Enfim, o Paraná Clube voltou.

20 novembro, 2017 às 09:19  |  por Capitão Hidalgo

NO trilar do apito, em Maceió, com resultados conhecidos dos adversários, Oeste e Londrina, e o Paraná Clube vencendo o CRB  por (1 x 0 ), caiu a ficha para os apaixonados torcedores do Tricolor da Vila, que após 10 anos de sofrimento via voltar seu time à Elite do Futebol Brasileiro. O que era um sonho virou realidade, sobretudo, por tudo que viveram dezenas de jogadores, comissões técnicas e dirigentes que passaram ao longo dessa vida pela agremiação. Parecia que esse poderia ser o ano, não só por achar, mas resultados que atual diretoria, jogadores, pavimentaram com excelentes participações tanto no Regional, Primeira Liga e Copa do Brasil. Resultados que foram se somando a personalidade da equipe em campo, lembrando das boas vitórias em cima de times como Internacional, Galo Mineiro,Bahia, Vitória, enfim, muitos deles.

Quanto a torcida ela soube entender os percalços da própria realidade, afinal, via à agremiação trabalhar com parcos recursos financeiros, e com isso somado as contas atrasadas de anos, destacando, principalmente, problemas trabalhistas e administrativas. Agora, voltando à 1ª Divisão Brasileira, outros valores serão recompensados. Agora, é só saber trabalhar, em especial com os pés no chão. Acredito que essas figuras relevantes do clube, onde destaco o arrojo do conselheiro, Carlos Werner, saberão como manejar o próximo ano. Essa vitória paranista foi uma obstinação sem precedentes.

Tivesse mais juízo os homens da comissão técnica do Atlético Paranaense, diria que com o atual elenco poderia estar com alguma antecedência à uma vaga na Libertadores de América. Contudo, as imposições dentro do clube contra os torcedores criaram, sim, uma intolerância geral. Ontem, uma vitória segura contra o Vasco da Gama ( 3 x 1 ), e mesmo assim, um público presente de 9 mil torcedores.

Uma derrota ao natural, do Coritiba, ontem,  contra o Galo Mineiro ( 3 x 0 )  sem nenhuma contestação, afinal, a diferença foi gigantesca em campo pela maior qualidade do time mineiro, deixou, sim,  a torcida ressabiada quanto a maneira de jogar da equipe e as falhas havidas no 1º tempo, onde o placar foi construído. Agora, a pegada terá que ser intensa contra o Tricolor do Morumbi, que já se safou da Zona do Rebaixamento.

Gostaria de me solidarizar com o goleiro, Wilson, que ontem, teve uma tarde/noite desastrosa. Diria,  faz parte do roteiro das boas e más jornadas. De repente esse profissional teve em um jogo tudo contra, até tomando gol de placa do meia, Otero, que chutou uma bola da intermediária. Anteriormente, já havia saído mal da meta. Enfim, espero que a torcida venha entender e se aproxime na dor desse profissional e faça uma saudação louvável para o compromisso contra o São Paulo.

Lembre-se que:  O melhor da vida é sua história.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>