Saúde metropolitana integrada é fortalecida com R$ 4,3 milhões anuais

7 agosto, 2017 às 08:07  |  por Mario Akira

Em cerimônia na Prefeitura de Curitiba na sexta-feira (4/8), o prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, receberam o ministro da Saúde, Ricardo Barros, para a assinatura do convênio de ampliação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e liberação de recursos federais. O ministro anunciou a habilitação de cinco ambulâncias do Samu Metropolitano de Curitiba. São quatro ambulâncias de suporte básico e uma de suporte avançado (com UTI), que têm como base os municípios de Pinhais, Colombo e Piraquara.

A habilitação significa que o Ministério da Saúde vai aportar R$ 4,3 milhões por ano aos municípios para contribuir no custeio das ambulâncias e também no de leitos que já estavam em funcionamento: dez de unidade coronariana no Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, e mais dez de unidade neonatal no Hospital São José, em São José dos Pinhais.

 

 

Rede metropolitana

O Samu, em Curitiba, funciona numa rede de urgência e emergência metropolitana, na qual fazem parte 19 municípios, além da capital: Agudos do Sul, Araucária, Balsa Nova, Bocaiúva do Sul, Campo do Tenente, Campo Largo, Campo Magro, Colombo, Contenda, Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Piên, Pinhais, Piraquara, Quitandinha, Rio Negro, São José dos Pinhais e Tijucas do Sul. Os municípios de Pinhais, Colombo e Piraquara passaram a fazer parte da rede recentemente, desde dezembro de 2016.

“A habilitação é um incremento que amplia a capacidade operacional da rede metropolitana de urgência e emergência, viabilizando acesso mais qualificado dos pacientes aos serviços essenciais resolutivos”, afirmou a secretária Márcia Huçulak.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>