Arquivo mensais:abril 2012

Neymar o nome do jogo.

29 abril, 2012 às 23:44  |  por Capitão Hidalgo

Foi impressionante como o jogador Neymar conseguiu ‘destruir” a defesa sãopaulina no jogo, ontem, sintetizando a maneira mais sensata de  comentar uma partida de futebol. Esse jogo contra o São Paulo, em pleno Morumbi, foi a prova correta da diferença de qualidade individual que um jogador de futebol pode apresentar. Com apenas 20 anos, Neymar, vai conquistando a cada dia o espaço no coração do torcedor brasileiro, pois está ali o que se pode dizer, o exemplo do verdadeiro conceito e maneira prática de se jogar futebol. Não há mais dúvida que em campo sempre fará a diferença contra seus adversários, afinal, exercendo essa condição inata é esperar que nunca venha ter uma contusão. Simplesmente fez os 3 gols da vitória santista contra o Tricolor do Morumbi. Querem mais? Bem, é só esperar pelo próximo compromisso.

Nos jogos tradicionais em suas praças esportivas, diria os clássicos, se deram bem com os resultados as equipes do Internacional, Botafogo, Goiás, Guarani, Santos, Bahia e Vitória. Como esta semana o calendário marca rodada para a Copa do Brasil, será no próximo final de semna é que teremos as primeiras partidas das decisões. Aqui o mais comentado será o ATLETIBA.

Falando em Copa do Brasil, o Atlético recepcionará o Cruzeiro, time este que perdeu ontem para o América de Minas, ficando fora da competição estadual nas Minas Gerais. O galo Mineiro que venceu o time do Tupi tem tudo para levar o caneco. Em se tratando de Libertadores de América, o Santos terá a chance de ganhar do Bolivar, pois, foi muito prejudicado pela indisciplina que tomou conta dos jogadores e dos torcedores. A gana é grande na retribuição.

Nesta última rodada do paranaense, não teve nem graça, pois, mesmo jogando com times reservas, a dupla ATLETIBA ganhou e bem do Paranavaí e Roma de Apucarana. Na verdade este campeonato estadual paranaense foi um dos piores, técnicamente dizendo, trazendo muitos prejuízos aos clubes com a consequência de que o Irati, debilitado financeiramente está saindo do cenário, o Roma sem nenhuma graça neste certame e o Corinthians Paranaense que mudará novamente de nome. Virá o fabuloso time do Jotinha. É mole! 

Com aquela simplicidade de um entusiasta do futebol, notei a alegria do técnico Osvaldo Alvarez, o popular Vadão, em chegar a mais uma  final de campeonato. Anteriormente, desclassificando a equipe do Palmeiras, foi a frente no certame tendo pela frente no clássico da cidade de Campinas, a Ponte Preta, vencendo por 3 x 1. Agora que venha o Santos.

Seja Feliz. 

 

Considerações ao Dr. Youseff.

28 abril, 2012 às 11:38  |  por Capitão Hidalgo

Um assunto que passou despercebido para muitos, e que agora veio a público, diz quanto a saida do brilhante Dr. William Youseff, do Departamento Médico do Coritiba. Como posso falar de cadeira, tendo a oportunidade de conhecê-lo quando estive  Coordenador de Futebol do Verdão, em 2006, sempre o considerei e respeitei por sua qualidade de médico ortopedista e pessoa de clareza de fatos . Por outro lado, sempre soube que Youseff   nunca teve uma boa sintonia com o Chefe do Departamento, Dr. Lúcio Erlund. Seria por antipatia? Diria não por ele, é bom que se diga, mas desgastá-lo a ponto de o colocarem para atendimento no Departamento de Base do Clube,  depois de alguns anos cansou sua beleza.

