Arquivos da categoria: Geral

CBF pede ajuda.

2 julho, 2015 às 16:23  |  por Capitão Hidalgo

O time sãopaulino virou mesmo um frêgues de caderno dos atleticanos, isso já algum faz tempo, sobretudo, por não conseguir um bom resultado jogando na Arena. Ontem, mais uma derrota(2×1), evidenciado pelo bom ânimo que vive os comandados do sóbrio técnico, Milton Mendes. O que impressiona é que ao chegar para dirigir o Furacão não pediu nenhuma contratação. E olha que a equipe da Rua Buenos Aires vivia um tormento onde chegou a disputar um Torneio da Morte. Hoje, com 19 pontos ganhos, conseguido em 10 partidas, reune uma soma de 63% dos pontos disputados. Portanto uma fase muito boa, afinal, vinha de 3 maus resultados, mas nem por isso baixou a guarda.

De forma diferente vive o Coritiba, pois, ainda ontem perdeu para o Galo Mineiro lá em BH por 2 gols a zero. Diria que não jogou tão mal, mas, quando as coisas não se firmam o remédio é continuar esperando por um algo mais positivo. Agora, na Zona do Rebaixamento, está simplesmente em 19º lugar, por somar até o preciso instante, 7 pontos, com 23% de aproveitamento. No 2º tempo, ainda que tenha notado uma melhora com algumas modificações nos setores, pela experiência do Ney Franco, espera-se pelo menos em casa a soma necessário dos pontos.

Depois da onda de críticas que sofreu, logo após a eliminação na Copa América, os mentores da CBF ouvindo alguns mais experientes, parece que vai abrir um diálogo, vamos dizer uma Mesa Redonda, à buscar o desejado neste  momento de dúvidas. Será que vai dar certo? Para isso, no entanto, todos que venham participar dessa reunião que estejam desprovidos de vaidades.

Impressiona a campanha do Sport Club de Recife com sua excelente campanha invicta até o presente instante. Soma 22 pontos, 6 vitórias e 4 empates. O técnico do rubro negro de Recife, Eduardo Batista,  é filho do Nelsinho Batista, que está algum tempo no Japão. Filho de peixe, peixinho é, ditado que cai muito bem ao jovem treinador. Como disse, ainda ontem após o jogo, o meia Marlone, o clube tem uma excelente estrutura, paga muito bem e em dia. É um dos bons motivos dessa fase auspiciosa.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

Brasil fora da Copa América.

29 junho, 2015 às 09:52  |  por Capitão Hidalgo

Quando o time atleticano disparou a frente, já se dizia para que ficassem avisados os torcedores, que esse campeonato onde se disputam 114 pontos, em 38 rodadas, qualquer prognóstico antecipado seria infrutífero. Pois bem. Sem alarmar com esses últimos tropeços, vitorias acontecerão à frente, também, e com isso os próceres do Furacão que prestem atenção, sim, de sairem do sufoco na busca dos 46 pontos. Acho de bom tamanho.O time atleticano, os senhores devem saber, tem seus problemas e que não se afastarão muito rápidamente. O negócio mesmo é ficar frio na derrota e cético na vitoria, e fim de papo.

Do lado alviverde, queiram ou não, a sacudida na comissão técnica e a vinda de alguns “veteranos” deram ao técnico, Ney Franco, uma possibilidade de pensar em somar mais pontos. Serve, também, ao alviverde, o mesmo que escrevi acima a respeito dos atleticanos, pois, o importante é se afastar da zona do rebaixamento em quanto puderem. Mesmo assim, é de se dizer, que o Atlético está bem colocado, afinal, já soma 16 pontos.

O fiasco da Seleção Brasileira de Futebol estava escrito nas estrêlas. Não dava para imaginar uma montagem de um time a base de amistosos sem a devida reflexão nas convocações. Agora, a imprensa em geral, discute a necessidade dos homens da CBF, uma mudança geral  no comportamento técnico dos próprios jogadores. A expulsão do Neymar, foi na verdade uma tragédia, afinal, o time sempre dependeu de sua colaboração individual.

