Sair da ‘zona de conforto’ e outras bobagens do mundo corporativo – El País

26 outubro, 2017 às 13:37  |  por Willian Mac-Cormick Maron

Para refletir sobre relações de alienação, falácias organizacionais e a aniquilação do desejo o indivíduo em detrimento aos “valores” da empresa.

Falácias, frases positivas e metafóricas que sustentam tanto uma fantasia de sermos sujeitos autônomos dentro das organizações como também mascaram uma real preocupação do mercado e do capital (como as pessoas que comandam) com o humano.

“O pensamento positivo elimina qualquer possibilidade de crítica e desloca a culpa e a dúvida para o indivíduo e não para a estrutura onde ele atua. Liga-se, assim, à concepção fantasiosa do eu empreendedor, da iniciativa pessoal do herói que tudo pode com a autogestão e que, no limite, é o único responsável pelos êxitos ou pelos fracassos”.

Leia a matéria na íntegra aqui

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>