Motivos, sim, podem ter acontecidos, mas um com certeza é que o Dr. William Youseff , o preferido do Dr. Runco,  homem de estreita confiança da CBF no Departamento Médico Geral de Seleções, sempre o escalava para  prestar serviços nos diversos compromissos internacionais. Recordo, em muitas ocasiões, a seu pedido o liberava para desempenhar suas funções à CBF, pois, entendia que tanto para ele profissional como para o clube, as coisas se encaixavam pela aproximação à entidade.  Sem nunca ser político, muito mais polido, viu chegar  sua hora em deixar o clube depois de 11 anos emprestando seus serviços. Agora, convenhamos, alguma coisa  o aborreceu, não é verdade Felipe Ximenes.

Nesta última rodada do Campeonato Paranaense,  as comissões técnicas do Coritiba e Atlético, farão um aproveitamento de  jogadores que não participaram ativamente como titulares . Servirá, sim, a um descanso geral na busca de recuperarem suas forças para a disputa final do certame estadual, já que a cabeça estará nesta semana muito mais  voltada para a Copa do Brasil. O próprio Atlético receberá o Cruzeiro, como 1ª partida, assim como Paraná Clube indo a paulicéia para cumprir seu jogo contra o Palmeiras. Da mesma maneira o Coritiba, que venceu bem seu compromisso contra o Paysandu, írá a Belém confirmar sua chegada às 4ª de final deste torneio.

Volta ao cenário da polêmica o Presidente do Furacão, Mário Celso Petráglia, a postar em seu twitter com aquele tom enérgico, que espera da CBF a orientação de onde seu time jogará no Campeonato Brasileiro/B,  além é claro, do valor a ser estabelecido para o empréstimo .  Pelo visto, Petráglia, tem a nítida certeza que esta bomba a entidade maior é que resolverá. Será?

E os estádios brasileiros que sediarão a Copa das Confederações?  Boa pergunta, voces não acham!  Dentro de 1 ano teremos esta competição e pelo jeito todos estão a meia bomba.  A verdade é que a dúvida do povo brasileiro persiste. Enquanto isso, no lado esportivo,  teremos nos próximos compromissos, mesmo que amistosos, uma pressão enorme quanto a sequência  dos trabalhos do atual técnico Mano Menezes. Incrível, que é tanta, que precisará de bons resultados para se manter tranquilidade. Não sei como, pois, já estão escalando o Pep Guardiola. É mole. 

Seja Feliz.

Coritiba adianta o serviço.

27 abril, 2012 às 07:43  |  por Capitão Hidalgo

O time do Coritiba levou a risca seu mando de jogo ao vencer o Paysandu que chegou bastante motivado a nossa cidade. A vitória de 4×1 em cima do Papão da Curuçu dará ampla tranquilidade para o jogo de retorno que acontecerá em breve na cidade de Belém. O alviverde já vencia no 1º tempo do jogo por 3×0 e só após tomar um gol, numa reação natural do time adversário, acabou fechando o resultado. Quem chamou atenção foi um garoto, Rafael Santos, que saíu da base, em poucos minutos conseguiu em velocidade dois penaltis a favor, sendo um desperdiçado(Roberto) e outro convertido pelo Theco. Com este resultado o Coritiba adianta uma situação favorável para chegar às 4ª de final desta Copa do Brasil.

Depois de muitos anos a notícia da saída do excelente locutor esportivo, José Carlos Araújo, da Rádio Globo do Rio de Janeiro. Descrevendo um pouco de sua carreira, aproveito esta oportunidade até por que estive próximo em anos passados, a verdade é que o “Garotinho”, a uns 4 anos atrás poderia ter ido a Transamérica. Por outro lado, sem perda de tempo, a direção da Globo tira da Rádio Tupi outro grande personagem da locução esportiva, Luis Penido. Tanto um como o outro, que estiveram praticando na escola do mestre, Waldir Amaral, vão sacudir suas qualidades num enfrentamento de novos entusiasmos. 