Perguntado o que sobrou dessa desclassificação dentro da Copa América, diria pouca coisa, sobretudo, porque  ninguém se sobressaiu. Agora, outra lista de convocados deve acontecer, pois, já perdeu com esse elenco e o que resta é um estudo profundo com apoio de mais pessoas. Não é feio o técnico, Dunga, ouvir mais pessoas. Porque não chamar alguns campeões do mundo para um diálogo?

Depois do bom resultado, jogando em casa contra o Cruzeiro, agora é pegar o Galo Mineiro lá no Horto. O Galo, que aliás vem fazendo uma grande campanha com o técnico paranaense, Levir Culpi, deverá ser um excelente adversário e até para notarmos de vez o crescimento coletivo da equipe alviverde.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

Chile na final?

25 junho, 2015 às 10:23  |  por Capitão Hidalgo

Acompanhei na íntegra o jogo entre o Chile e Uruguai, partida essa valendo às semifinais dessa Copa América, onde deu para notar que o time chileno está muito bem, e ainda mais, amparado pelo próprio país no envolvimento emocional . Até parece que estão disputanddo uma Copa do Mundo. Jogo foi difícil, aliás, como era de se esperar, até porque a celeste olímpica históricamente vende caro uma derrota. Na verdade o time do Sampaoli, técnico que fica na beirada do campo andando de lá para cá sem parar, foi merecedor pelo empenho e maior qualidade dos seus jogadores. Não gostaria de precipitar uma final, mas, pelo que tenho notado, somente uma catástrofe tirará os chilenos da final. Seu poder ofensivo tem chamado muito atenção.

Vivendo um ambiente mais tranquilo, a Seleção Brasileira de Futebol, continua nos seus treinamentos visando o passaporte à semifinais, quando no sábado encontrará os paraguaios, jogo esse na cidade de Concépcion. Depois de encontrarem um meio de suavizar o ambiente, afinal, tivesse o jogador Neymar continuado na concentração o foco seria inévitável, ainda mais por ser o astro da companhia, o técnico Dunga, terá que encontrar uma outra solução para melhorar o conjunto da equipe.

Sem muitos holofotes, o Fluminense ganhou da Ponte Preta, entendo um bom resultado, pois, a macaca campineira vem bem nessa temporada. Com o resultado(2×0), o Fluzão foi se alojar na 5ª posição, enquanto o time da Ponte voltará atuar em casa contra o Atlético Paranaense. Nas duas últimas partidas, o Furacão perdeu para o Gremio e depois empatou com o Coritiba jogando em casa. Para nao fugir das 4 melhores posições na tabela é de suma importância não eprder essa partida.

Fugindo de qualquer que fôsse a idéia inicial de um planjamento, aliás muito decantado na época de eleição no clube, a diretoria do Coritiba começa a esbanjar coisa que não tem, ou seja, programação financeira para essas últimas contratações. Para alguns foi um alento o empate no clássico do último domingo, como salientou seu diretor esportivo, Ernesto Pedroso, mas para pavimentar uma estrada mais tranquila a equipe terá que fugir dessa incomoda posição na tábua de classificação. Como o ambiente no clube anda bem agitado, dizem as más linguas que o Conselho Delibertativo vai no gogo de quem pagou a campanha do Gomyde nas eleições da Federação, esse assunto  vai pegar fogo.

Não há nenhuma blindagem aos jogadores do selecionado brasileiro. Pelo noticiário, o atacante Firmino assinou contrato com um time inglês dentro da própria intimidade dos jogadores na concentração, em Santiago do Chile. O tempo passa e a bagunça continua. O que vale mesmo é o jogador chegar a seleção e ser valorizado. Se vai ganhar a Copa América, bem esse são outros quinhentos.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

 

O valorizado ATLETIBA.

22 junho, 2015 às 09:59  |  por Capitão Hidalgo

Acabou sendo valorizado o Atletiba, pois, não faltaram emoções, um significado importante neste futebol ruím que tem sido visto em todo país esportivo. Com excelente público presente na Arena, o que se viu foi um empate interessante em dois gols . Na verdade os gols aconteceram todos frutos de erros defensivos nos dois times, mas, nem por isso, vou colocar crítica para causar problemas e o fato é que espero mais a frente melhoras. Enquanto o Coritiba continua na luta para sair das últimas posições, no caso do Atlético, já é bem claro, pelo seu bom momento.

