Dia da idealização da infância.

12 outubro, 2017 às 17:52  |  por Willian Mac-Cormick Maron

A infância é um ideal de lembrança que tentamos romancear, justamente para ser um passado que não deixamos passar.

Que cuidemos da infância.

A imposição da perfeição (onde não se possibilita uma relação com as falhas e perdas) como o único objetivo válido e esperado para a criação dos filhos massacra, de certa forma, a infância e mascara nossas próprias falhas como cuidadores. Transformar a infância unicamente na idealização do adulto é estabelecer com essa criança uma relação violenta (mesmo com a melhor das intenções) passando a simples mensagem de que não é possível ou aceitável o erro e as limitações. Assim a criança se torna o fiel depositário das expectativas frustradas do adulto.

A criança aparece, na contemporaneidade, também como um ideal do adulto.

Uma entrevista de Jean-Pierre Lebrun registra bem a importância de uma edução não pautada no projeto de perfeição: “Ensinem seus filhos a falhar”.

Vale a leitura.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>