Descrevendo um pouco mais desta história, foi em 1977  em Cali na Colombia, por coincidência fiquei instalado no mesmo hotel ,  iniciei uma boa convivência com a equipe da Rádio Nacional, que agregava uma equipe de esportes espetacular, contando com José Carlos, Luis Mendes, Deni Menezes e Washington Rodrigues. A partir da Copa da Argentina (78)  foi então que o “Garotinho” retornou a Rádio Globo permanecendo até os dias de hoje. Luis Penido, que agora volta, também participou por algum tempo na emissora global, retornando depois de 14 anos de Rádio Tupi. Podem ter certeza que o barulho vai ser grande.

Acontece que vem por aí uma emissora que se destacará com uma programação somente esportiva. Será a  Rádio Bradesco Esportes. Como já havia uma acordo com o Grupo Bandeirantes de Comunicação, em São Paulo, esta abrangência também terá um ponto forte na praça Rio de Janeiro. Preparem-se que grandes nomes serão contratados. O que se sabe é que José Carlos Araújo levará consigo o eclético Gilson Ricardo e o comentarista Gerson Oliveira, o canhotinha de ouro.

Que situação vive o time de maior torcida do Brasil, Flamengo, desclassificado dos campeonatos, Estadual e Libertadores, terá agora que ficar parado nos próximos 20 dias sem calendário para jogar. O incrível que é a agremiação que mais fatura é a que mais deve. A troca de treinadores. Com a saída do Luxemburgo e  chegada do Joel Santana, foi na verdade um tiro no pé. 

Seja Feliz.

Não desanimar. Bola para frente.

26 abril, 2012 às 14:41  |  por Capitão Hidalgo

Não fosse o erro do lateral do Paraná Clube, quando poderia ter isolado a bola para fora das 4 linhas , bem que o resultado poderia ter ficado no empate. Sim, neste erro individual com a condução infantil desta jogada para dentro da área, veio o penalti em que o Palmeiras se aproveitou( 2×1), redundando na vitoria esmeraldina. Para o jogo na capital dos paulistas, o Tricolor terá maiores dificuldades, ate porque a equipe palmeirense não está tão bem com sua torcida, pois, a bem pouco foi desclassificado das finais do paulistão.

Acompanhei o jogo do Real Madridx Bayern e posso considerar que este  foi bem melhor do que aquele que classificcou o Chelsea. O que se viu foi um Real Madrid  jogando bem que o adversário onde  ganhou no tempo regulamentar (2×1). Foi perder seu espaço na final desta Liga dos Campeões nas penalidades máximas ao perder tres tiros de rigor, principalmente, com os craques Cristiano e Káká, que levaram o técnico Mourinho ao desespero. Por falar em Kaká, também, notei que não anda  bem. Quem jogou muito foi o ala brasileiro Marcelo, que com toda certeza, será convovado para a seleção principal brasileira.

Adiantar um resultado nesta noite contra a equipe do Paysandú, ainda vivendo o esquema mata-mata,  acredito que deva ser a tônica da equipe do Coritiba pensando no jogo seguinte  e ter uma situação mais favorável. Se por acaso o resultado for espremido, podem ter certeza, que a correria será maior lá no Mangueirão, pois vive o Papão da Curuçu, uma grande motivação. Lembrando que este time eliminou o Sport  ganhando de goleada (4×1). Para aqueles que gostam de estatísticas, os dois últimos confrontos contra o Paysantú o Coritiba ganhou aqui e lá por 3×1. Isso foi em 2006 quando as duas equipes jogavam a Série B do Brasil.

O time santista perdeu ontem do Bolivar e da altitude. Não tenho a menor dúvida que no jogo de volta em Vila Belmiro,  o time boliviano vai tomar um sapeca iaiá na bola e na porrada. Não é admissível aceitar o que fizeram com o garoto Neymar, pois, até a torcida chegou a agredi-lo com coisas arremessadas em sua direção. No campo uma selvageria. O técnico Muricy terá que tomar todos os cuidados com seus jogadroes com esse jogo de volta, pois, os santistas estão revoltados. Como sei que o pensamento do jogador de futebol e quanto a tratamento dado, a revolta nesse caso será total. Esperem para ver.

