Arquivos da categoria: Comec

Parques metropolitanos

14 agosto, 2012 às 15:28  |  por Mario Akira

A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) lançou três editais de licitação para parques metropolitanos, sendo dois para estudos de concepção dos parques e um para projeto de engenharia. As licitações são na modalidade tomada de preço, tipo técnica e preço e o prazo de execução é de 120 dias, contados a partir da publicação do contrato.

Os parques integram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do Ministério das Cidades, e têm por objetivo melhorar as condições de drenagem na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), minimizando impactos e criando condições para uma gestão sustentável da drenagem urbana.

Uma das licitações é para contratação de uma empresa para elaboração de projeto de engenharia básico e executivo de drenagem no Parque Ambiental Palmital, em Pinhais. O preço máximo do projeto é de R$ 106.700,00.

Os outros dois editais são para elaboração de estudo de concepção de dois parques metropolitanos: o Parque Ambiental Itaqui, em São José dos Pinhais, com preço máximo de R$ 200 mil, e o Parque Ambiental Piraquara, em Piraquara, com preço máximo de R$ 150 mil.

Os editais poderão ser obtidos junto ao Departamento Financeiro da Comec (Rua Máximo João Kopp, 274 – bloco 3 – Santa Cândida – Curitiba-PR) ao custo de R$ 50,00 (cada edital). Mais informações no site: www.comec.pr.gov.br

Conselho consultivo da Comec

3 abril, 2012 às 08:39  |  por Mario Akira

Prefeitos e representantes de 17 municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) participaram na semana passada da 1° Reunião de 2012 do Conselho Consultivo da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba).

Um dos assuntos discutidos foi a integração do transporte coletivo da RMC. O gestor de Operação do Transporte Coletivo da Urbs (Urbanização de Curitiba SA), Luiz Fila, explicou sobre a licitação do transporte coletivo metropolitano. A Comec e a Urbs estão analisando esta questão há cerca de um ano. “Esta foi a primeira reunião com as prefeituras mas vamos promover outras para poder debater o assunto”, disse o coordenador geral da Comec, Rui Hara.

A coordenadora de Planejamento da Comec, Maria Luiza Malucelli Araújo, informou sobre os projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) II voltados para a melhoria das condições de drenagem da região metropolitana. E o diretor Técnico da Comec, Sandro Setim, abordou sobre a situação dos projetos do PAC da Mobilidade/Copa 2014 que melhoram a mobilidade da metrópole.

Para que as reuniões da Comec possam ser mais produtivas a partir de agora elas deverão ser divididas em grupos: Conurbados, região Norte e região Sul. Esta divisão servirá apenas discussão de assuntos de interesse regional mas, nos assuntos de interesse geral, as reuniões contarão com os 29 municípios da RMC.

Participaram do evento representantes da Secretaria de Assuntos Metropolitano de Curitiba (SMAM), Instituto de Pesquisa e Planejamento de Curitiba (IPPUC) e prefeituras de Araucária, Balsa Nova, Bocaiuva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente, Campo Magro, Campo Largo, Colombo, Contenda, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Piên, Pinhais, Rio Negro, São José dos Pinhais e Tijucas do Sul.

Comec no Japão

20 janeiro, 2012 às 18:09  |  por Mario Akira

O coordenador-geral da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), Rui Hara, vai participar do “Seminário Brasil-Japão para Promoção de Eficiência Energética e Conservação/Capacitação”, que será realizado no período de 30 de janeiro a 3 de fevereiro, em Tóquio, Japão. O evento é uma promoção do Ministério da Indústria e Comércio do Japão e agência coligada ECCJ (The Energy Conservation Center) e da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná.

Rui Hara viaja a convite do governo do Japão e vai apresentar o trabalho desenvolvido na Região Metropolitana de Curitiba. Ele será o chefe da comitiva formada por 15 integrantes que representam instituições como Copel, Fiep, Lactec, Itaipu, Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria do Planejamento, Câmara do Comércio Brasil-Japão, entre outras.

O seminário também será importante para discutir as barreiras existentes para implantação de modelos de eficiência energética e as soluções que poderão ser adotadas para resolver esta questão.

Mapotec

13 janeiro, 2012 às 07:53  |  por Mario Akira

A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) informa que, desde a quarta-feira (11), a Mapoteca tem um novo horário de atendimento ao público: das 9 às 11 horas, de segunda a sexta-feira. A Mapoteca da Comec  é constituída por bases cartográficas, projetos e outros documentos sobre a Região Metropolitana de Curitiba. Sua coleção de documentos é composta por 4.000 cartas topográficas, 2.000 mapas e 5.000 fotos aéreas e está à disposição para consulta local e fornecimento de cópias.

Enchentes

17 setembro, 2011 às 08:24  |  por Mario Akira

Curitiba e região metropolitana devem reforçar o planejamento conjunto de ações de prevenção para os problemas das enchentes. O assunto foi discutido na sexta-feira (16) em reunião realizada na Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec).

O encontro reuniu representantes do Instituto Águas do Paraná, Sanepar, Secretaria Municipal de Obras Públicas de Curitiba e Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Curitiba. Também foi abordada a necessidade de compatibilizar ações dos planos diretores de drenagem dos municípios.

Ficou acertado que a Comec vai convidar alguns municípios para um encontro no dia 21 de setembro, quando serão discutidas as ações a serem desenvolvidas pelo governo do Estado, prefeitura de Curitiba e prefeituras de municípios da região.