Outro bom resultado foi do Paraná Clube ao ganhar na última rodada da Série B, ao vencer o Mogi Mirim( 3×1). Mesmo assim, por alguns tropeços em casa, o Tricolor da Vila ainda está na outra folha de classificação. Contudo, não incômoda para o fim de linha, mas, distante dos primeiros lugares.

 Chegou, ontem, em Curitiba, a Comitiva do Condado de Franklin, Estado de Ohio, Estados Unidos, que abriga a cidade de Columbus, capital daquele pujante estado norte-americano e detentora de time de futebol (soccer) da primeira divisão daquele país,  o Columbus Crew, cujo representante que está em Curitiba é o Sr. Asher Daniel Mendelsohn, Diretor de Operações do time/Empresa. O Grupo é liderado pela Sra.Marilyn Brown-Comissária do Franklin Country, terá uma extensa programação sob o programa Sister-Cities Curitiba/Columbus, que iniciou nesta manhã de 2ª feira com presença em nossa Prefeitura Municipal. Quem me informa é o Luis Luchesi, Professor da UFPr/Departamento de Solos e Engenharia Agrícola.

Buscar conversas neste momento e criticar a maneira de jogar da equipe brasileira, diria ser melhor valorizar a vitória, ontem,  ao ganhar do time da Venezuerla(2×1). Sem contar com o Neymar, aliás, o garoto já está de saída de Santiago do Chile, com passagem à Barcelona, onde irá aproveitar suas férias. Mesmo que a CBF lutasse por uma pena menor, o lado jurídico da Conmebol não arredou o pé e Neymar tomou mais quatro partidas, sem ter nenhuma chance de vir atuar nessa Copa América.

A partir do próximo jogo, e será contra o Paraguai, em Concépcion, poderemos analisar com mais profundidade. Na verdade o que o técnico Dunga fêz nas suas modificações ao longo do jogo onde, simplesmente, mudou tres peças,  fêz o time sofrer muita pressão, coisa que não deverá acontecer nesse próximo compromisso.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.  

 

Pífia apresentação brasileira.

18 junho, 2015 às 10:57  |  por Capitão Hidalgo

Completamento apático e sem nenhuma inspiração, caiu o selecionado brasileiro, ontem à noite, em Santiago do Chile, para a equipe colombiana(1×0). Com os rasgos elogios a presença do atacante prodígio, Neymar, na partida anterior onde resolveu a pendenga na partida, o que se viu nessa derrota foi honestamente preocupante, a ponto de alguns já estarem imaginando uma debacle maior se a equipe do técnico, Dunga, não reverter o quadreo em cima do time venezuelano, seu próximo compromisso. Mas, o que mais chamou atenção, foi a atuação pífia, daquele que poderia resolver o problema instalado em campo. Sim, ele Neymar. Alguma coisa estranha aconteceu com esse garoto. Não é possivel vê-lo jogar tão mal

Seguindo o raciocínio, não foi a tôa que a cabeça dele estivesse fora desse jogo, em que chegou a tomar cartão amarelo e depois vermelho. Notícias vindas da cidade de Barcelona, dando conta do problema de sua negociação com o Barça, em que a jústica espanhola abriu inquérito em buscar da veracidade dos fatos, e a argumentação terá que se forte, ou melhor, verdadeira, pois,o Santos, com o ex-presidente, Luis Álvaro, assinou alguns papeis na época para liberação do jogador. A verdade é que sobrará espaço para ampla conversa com o Grupo Gestor do Santos, o Dis, que tentará buscar  seu rressarciamento por um contrato que entendem fraudulento.

Como vivemos assuntos pertinentes a evasão de dinheiro e propinas, o noticiário expande para todos com a consequência desastrosa que venha  alijar o maior jogador de momento do selecionado nacional. Não ficaria surprêso, se ele Neymar e seu pai, sairem de Santiago, para buscar um grupo refinado de advogados para a devida defesa em que envolve milhares de doláres. Com o baixo rendimento do jogador, Neymar, nessa partida contra os colombianos, é bom que se diga, tambem, que os outros também nada jogaram. O gol que perdeu o atacante Firmino foi demais. O técnico Dunga, desconcertado por não esperar uma queda de rendimento acentuado, agora, tera´que revisar seus conceitos, pois, em não conseguir um bom resultado no próximo domingo a casa vai cair. Pressume-se até que um novo desastre possa acontecer.