Como o Internacional de Porto Alegre não tem técnico, pois não acho bom o Dorival Júnior, o empate de ontem no no Gigante da Beira Rio contra o Fluminense poderá deixar de fora o time colorado para nova etapa da Libertadores. O técnico Abel com todas as dificuldades vem dando conta do recado muito mais por sua experiência nesses torneios intenarcionais.

Seja Feliz.

Torcida contra o Barcelona.

25 abril, 2012 às 05:32  |  por Capitão Hidalgo

Não tenho conhecimento que em outros tempos, fosse tão valorizada esta Liga dos Campeões,  torneio  que agrega as melhores equipes da Europa, quando se trata dos despostistas e da própria imprensa brasileira.  A importância que vem sendo dado ao time do Barcelona nesses últimos tempos, que na verdade tem sido o condutor aos muitos comentários por suas últimas conquistas, tem muito haver com o crescimento do futebol espanhol. Diria não ser por menos, afinal, além de ganharem o último Mundial na África também levaram o Mundial de Clubes. Com isso, coloca-os como paradigma em todas as discussões se melhor do mundo de todos os tempos.

Contudo não vamos exagerar, afinal, alguns vem afirmando em comparativo que seja melhor do que fora o Santos de Pelé em 60 e 70. São outros tempos e mesurar a qualidade de um e de outro a meu ver é uma heresia. Há de se ter cuidado com esse tipo de análise, pois, várias gerações se passaram e cada um a seu tempo. Mas, ontem, em pleno Camp Nou, o time do Pepe Guardiola não conseguiu furar o bloqueio do time do Chelsea que se postou numa retranca impressionante e que teve no final o reconhecimento do mundo por ter ficado desde o ínicio da partida com um jogador a menos, o zagueiro Therry foi expulso, segurando a marimba até o final. Foi na verdade uma massacre o tempo todo a favor do Barcelona que chegou a perder uma penalidade máxima com seu grande jogador Messi, mas que não foi o necessário. O empate de 2×2 coloca sim, o time inglês na partida final esperando agora por Real Madrid ou Bayer Munich.

A diretoria do Paraná Clube, bem que poderia se utilizar do Estádio Couto Pereira para esta partida de logo mais a noite contra o time do Palmeiras, jogo este que dá sequência a Copa do Brasil. Explico. Como o Coritiba precisou, e conseguiu em 2010, do empréstimo do Estádio Durival Brito e Silva, o Tricolor da Vila com isso firmou contrato na época de poder se utilizar de 3 jogos a serem no futuro determinados. Pois bem. Mesmo assim, entende sua diretoria que seja melhor neste momento trazer seu torcedor,  que anda muito entusiasmado com atual campanha do clube, para seu estádio e com isso a idéia de aumentar, considerávelmente, a inscrição de mais sócios e ao mesmo tempo dificultando a vida do time paulista.

O agora consultor, Carlos Alberto Parreira, que já foi técnico em muitas seleções mundiais, aceitou e firmou um contrato de trabalho com o Estado das Minas Gerais, para atender algumas das exigências do Caderno de Intenções estabelecido pela Fifa. Seu trabalho será de oferecer para as seleções que virão disputar o próximo Mundial de 2014, indicar melhores acomodações e campos de treinamentos com o único intuito de valorizar  as principais cidades mineiras. Trazendo pela memória, por várias vezes em outros tempos, o selecionado brasileiro se utilizou das cidades de Poços de Caldas e Araxá.

Como não poderia deixar de acontecer, o Ministério Público das Minas Gerais coloca dúvida quanto a esse contrato, pois admitem que a quantia de mais de 1 milhão e duzentos mil reais seja muito para os bolsos do Governo do Estado. O assunto deverá cair no colo dos políticos mineiros.

