Se votação fosse hoje, impeachment teria aprovação de 72%, diz estatística

12 abril, 2016 às 16:12  |  por Karlos Kohlbach

Folha de São Paulo

O pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff teria 71,9% de chances de ser aprovado na Câmara caso a votação fosse hoje, indica análise estatística do professor de economia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) Regis Ely.

Para que o processo seja aprovado, são necessários votos de 342 parlamentares, ou 67% do total. A Câmara tem 513 deputados.

A estatística considera que todos os deputados estariam presentes na votação. Caso 5% da Casa estivesse ausente, as chances de aprovação cairia para 68,6%.

Com ausência de 10%, Dilma conseguiria reverter o quadro, já que só 64,1% –percentual inferior aos 67% exigidos– dos presentes votariam a favor da saída da presidente, calcula Ely, que que atua nas áreas de previsão, análise de dados, séries temporais e finanças.

Leia reportagem completa. 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>