Desafiando-se na mudança

1 agosto, 2017 às 17:56  |  por equipe do Blog Maluco Beleza

shutterstock_497643082

 

Daniella Forster 

A essência da natureza humana pressupõe a necessidade de certa estabilidade, segurança, conforto e sentimento de apoio. Entretanto, temos novos fatores externos importantes da vida dita moderna. Citando alguns, o avanço tecnológico, a complexidade crescente da sociedade e a inversão de valores, onde o ter torna-se mais importante que o ser. Assim, surgem demandas diárias que fazem as pessoas sentirem-se continuamente expostas a situações, momentos e relacionamentos que exigem mudanças.

Neste sentido, mudança exige um esforço considerável, trata-se de desafiar-se continuamente e respeitar os passos necessários para garantir a sua efetividade. Mudar rápido demais, significa muitas vezes “performar”, atuar, fingir que mudou. Mudar verdadeiramente implica em lutar consigo mesmo, abdicar de suas até então verdades, de enfrentar as suas contradições e amadurecer as suas limitações intelectuais, emocionais, comportamentais. Em outras palavras exige tempo as principalmente sinceridade consigo.

Ninguém muda preso ao passado, amarrado em seus erros, atormentado em suas culpas. Só muda quem transcende a sua própria história, sendo capaz de gerar experiência e conhecimento para tornar o hoje um viver consciente, mais adaptado, mais flexível, mais aberto, mais corajoso diante das adversidades e dificuldades inerentes à sociedade atual. Só muda quem vê o futuro como um projeto que só ganha força e consistência, se devidamente considerado dentro da realidade, com certa dose de indefinição e instabilidade.

Em outras palavras, as escolhas e decisões de cada indivíduo precisam refletir cuidado, amor próprio. Já que nosso entorno pode ser duro, insensível, pesado e dramático, buscar estrutura é fundamental. Relacionamentos íntimos saudáveis e com certa estabilidade, trocas positivas de carinho e afeto podem favorecer maior competência para administrar intempéries relacionadas ao cotidiano. Atividades profissionais que dignificam e usam ou incrementam o seu potencial, que te transformam em uma pessoa melhor, também geram base sólida para absorver todo e qualquer desiquilíbrio intrínseco à carreira profissional.

Então, sem medo de olhar no espelho, de ver que a imagem refletida encontra-se em estado de choque, apavorada diante de certos desafios. Mudança exige superação e coragem, principalmente quando nos confrontamos com nossos inimigos internos que foram criados ao longo da nossa trajetória. Expulsá-los e colocar em seu lugar novas percepções e olhares, certamente favorecerá uma perspectiva mais positiva e uma mudança verdadeira.

Daniella Forster é psicóloga, mestre em Administração e especialista em coaching de carreira. É coordenadora do PUC Talentos, núcleo de empregabilidade da PUCPR.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>