Seja Feliz.   

 

Vitória fácil do Coritiba.

23 abril, 2012 às 07:51  |  por Capitão Hidalgo

A vitória do Coritiba acabou sendo mais fácil do que se imaginava. De cara fêz um gol (Everton Ribeiro),  ficando na espera do adversário que logo se desmanchou com a expulsão do Guerron aos 28  minutos da etapa inicial. O time atleticano até que chegou ao empate numa bola parada contando com a competência do Paulo Baier. O técnico Marcelo Oliveira, com muita coerência e precaução, dando novamente a camisa de titular ao Lucas Mendes e também pela necessidade de cobertura por aquele setor, passou a ficar muito mais tranquilo com a expulsão do equatoriano Guerron, que seria na verdade a unica ponta de escape do Atlético. Com a chegada do 2º tempo, o técnico Carrasco com 10 jogadores em campo bem que tratou de mexer algumas peças, chegando a empatar novamente em 2×2. Mas foi pouco e o jogo terminou em 4×2 a favor do Coxa com a  demostração da melhor performance do time coritibano, que teve em Everton Ribeiro e Lucas Mendes seus destaques.

Quem diria, minha gente,  que no futebol paulista teríamos as desclassificações do Corinthians e Palmeiras. Parece brincadeira. Com as vitórias da Ponte Preta e Guarani, o futebol campineiro demostra sua pujança com aplicação dos técnicos, Gilson Kleina e Osvaldo Alvares. Na Vila Belmiro tivemos mais um show do Neymar, com o Santos ganhando do Mogi Mirim por 2×0, com gols do Maranhão e Neymar, este então uma obra prima, saindo lá do meio campo driblando uns seis jogadores para na cara do gol fuzilar. Espetáculo. No sábado o São Paulo passou fácil pelo Bragantino. Então, na final teremos, evidentemente, um time de Campinas brigando pelo título.

Com a vitória, ontem, no Estádio Couto Pereira, o Coritiba levou o 2º turno e consequentemente o paranaense será disputado em duas partidas para se conhecer o campeão do Estado. O clássico maior do Estado, ATLETIBA, chega a mais uma final. Enquanto isso, a Copa do Brasil que deve ser levada a sério, mostrará no meia de semana, os jogos do Coritiba recepcionado o Paysandu e o Paraná Clube enfrentando o Palmeiras desclassificado no paulistão. 

Triste notícia para o povo de Irati com o fechamento do clube por falta de condição finaceira. Não poderia dar outra coisa, afinal, com a saída dos principais jogadores do time para a sede de Londrina, determinado pelo empresário Sergio Malucelli, que teve a necessidade de fortalecer o Tubarão,  ficou totalmente fragilizada a administração do simpático Irati.

De tanto encherem a paciência quanto as escalas nos ATLETIBAS, o árbitro Heber Lopes  pediu para sair desta e foi atuar no jogo do Paranavaí e Roma.  A torcida do Atlético que sempre desprezou esse árbitro, deve agora lembrar esse fato em que o Furacão perdeu o jogo com outro profissional. O importante é ter time bom jogando. Só isso.

Seja feliz.

O cerco contra Mano Menezes.

20 abril, 2012 às 07:42  |  por Capitão Hidalgo

A 1ª etapa da Libertadores desta temporada terminou, ontem, com as presenças do Santos e Internacional. Mesmo perdendo o jogo desta noite passada para o Juan Aurich, o Colorado dos Pampas seguiu e agora pegará o Fluminense. O time peixeiro, que venceu o Strongest da Bolívia por 2×0, ficará no aguardo do seu adversário. Portanto, somado ao Corinthians que masssacrou o Táchira, são as equipes brasileiras para nova etapa classificatória deste torneio sulamericano. No geral vemos que todos tem condições de irem a frente, a nao ser o  mata-mata, que dará a definição entre o Flu e Internacional.