No programa que participo diariamente, No Mundo Esportivo, da Rádio Evangelizar Am-1060.ouvi atentamente, e que sevirá de uma declaração futura, o jogador Kleber, que andava muto esquecido nas páginas esportivas do país, se posicionou como gente grande, ao se posicionar de forma diferente com seu comportamento em campo.  Gladiador, parece-me que ele entendeu que seria brigando contra tudo e a todos, foi um ledo engano, afinal, cartões e expulsões foram seus maiores requísitos.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

Zito, uma história de sucesso.

15 junho, 2015 às 09:42  |  por Capitão Hidalgo

Foi êle uma das maiores expressões que o futebol brasileiro teve nas décadas de 50 e 60. Falo do ex-jogador Zito, do Santos e da Seleção Brasileira, na triste notícia de seu falecimento. Já sabia do seu estado de saúde, infelizmente, prejudicado por um AVC que lhe trouxe muitas sequelas. Contudo, importante é saber registrar o que representou,  Zito, nos muitos anos em que comandou a meia cancha do famoso time santista, cujo elenco é referenciado até os dias de hoje, onde teve ao seu lado outros campeões mundiais, Gilmar, Mauro, Carlos Alberto Torres, Mengalvio, Coutinho, Pepe e Pelé. Considerado o “gerentão” da tropa, mostrou, também, sua gana em campo quando envergou por dezenas de vezes a camisa da seleção canarinha brasileira. Com diversos títulos conquistados pelo Santos, quantos não foram os Campeonatos, Paulista, Brasileiro, Libertadores e Mundiais de Clubes, afora o Bi-Campeonato Mundial na Suécia e Chile.

Como fui um previligiado em ter jogado e acompanhado a época de outro da bola no país, por algumas vezes enfrentei o esquadrão peixeiro que tinha um time fabuloso, vi por muitas vezes reclamar em campo num tom agressivo seus companheiros de equipe, inclusive, dando babada no próprio Rei Pelé. A perda é grande no mundo do futebol brasileiro pelos muitos exemplos que o “Zé” nos deixa. Após, sua retirada em campo, e dando a camisa 5 para Clodoaldo, Zito ficou sempre ligado ao clube onde exerceu outras funções. Com seu olhar de lince descobriu muitos garotos pelos campos e praias da cidade, de Santos. Dois deles , Robinho e Neymar. Só isso, é brincadeira.

A última vez que estive no CT do Santos, um bom papo tive com Negreiros, Edu e o “capitão” Zito. Claro, alusão feita a época do grande Santos não faltou. Aquelas onde chegava para jogar contra o Peixe, e muitas risadas contando aquela  sensação de estar indo para uma cadeira elétrica. Minha solidariedade a sua esposa e a seus filhos, como também, agradecer seu empenho, em 1969, quando foi a Piracicaba me contratar e o Xv de Novembro não quiz conversa. Suas palavras dirigidas a mim em frente do Estádio Urbano Caldeira, logo após um treino, que gostaria de contar com meu futebol, jamais esquecerei. Outro momento foi quando o grande presidente do Coritiba, Evangelino Costa Neves, ligou para êle para falar a meu respeito sôbre uma possível contratação. respondeu :  “Chinês”, está esperando o que?

É impressionante o que joga o atacante, Neymar, e se ainda existe aquela dúvida, esqueçam, pois, não fosse ele a equipe brasileira não teria ganho do selecionado peruano, ontem, em Temuco, sul do Chile. É muita diferença de qualidade. Êle é fera. Quando uma equipe vive, exclusivamente, de um elenco bem formado, tudo certo, agora, Neymar, leva o time nas costas.

Um erro grotesco e o Atlético Paranaense acabou perdendo para o Gremio. Com isso, ao perder a liderança do Brasileirão espera-se que não jogue fora outras oportunidades. Seu próximo compromisso será contra o Coritiba, partida que será realizada na Arena Furacão. Clássico que pode mostrar a realidade dos fatos, sobretudo, o Atlético nas primerias possições e o Coritiba, quase no último lugar.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

Coritiba, de mal a pior.

