O chefe pode reagir bem ao seu pedido – ou não. Aquela pessoa pode aceitar o seu convite – ou não. E é dessas incertezas quanto as consequências de nossas ações que nasce o medo – uma emoção que, como todas as outras, não escolhemos, apenas sentimos.

courage

Coragem não é não sentir medo. Coragem é a decisão de agir apesar dele. É dar o primeiro passo – com frio na barriga mesmo – e continuar seguindo firme rumo a algo que você acredita.

Não importa qual é sua área de atuação ou como é sua personalidade: no mundo em que vivemos hoje, repleto de mudanças  ocorrendo a todo o momento, coragem é, definitivamente, um fator fundamental para quem quer ir além.

Sobre a Escola Conquer: Desenvolvida no Vale do Silício, a Conquer ensina habilidades que as instituições tradicionais não ensinam, mas que são fundamentais para todos que querem performar em alto nível e chegar mais longe. www.EscolaConquer.com.br