Padre ligado a Gim diz que Agnelo Queiroz também intermediou doação

12 abril, 2016 às 18:37  |  por Karlos Kohlbach

Folha de São Paulo

O padre responsável pela paróquia que recebeu R$ 350 mil da OAS, a pedido do ex-senador Gim Argello, diz que o repasse corresponde a uma doação e que o ex-governador Agnelo Queiroz (PT-DF) também intermediou contribuições, mas da Andrade Gutierrez.

Os argumentos constam no ofício encaminhado pelo clérigo, padre Moacir Anastácio, ao Ministério Público Federal, nesta terça-feira (12).

Pela manhã, durante a 28ª fase da Operação Lava Jato, Gim Argello foi preso, sob suspeita de receber propina das empreiteiras OAS e UTC.

Em troca, o ex-parlamentar do Distrito Federal teria atuado para que os donos dessas empresas não fossem convocados pela CPI da Petrobras, instaurada em 2014 e da qual ele era integrante.

Os investigadores identificaram que parte do suborno supostamente pedido por Argello foi depositado na contas na Paróquia São Pedro, em Taguatinga, cidade-satélite de Brasília.

No documento encaminhado aos procuradores da Lava Jato, o padre Anastácio confirma o repasse, realizado em 2014.

Diz, porém, que jamais teve contato com representantes da construtora e que, até onde sabia, o valor era uma doação para bancar um evento da igreja.

Anastácio conta que o deputado distrital Washington Gil Mesquita, também do PTB, e antigo frequentador da paróquia, o informou que passaria os dados bancários da igreja a Gim Argello, outro que costuma ir às missas no local.

“Dr. Jorge (Gim) Argello[...] não mediu esforços para atender às necessidades da nossa paróquia, procurando a empresa OAS, que se dispôs a fazer a ‘doação’ para a defesa da Pentecostes”, relata o documento.

Tempos depois, sustenta o clérigo, ele foi informado que a OAS havia depositado os R$ 350 mil para a igreja.

Leia reportagem completa. 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>