14 junho, 2015 às 09:53  |  por Capitão Hidalgo

Tres equipes brasileiras que estão disputando esse atual campeonato, Joinville, Coritiba e Vasco da Gama, estão pavimentando, e  com muita antecedência, suas quedas à próxima temporada. No que mais interessa a nós, é dizer da grande decepção que vive o time do Alto da Glória, que continua  jogando como nunca e perdendo como sempre, pois, ontem mais uma vez, perdeu em casa contra um Flamengo que também não é dessas coisas. O caminho está muito difícil para os amadores que hoje militam às dependências do clube. Recordo que muito desses “brincalhões” eram críticos ásperos a outras administrações O que se lamenta é que o anterior presidente, Vilson Ribeiro de Andrade, tenha se perdido em muitos de erros a ponto de perder sua própria reeleição. Outro que deve estar incomodado é o ex-jogador, Alex, que firmou conceito antecipado a esse grupo de dirigentes que estão afundando a agremiação. São coisas do futebol.

O técnico Luxemburgo, contratado pelo Cruzeiro, chegou em BH e já emplacou 3 vitórias. Claro, que impressiona até ao torcedor que reclamava da saída do ex-técnico, Marcelo Oliveira. Ontem, a equipe da raposa deitou e rolou em São Januário, ao vencer como quiz o time do Vascão, que possívelmente deve mandar o atual técnico, Doriva, para casa. Essa é a situação que respira o futebol brasileiro. Na encomenda também está o Joinville que levou o técnico, Adilson Batista, que ainda não emplacou.

Com a vitória do São Paulo, ontem em Chapecó, deixa em aberto a liderança do Atlético Paranaense que enfrentará está tarde, em Porto Alegre, o Gremio que está necessitado de vitória. Será um grande teste ao técnico, Milton Mendes, que por ora faz um bom trabalho no clube. A maneira como vai dispor seu time em campo é o aspecto necessário para um comentário futuro.

Começou a Copa América, no Chile, e vendo as seleções que jogaram até agora, Chle, Equador, Paraguai,Uruguai, Jamaica e Argentina, quem deixou boa impressão foi a seleção, de Assunção, que perdendo por dois gols chegou a um empate consagrador contra os argentinos. Quem entra em campo nesta noite, em Temuco, ao norte do país, é a brasileira que jogará contra o time do ex-jogador corinthiano, Guerrero, ou seja, a seleção peruana. Se o Neymar, Tardelli e Felipe Coutinho, estiverem com a corda toda, é vitória na certa.   

Lendo alguns comentários, dos Coxanautas, notei que não estão poupando suas preocupações com o momento do alviverde paranaense. Alguns, inclusive, acham que o clube deve mudar seu trajeto. A bronca está em cima do vice de futebol, Ernesto Pedroso, que não anda bem a vontade com seus pares de diretoria.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

Ney Franco na praça. É daí?

11 junho, 2015 às 10:38  |  por Capitão Hidalgo

Está chegando o conhecido técnico, Ney Franco, contratado nesse final de semana depois de mais uma derrota alviverde, e que vinha sendo comandado pelo jovem técnico, Marquinhos Santos. Claro, que pesou muito nessa volta do Ney Franco, sobretudo, os coxas que lembram muito bem o trabalho desse profissional, que lá pelos idos de 2010, conseguiu devolver o clube à 1ª Divisão Brasileira. Se olharmos os últimos trabalhos desse profissional, a verdade é que já algum tempo não vem tendo bons resultados, pois, ao passar nesses 4 anos pelo São Paulo, Flamengo, Vitória, sem resultados positivos, contudo, por conhecer a cidade e o próprio clube, estão lhe dando novamente uma outra oportunidade de tirar o time desses maus resultados. Se vai conseguir , bem,  aí são outros quinhentos.

Deveria, então, a diretoria dar ao Ney Franco uma lista mais enxuta desse fraco elenco. Pela relação dos atuais profissionais que habitam o clube, pelo menos uns 12 jogadores poderiam receber seus bilhetes azuis, por seus fracos rendimentos em campo. Começar a tirar o mal pela raiz seria um bom começo, e sem perda de tempo, iniciar uma formação mais adequada. Agora, sem tirar o foco, afinal, a contratação de um técnico é para apagar incêncio, momentaneo,  não podemos esquecer que muita coisa anda acontecendo no clube, principalmente, os entreveros dos atuais dirigentes. Está virando a casa do Noca.

