As histórias das mães especiais das crianças com Down

17 março, 2017 às 09:32  |  por Josianne Ritz
Franklin de Freitas

Franklin de Freitas

Uma reportagem de Rodolfo Kowalski na edição desta sexta, dia 17,  fala sobre a mães de crianças com Síndrome da Down. Vale a pena ler e se emocionar.

“Imagine que você sempre sonhou em conhecer a Itália. Você compra guias, faz planos e eis que chega o grande dia. Mas algo acontece e, em vez de desembarcar na Itália, você vai parar na Holanda. E é lá que deve ficar. O primeiro sentimento, inevitavelmente, é o de frustração. Com o tempo, porém, você vai conhecer (e se deslumbrar) com as tulipas, os moinhos de vento, vai descobrir as pinturas de Rembrandt e Van Gogh.

O relato acima é um resumo do texto “Bem Vindo à Holanda”, da escritora americana Emily Kingsley. Na obra, ele compara a experiência de alguém descobrir que o filho tem alguma deficiência com uma viagem para a Itália que acaba sendo desviada para a Holanda.

“Na gravidez você idealiza o filho. Quando as coisas não saem como era esperado, vem o choque”, afirma a protética Andresa Dambiski, de 40 anos. Ela é a mãe de Diogo, de dois, que tem Síndrome de Down (SD). A Holanda dela, portanto, foi a síndrome descrita em 1866 pelo pediatra inglês John Langdon Down.

No próximo dia 21 será celebrado o Dia Internacional da Síndrome de Down. No Brasil, nasce uma criança com SD a cada 600 a 800 nascimentos, independente de etnia, gênero ou classe social.

Leia reportagem completa aqui

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>