Analisando os técnicos, vejo nos bancos das equipes as experiencias de um Abel, Tite, Dorival Júnior e Muricy. Dos quatro, entendo que o Dorival Junior, o atual técnico do Internacional, que aliás ontem culpou a grama sintética ao perder do fraco time peruano, é que menos soma nesta parte final. Sei das condições do Colorado dos Pampas, mas o momento é para quem tem mais rodagem, pois, é só analisarem o perfil vencedor do técnico Abel Braga que em seu curriculum já abiscoitou um título mundial ou mesmo o Muricy que levou a Libertadores ano passado e um vice campeão do mundo com o Santos . Deixo para analise final, o técnico Tite, que a meu ver vive um extraordinário momento em sua carreira, podendo levar o Timão ao título tão aguardado por sua grandiosa torcida. 

A ordem já foi dada, e o que é pior, veio com a divulgação dada pela imprensa esportiva com a declaração do atual mandatário da CBF, Jose Maria Marin, que exigirá do técnico Mano Menezes, neste dia 11 de maio, o conhecimento antecipado de 48 horas, dos jogadores que serão convocados a irem  nesta Olimpíadas de Londres.  O cerco contra o Mano está decretado e nos mostra que ele precisará de muita paciência para aguentar esse desconforto.

A dramaticidade foi tão grande quando do gol de empate do Paraná Clube na partida contra o Ceará, que chegam a  dizer da atuação dos torcedores que investiram em sinaladores e com isso uma fumaça se estendeu pelos ares de Vila Capanema  e que tenha sido foi o motivo de esfriarem as cabeças dos jogadores para chegaram ao empate. Na verdade naquele momento de desespero, diria que não foi o melhor adequado, mas o que falar pela circunstância do gol. Passou a ser válido.

Quando escuto que os técnicos do Coritiba e Atlético estão fazendo mistérios quanto aos seus esquemas táticos,  fico imaginando qual o jogador neste clássico  poderá mudar o panorama por sua capacidade individual. Seriam eles o Rafinha e Tcheco ou Paulo Baier.

Seja Feliz.

Noite de gala. Tricolor classificado.

19 abril, 2012 às 08:23  |  por Capitão Hidalgo

Com a esperada torcida, que esteve presente em torno de 12 mil pagantes, o Paraná Clube passa de forma dramática contra o bom time do Ceará, indo agora para a 3ª etapa classificatória da Copa do Brasil. Mesmo tendo conseguido aquele resultado de 2×2 em Fortaleza, sabiamos de antemão que o jogo seria totalmente diferente, até pelo excesso de responsbilidade que levaria a campo, ao ver contar com a presença de um sentimento muito forte de uma torcida ávida por recuperação. A partida corria para o seu final com o placar mostrando vitória do adversário, eis que o técnico paranista Ricardinho coloca em campo o Douglas Tanque, com base de um centroavante brigão para empatar aos 45 minutos, aliviando a todos que se aglomeraram em Vila Capanema. Com esse resultado, agora é pensar em mais uma confusão a frente, pois, pegará nada mais nada menos um time como o Palmeiras de Parque Antartica.

Na verdade seria uma pena não tivesse o Tricolor da Vila conseguido esse resultado no apagar das luzes na busca por nova identidade. Poderia-se imaginar, não tivesse um bom resultado de classificação, uma baixa de estima neste ínicio de temporada seria fatal as suas pretensões. Portanto, com a alegria presente, ontem, bastou para o torcedor mais cético acreditar que com esse elenco, o importante é que vencerá essa etapa de Divisão B do futebol paranaense. Depois de toda aquela tempestade anos passados, quem poderia acreditar que essa nova diretoria pudesse dar ao Tricolor da Vila um erguimento moral .Futebol é maravilhoso por essas questões,afinal, é só colocar  um tempero que a galera leva a frente.