A equipe brasileira aproveitou bem seu retorno aos nossos gramados ao finalizar seus jogos amistosos, contra o México e ,ontem, em Porto Alegre, ao vencer o time hondurenho(1×0). Continua o técnico Dunga, com sua incrível marca de jogar 10 partidas e ganhar a todas, se esmerando em encontrar aquele que poderá ser considerado o time ideal para a disputa da Copa América, aliás, que tem seu início ainda hoje lá, no Chile. Mesmo que haja sempre os insatisfeitos, não se pode negar que um outro time está sendo formado, depois daquele insucesso na Copa/2014. Dessas mudanças, gostei do Jeferson, Miranda, William, Felipe Coutinho, Fred e do atacante Firmino.

Tentaram, mas, não conseguiram demover o atual mandatário da CBF, Marco Polo del Nero, a se demitir do posto de comando do futebol brasileiro. De peito aberto foi à Brasilia e respondeu a todas as perguntas, inclusive, aquelas relacionadas ao ex-Marin, pelos problemas de corrupção e desvios de dinheiro da entidade. Como pegou esse rabo de foguete neste último mês de Abril, como bom advogado, ficou muito fácil sua explanação, ao confirmar sua amizade com o Marin, mas longe de qualquer suspeita de seu conhecimento desses desvios, no que rebateu enérgicamente por seus atos sérios junto a entidade.

Definitivamente já se sabe que o sonho do Mário Celso Petráglia que vinha lutando por uma mudança radical, no contexto futebol brasileiro, na criação de uma liga, virou um pesadelo. Acordo fechado na reunião à portas fechadas na CBF, os dirigentes dos clubes ficaram na mesma, mas, condicionaram, que outras mudanças devam acontecer, principalmente,  como repartir um pouco mais a grana de televisão.

lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

 

Degola à vista.

8 junho, 2015 às 09:34  |  por Capitão Hidalgo

Continua na mesma a cada rodada desse brasileirão com os resultados das equipes da capital. Enquanto o Atlético Paranaense deixa incrédula a mídia esportiva nacional, que no íntimo não aceita o momento incrível que vive o time da Baixada, o C0ritiba e o Paraná Clube, lutam de forma desesperada para fugir de uma degola. Portanto, a estatística é a mesma de outras rodadas, tanto um como outro time, perdem jogando fora. Os erros são tantos que nem o mais catedrático do futebol pode oferecer uma solução mais paliativa.

A seleção brasileira voltou a jogar em casa, ontem foi em Sã Paulo, quando venceu o selecionado mexicano (2×0). Sem ser mais realista que o rei, a verdade é que o resultado de vitória foi o mais importante, pois, mesmo que o adversário tenha vindo jogar com um time de jogadores reservas, havia uma dúvida no corpo da comissão técnica e de alguns jogadores, para tentar diminuir a dor daquela derrota no Mundial de 2014. Com isso, o técnico Dunga, vem impressionado mesmo que faça variações em mudanças nas suas escalas, sobretudo, por ter jogado 9 partidas amistosas a partir da sua chegada ao comando do selecionado, sonado 9 vitórias, números esses que mostram sua real capacidade.

Agora, em Porto Alegre, terá mais um amistoso quando enfrentará o time hondurenho, jogo marcado para a 4ª feira, no Gigante da Beira-Rio, partindo em seguida para a cidade de Temuco, onde enfrentará o selecionado peruano, já valendo essa próxima Copa América. Acredito que em pensamento, Dunga, pensa em ganhar esse torneio, mesmo que afirme não seja esse o mais importante e sim conseguir a classificação na próxima Eliminatórias para o Mundial/2018.

É bem possivel que a diretoria do Coritiba venha sacudir os ares do clube. Após, mais uma derrota e já colocado nas últimas posições na tabela de classficação, demita todo o departamento de futebol. Ontem a noite, dizia o vice-presidente de futebol, Ernesto Pedroso, a respeito do que fazer. Pelo jeito ainda existe alguma dúvida se o técnico ou a falta de bons jogadores, pois, o que estão oferecendo em campo não vem dando bons pesságios.

