Coluna Indumentária: Afinal, quem é plus size?

20 fevereiro, 2015 às 09:50  |  por Hellen Albuquerque

Foto-21_2

O mundo da moda é cheio de gente. E gente fala, e gosta de palavras e gosta de termos. Consequentemente, o mundo da moda é cheio nomenclaturas. Algumas se referem aos tecidos, outras às estamparias, comprimentos e origens. Porém outras referem-se a essa tal de gente que faz a moda. E aí que a coisa complica! Bem sabemos que somos todos diferentes, chegamos aqui sem manual, sem definição, e entre um tropeço e outro vamos aprendendo a andar. Alguns vão mais longe, aprender a andar em uma linha reta perfeita e chegam às passarelas. Esse espaço de sonho, antes reservado a uma pequena parcela, a cada dia se democratiza. Bem como a moda. Mas como somos pessoas e gostamos de colocar nome, dividem-se modelos, que também são pessoas que fazem a moda, em convencionais e plus size.

Afinal, quem é plus size?  “É uma questão bastante polêmica ainda, mas o que mais se fala aqui no Brasil é no manequim acima do 44. Por essa lógica nem sempre estamos falando de mulheres gordas, mas sim mulheres grandes”, explica Isabelle Campestrini, Miss Brasil Plus Size 2014. O termo que teve origem nos Estado Unidos, se refere a um tamanho maior, nem sempre relacionado com o peso, como diz Liliana Nakakogue, modelo plus size e autora do CWB Plus Size: “Se alguém é mais alto, usa uma numeração maior, não necessariamente está acima do peso, apenas tem um porte físico maior, de acordo com suas origens, como exemplo os alemães. Ou se calça um número maior de sapato também é considerado assim, então o que houve é que no Brasil, se popularizou no que diz respeito à moda, mas é no contexto de forma geral e as pessoas não abordam tanto isso”.

Foto-17_2

Nesse sentido, Isabelle se identifica com a definição ampla da palavra, ela que é manequim 48 já passou por algumas rejeições no meio sendo considerada muito magra para ser plus size: “Eu gosto dessa lógica, pois plus size significa tamanho maior… Tá, mas maior do que o que? Maior do que o que estamos acostumados a ver como modelos ou em mídias, ou nos concursos de beleza, ou como exemplos de beleza! As plus, ao meu ver, são mulheres grandes se compararmos ao que estamos acostumados a ter como referências, que podem ou não estar acima do peso! Depende da estrutura corporal de cada uma!”. Para se ver como um tamanho grande e assim aceitar-se são passos lentos e às vezes com tropeços.

10923597_800658796637551_4982542537422741849_n

Exatamente por isso, o bem estar consigo é o ponto que mais chama a atenção de Kelle Cristina Corrêa, nossa Miss Paraná Plus Size 2015: “Ser plus size é estar acima dos padrões normais de beleza e ser feliz com isso. É ter a autoestima trabalhada por meu autoconhecimento, saber que minha saúde está muito bem. Mas é acima de tudo, saber que enfrentei desafios e preconceitos para atingir este nível emocional e ainda assim eu continuo acreditando muito em mim, enquanto ser humano e enquanto mulher”. Resumindo essas nomenclaturas todas, porque somos gente e as adoramos, podemos dizer que plus size é alguém que não se limita.

assinatura-de-posts-hell

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>