Não deu outra e a operação do clássico ATLETIBA ficará mesmo com a participação somente de uma torcida. Como afirmei, ontem, nessa coluna, enquanto existir  seriedade no trato, o mundo passa ser bem melhor. Com isso o jogo de domingo no Couto Pereira, com possibilidade de recuperação na busca do título paranaense, pois, uma vitória atleticana colocará o rubro negro com a mão na taça, poderá  dar ao Coritiba o respiro necessário na condução da torcida em apoia-lo neste jogo.

Pulando para os resultados na Libertadores de América, o Corinthians arrasou o time do Deportiva Táchira da Venezuela em 6×0 enquanto o Fluminense ganhou na Argentina do Nacional de Sarandi por 2×1. A impressão é que teremos um time brasileiro vencedor neste torneio sulamericano. Ainda estão faltando os jogos do Santos e Internacional. Quem deu adeus foi o Flamengo.

Falatório continua quanto a permanência do técnico Mano Menezes no comando da Seleção Brasileira de Futebol. Acho que deveria ser mais humilde e deixar a Olimpíada para o Ney Franco, já que os rumores dão conta de que se perder a medalha não ficará no cargo. Mudar enquanto é tempo seria o melhor. A verdade é que os diretores da CBF sabem dessa teimosia e o caminho da dispensa está pavimentado.

Seja feliz.

A importância pela vitória.

18 abril, 2012 às 08:23  |  por Capitão Hidalgo

Um dos assuntos destacados no mundo esportivo, foi a declaração de amor por parte dos atuais dirigentes da CBF, que acompanhados pelos Presidentes de Federações, deram  autorga ao “ex” Ricardo Teixeira que hoje mora na distante cidade de Miami, pelos bons seviços prestados. Sim, foi lhe dado o prêmio Patrono do Futebol Brasileiro. Para mim isso cheira a uma desconfiança total , afinal, que interesse agora para uma efetivação de valores conquistados num instante de instabilidade política dentro do cenário esportivo brasileiro. Tem angú de caroço nesta história.

Vejam bem, amigos, como está sendo fácil entender esse encaminhamento de José Maria Marin, que saiu da condição de vice da CBF e hoje  está sentado na cadeira principal, em abrir  uma vaga futura que é cobiçada por São Paulo. A força maior nesta questão é para o atual Presidente da Paulista, Marco Polo Del Nero, sabendo-se que o nome  do Zagallo pelo lado dos cariocas tem seu nome vinculado por tudo que fêz em sua carreira e para o desporto nacional. Acontece, que se por problemas de saúde com Marin, que anda cansado a ponto de ter perdido 5 quilos em pouco tempo sair de cena, o nome de sequência caberia a Del Nero ou Zagallo. Imaginem.

O esperado retorno à Vila Capanema do time Tricolor está mexendo com seu torcedor. Como time que menos jogou nesta temporada brasileira, somente tres jogos em 110 dias, terá hoje a missão de despachar o time do Ceará nesta Copa do Brasil. Lembramos os senhores que jogando lá no Presidente Vargas, o empate em 2×2, poderá representar muito nesta partida a noite. A motivação é tão grande que a diretoria comprou vários aparelhos de amostragem efetiva para segurança e, consequentemente, abertura para um maior número de espectadores. Aposto que teremos no jogo de logo mais a noite um público de 10 a 12 mil torcedores. O time paranista não pode perder essa chance de permanência na Copa do Brasil.

Tudo que é tratado não é caro, essa é minha filosofia de vida, ou mesmo, o fio de bigode que vale pela assinatura,  expressões antigas que deveriam compor o dia a dia do povo brasileiro. Vem o caso, esportivamente falando, sôbre esse clássico de domingo em que deveremos ter com uma torcida só, a do Coritiba, afinal, quando do 1º turno, o Atlético mandou o jogo em Vila Capanema a pedido da Segurança do Estado. Portanto, sem discussão, a partida só terá a galera alviverde. Agora, se me perguntarem quanto a um espetáculo de uma torcida só, tirando esse fato já estabelecido, sempre serei contra. A alegória dos torcedores é que emolduram o espetáculo.

