Wilson, salvador da pátria.

30 outubro, 2017 às 07:00  |  por Capitão Hidalgo

Para quem vem lutando para não cair à Segunda Divisão, é o caso do Coritiba, ganhar da maneira como ganhou, ontem, em Recife, numa jornada memorável contra o Sport, dá até para esquecer o amontoado de erros vistos nesta partida. O resultado de 4×3, com um gol ao apagar da luzes do garoto, Yan Sasse, pode dar a conotação devida ao crescimento da equipe em motivação para os últimos jogos que restam desse campeonato de altos e baixos. Dizer para os senhores, ainda,  que sem dó e piedade o árbitro gaúcho, tal de Vuaden, assinalou duas penalidades máximas contra o Coxa, é dar a dimensão dos fatos acontecidos nesta partida no nordeste brasileiro

Mas, diante dessa situação mais uma vez apareceu o goleiro, Wilson, destacado profissional, hoje considerado a figura maior desse elenco alviverde, ao conseguir defender num mesmo jogo os dois tiros de rigor batidos pelo meia selecionável, Diego Souza. Incrível, porém, verdade. Portanto com essa vitória, depois de algum tempo e mesmo que espremido na tabela de baixo, sai o Coritiba da zona do rebaixamento. Contudo, nada está resolvido. Agora, é aguardar pelos próximos compromissos, a começar pela Avaí nesse próximo sábado. Desta vez a galera vai estar junta.

Já estão chamando o time corintiano de cavalo paraguaio. Futebol tem dessas coisas, afinal, quem poderia imaginar o Timão com um atuação esplendorosa no primeiro turno cair tanto a ponto de deixar sua galera apreensiva. Pensando bem a situação ficará pior, ainda, se o Palmeiras nesta noite vencer o time já classificado à próxima Libertadores de América, falamos do Cruzeiro das Alterosas. Só para ilustrar o momento periclitante do Corinthians, é que esteve à frente do Palmeiras em 17 pontos, e nesse momento a seis podendo ser de três. Será a tal caixinha de surprêsa ?

O time do Paraná Clube voltará a campo, amanhã, e será contra o time do Oeste, que no momento passa a ser o único adversário à persegui-lo na busca do retorno à Primeira Divisão. Como a última partida o time paranista penou para ganhar do Vila Nova, de Goiás, e muitos acharem que o Oeste tem mais time que o time goiano, barbas de molho, até porque o Internacional dos Pampas deu a prova inequívoca do que é uma zebra ao perder em casa para o Ceará(1×0), com 40 mil torcedores no Gigante da Beira Rio.

Quanto ao Atlético Paranaense estou cansado de comentar que vai até o fim desse brasileirão na mesma toada do ganha e perde. Sem muita inspiração vimos jogar contra a Chapecoense e empatar em casa ( 0×0 ). O que mais se comenta ao redor do estádio, é que uma oposição forte está se mexendo , pois, a torcida não aguenta mais a intolerância dos dirigentes contra os torcedores.

Lembre-se que : O melhor da vida é sua história.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>