Visita espanhola

12 agosto, 2011 às 08:09  |  por Mario Akira

Para conhecer o trabalho desenvolvido pela Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) estiveram na sede da instituição, no dia 9 de agosto, o presidente da Fundacion Metropoli, da Espanha, Alfonso Vegara e o assessor Cleon Ricardo dos Santos. Eles foram recebidos na Comec pelo coordenador, Rui Hara, pelo diretor-presidente, Gil Fernando Bueno Polidoro, e pelo chefe de gabinete, Mario Ogama.

A Fundacion Metropoli, com sede na Espanha, atua com projetos que visam construir um futuro sustentável para as oportunidades de desenvolvimento territorial e econômico das cidades.

Ajustes para a Copa

25 julho, 2011 às 13:09  |  por Mario Akira

Representantes das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 participaram no dia 21 de julho, no Ministério do Planejamento, em Brasília, da terceira rodada de monitoramento presencial realizadas pelo Grupo Executivo da Copa (Gecopa), integrado pelos ministérios do Esporte, Cidades, Casa Civil, Planejamento e Fazenda. O secretário do Paraná para Assuntos da Copa do Mundo 2014, Mario Celso Cunha, informou que foram feitos ajustes de valores e prazos, dos contratos de mobilidade urbana e revisão de modal.

Segundo ele, ficou acertado que a assinatura da revisão da Matriz de Responsabilidades acontecerá no período entre 31 de julho a 15 de agosto. O lançamento do segundo balanço da Copa 2014 foi marcado para a segunda quinzena de agosto.

“Os nove projetos do Paraná e de Curitiba (cidade-sede), estão dentro dos prazos fixados. Nesta semana devemos ter a definição das obras de conclusão da Arena da Baixada, para fechar o ciclo de responsabilidades”, assegurou Mario Celso.

“Todas as obras terminam com tranquilidade até dezembro de 2013, sem nenhuma dificuldade”, reforçou o presidente do Ippuc, Cléver Almeida, em referência ao prazo fixado pelo governo federal para conclusão das obras da Copa.

Monitoramento

20 julho, 2011 às 08:04  |  por Mario Akira

A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) assinou na terça-feira (19) contrato para elaboração de estudos e projetos de engenharia para desenvolvimento do Sistema Integrado de Monitoramento Metropolitano (SIMM). O projeto, no valor de R$ 131.550,00, será entregue no prazo de 150 dias. O SIMM faz parte do PAC da Mobilidade/Copa 2014 e a empresa contratada deverá apresentar projeto para aplicação de sistemas inteligentes de transporte e trânsito do processo integrante da mobilidade urbana da região metropolitana de Curitiba.

O projeto deve considerar a implantação de um centro de controle de operações para receber as informações geradas por subsistemas integrados: sistema de semáforos inteligentes com prioridade seletiva ao transporte coletivo; sistema de radar provido de leitura automática de placas; videomonitoramento; painéis de mensagem variável e painéis de informação aos usuários de transporte. Com base nestas informações, a central de controle tomará decisões de forma rápida, garantindo fluidez do tráfego, pontualidade do transporte coletivo, segurança e conforto dos usuários.

Lote 2

20 julho, 2011 às 07:04  |  por Mario Akira

A Comec e o consórcio Esteio-Engemin-Conspel assinaram na segunda-feira (18) o contrato para elaboração de estudos e de projetos de engenharia viária para implantação da obra do Lote 2 do Corredor Metropolitano. O contrato, no valor de R$ 2,199 milhões, faz parte do PAC da Mobilidade / Copa 2014. O projeto executivo deverá ser entregue no prazo de 240 dias. O Lote 2 do corredor metropolitano tem 36 quilômetros e inicia na BR-116 (em Colombo), passa por Pinhais e Piraquara e se estende até o entroncamento do Contorno Leste, considerando a Avenida Rui Barbosa (em São José dos Pinhais). O corredor metropolitano tem uma extensão total de 79 quilômetros e vai ligar Colombo a Araucária. A obra foi dividida em três lotes. Na semana passada a Comec já havia autorizado o projeto do Lote 1, com 11 quilômetros, da Rodovia da Uva (PR-417) até a BR-116. O Lote 3, cujo contrato ainda não foi assinado, tem 32 quilômetros de extensão, e segue do Contorno Leste até a BR-476 (em Araucária).

Nota publicada na Coluna Metrópole do Jornal do Estado de quarta-feira (20).

Conselho consultivo reativado

18 abril, 2011 às 14:10  |  por Mario Akira

Prefeitos e representantes das 26 cidades que compõem a Região Metropolitana de Curitiba participaram, na sexta-feira (15), da reunião do Conselho Consultivo da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba). A última vez que este Conselho se reuniu foi há 10 anos. Estamos reativando-o agora para que seja um importante fórum de discussão das soluções para os problemas da metrópole”, disse o coordenador da Comec, Rui Hara.

Na primeira reunião do Conselho Consultivo, foram discutidos vários assuntos como a possibilidade de criação de setores que agreguem municípios com características regionais comuns; a solicitação de Pien, Rio Negro e Campo do Tenente para integrar a Região Metropolitana de Curitiba; a implantação de saneamento básico de acordo com projeto da Sanepar; o estudo de viabilidade para criação de novos Armazéns da Família e a regulamentação dos usuários do Mercado do Produtor (local denominado Pedra); e a criação de Câmaras Técnicas para tratar de assuntos específicos de interesse comum.