O Felipe Scolari que andava afastado de entrevistas exclusivas, aceitou estar no programa Arena do Sportv, ontem, bem humorado foi falando coisas engraçadas. Bem diferente quando aqui chegou para dirigir novamente o Palmeiras,  me deu a sensação que está vendo brecha no comando da Seleção Brasileira. Nada é feito sem algum propósito.

Seja Feliz.  

 

Contusões estranhas.

17 abril, 2012 às 08:18  |  por Capitão Hidalgo

Quando o time ganha, claro, tudo vai bem e as situações que aparecem são mais compreensíveis e se resolvem ao natural. Por outro lado, consequências fora do normal, não são tão fáceis de serem administradas. Tenho notado e agora vira uma preocupação no aspecto técnico, que do lado coritibano as coisas já não está sendo muito normais, principalmente, pelo excesso de contusões em seu elenco. Não estou criticando contusões, vamos dizer tipo do que sofreu o ala Jackson no último jogo em Ponta Grossa, que foi de uma infelicidade enorme num lance onde estourou seu ligamento da perna e ficará por uns 8 meses fora de atividade. 

Na verdade excesso de trabalho físico virou moda no futebol brasileiro. São muitas as contusões de estiramentos, púbis e pancadas que acontecem dentro de uma partida de futebol. Essa barreira, onde os preparadores físicos querem mostrar seus trabalhos, nem sempre são vantajosos para o plano técnico. Se o técnico principal de um time não enxergar e não determinar uma mescla de condicionamento é engolido, pois, dentro de uma comissão técnica as coisas são vistas da maneira de que cada um faz o seu. Errado.

O estudo deve ser compensado, afinal, com viagens extenuantes num calendário maluco, dificilmente uma agremiação terá condição de se apresentar com sucesso. Na Europa, não se iludam, a pré-temporada é rígida e os jogadores são condicionados em todos os sentidos ao ficarem a disposição do clube por mais de 30 dias, treinando e respirando um ar das montanhas. Passado isso, minha gente, vem o condicionamento na base de treinos físicos mais leves e muito mais exercendo um trabalho com bola . Não vão pensar, mais lá como cá, existe o excesso de jogos e  a planilha é levada a sério. Quem manda no processo é o técnico de campo e fim de papo.

Partindo do pressuposto das últimas contusões no Coritiba, porque não pensar neste rigor de treinamentos, deixando a mercê o plano técnico e tático para apertar os jogadores em treinos constantes. Parece-me que os dirigentes estão acordando e a prova é que o departamento poderá estar se modificando.  Como o futebol vive de resultados, porque mexer quando se está ganhando. Certo. Agora, trazer dúvida no comportamento técnico de qualidade de alguns jogadores, aí a maionese desanda. Quando um jogador pede para não jogar, no mínimo é estranho, afinal, dizer que está cansado num começo de temporada é pedir para os dirigentes acordarem.  

Conhecidos atleticanos estão achando que o campeonato vai terminar no domingo, entendendo eles que o Coxa anda muito disperso. Estão falando que o Furacão ganha o clássico no Couto Pereira e vão dar volta olímpica no Durival Brito e Silva, fazendo alusão de que nem precisarão do Estádio Arena. Se isso acontecer, com o Coritiba perdendo o tricampeonato, a certeza de que cabeças vão rolar. Por isso  expliquei, detalhadamente acima, afinal,  a própria torcida está ouriçada desde a derrota naquele último jogo em que o Coritiba perdeu e deixou de ir a Pré-Libertadores. Vamos esperar.

Seja Feliz.