Bailarinos precisam – e muito – de músculos fortes

25 janeiro, 2018 às 08:00  |  por Juliana Ribeiro

JRtriplaExposicaoWeb-41

Todos nós vamos envelhecer e um dos processos associados ao envelhecimento é a perda de massa muscular. São diversos os motivos que causam a perda muscular, como queda nos níveis de testosterona, aumento dos níveis de cortisol –hormônio associado ao stress –, uma alimentação ruim, perda de capacidade de digerir alimentos e, uma das mais importantes, a falta de exercícios físicos. É possível evitar a perda muscular se mantemos o foco em três itens fundamentais: alimentação saudável, controle dos níveis hormonais e exercícios físicos frequentes, como dançar.

Para quem tem a dança como profissão, o fortalecimento muscular é ainda mais importante, já que a musculatura define boa parte do seu desempenho como bailarino. São essenciais os exercícios para o abdômen e coluna, além do alongamento. Todos eles trazem mais condicionamento físico e equilíbrio para quem atua profissionalmente com a dança.

Quem dança com frequência pode acabar exigindo muito do corpo. São horas e mais horas ensaiando, outras tantas em apresentações. Se o músculo não estiver apto para realizar aqueles movimentos, a chance de uma lesão aumenta e muito.

O fortalecimento muscular também pode auxiliar professores de dança, que muitas vezes ficam tão concentrados em seus alunos que acabam esquecendo do próprio exercício. E assim a musculatura fica frágil e abre caminho para lesões que podem afastar a pessoa daquilo que ela mais ama fazer.

Outro ponto de destaque são os alongamentos. Eles evitam o desgaste da musculatura, previnem lesões e fraturas e, no caso dos bailarinos, devem ser feitos minuciosamente.

E você? Já se fortaleceu hoje?

Juliana Ribeiro, coreógrafa e bailarina profissional especializada em dança contemporânea.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>