Vi a final da Champions League entre a Juventus de Turim e o Barcelona, A festa que foi programada pelos pessoas ao entorno do espetáculo foi qualquer coisa de extraordinário. Logo após a partida, vitória contundente(3×1) do Barcelona, todos os integrantes que viveram em campo essa disputa foram homenageados. As palmas foram para as duas equipes tradicionais, mesmo com as nuvens carregadas nas várias acusações aos homens da FIFA, quem  nem por isso serviu para tirar o brilho dessa solenidade.

Lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.

Marin, Del Nero e CBF. Coisa feia.

5 junho, 2015 às 09:31  |  por Capitão Hidalgo

Várias tem sido as reuniões dentro da CBF, e na questão, a busca de se defender o atual Presidente, Marco Polo del Nero, que está pedindo esforços aos mandatários de federações, no caso de perder sua cadeira, o que fatalmente poderá acontecer, em  retirar do estatuto, aquela de dar ao mais velho presidente das federações nacionais a atribuição de chegar ao poder pelo avançado da idade. Nesse caso caberá ao presidente da catarinense, Delfin, o cargo de sequência,  mas que, curiosamente,  Del Nero, prova  não ter nenhuma simpatia ao cidadão. Com o fortalecimento financeiro que envolve a CBF, aqueles que participavam de forma amadora num mundo muito distante, hoje a situação é bem diferente com “mimos” enviados as federações para ocupação de cargos.

Outro assunto que pode estar sendo tratado dentro dessa entidade é a questão que alguns clubes, cito no momento Coritiba, Atlético e Paraná, estão buscando um fortalecimento na criação de uma liga para fugir dos dítames que impõe a CBF, sobretudo, neste atual momento de desilusão à aqueles que estão no poder com seus arranjos comerciais. Como a FIFA anda estropiada nas tantas acusações de propinas, inclusive, com a demissão do atual  presidente, Blatter, com toda certeza as federações mundiais estarão buscando munições para deterem a instabilidade corrupta que passa o futebol. Muitas mudanças estarão acontecendo para o bem do futebol, principalmente, o brasileiro, onde aqueles que conviveram com a anarquia financeira estarão respondendo a processos e CPIs , pela  averiguação dos fatos.

Com todos esse atropelos, o Campeonato Brasileiro vai sendo tocado no tranco com as muitas dúvidas, financeiras dos clubes, a individualidade dos jogadores e o plano técnico-tático dos técnicos, esses os mais atingidos pela falta de elencos mais fortalecidos. No plano regional quem vem dando as cartas é o Atlético Paranaense, colocando em cheque todos os comentaristas que apregoavam o desastre antecipado de um elenco que a bem pouco estava disputando um torneio da Morte. Hoje, após 5 rodadas, confirma isoladamente, o 1º lugar no Brasileirão Série A,  com 12 pontos conquistados. Se lá na frente alguns percalços venham acontecer, pelo menos os pontos somados é que estarão proporcionado uma maior tranquilidade no futuro.

Quem vem mal é o Coritiba, e o que mais pesa é ver um time sem ambição no campo e o que é pior,  já se acostumando com as derrotas sequentes. É difícil imaginar que erros individuais a cada jogo derrotem uma equipe que associa sua fragilidade com o lado emocional. Ontem, lá no Rio, uma falha do Helber, volante antigo na profissão, entregou de bandeja ao atacante do Fluminense, Vinicius, para a feitura do 1º gol da partida. Dias atrás, a falha foi do zagueiro, Leandro Almeida, muito fraco e que constantemente vem sendo titular. Quanto ao técnico, Marquinhos Santos, com esse elenco formado e tendo a necessidade de mudar a escalação a cada jogo, também, poderá sofrer consequências, mesmo que nem tudo cabe a ele esse mal momento do clube.

Agora, é bom afirmar que, históricamente, o Coritiba sempre teve diretores na área de futebol. Lembro de Munir Kalluf, Luis Afonso de Camargo, Estevão Damiani, Dr. João Carlos Vialle, enfim, outros mais, que faziam seus papéis integrados ao presidente do clube. Não eram remunerados, e sim, personagens do clube. Precisam os atuais estudarem a maneira com que esse clube chegou a vários títulos paranaenses e nacionais.

lembre-se: Que o melhor da vida é sua história.