Arquivos da categoria: Copa 2014

Governo unifica ações no Aeroporto Afonso Pena para atendimento a desastres

9 abril, 2014 às 15:13  |  por Mario Akira

O Governo do Paraná promoveu na terça-feira (8) o workshop para integração da Saúde em Grandes Eventos, com foco no Aeroporto Internacional Afonso Pena. Recentemente, o governo unificou os protocolos de ação na área da Saúde para Desastres e Atendimento de Múltiplas Vítimas, que será utilizado quando houver algum tipo de acidente desta natureza.

O aeroporto é uma das principais portas de entrada de mercadorias e pessoas no Estado do Paraná. A integração do protocolo ocorre por conta da Copa do Mundo no país e ficará como legado para a cidade e para o Estado. “Cada órgão tem uma maneira de agir estabelecida e a integração dos protocolos de ação facilita a comunicação e diminui os erros”, afirma o diretor de Políticas de Urgência e Emergência da Secretaria Estadual de Saúde, Vinicius Filipak.

O evento reuniu 70 profissionais da Secretaria da Saúde, Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Infraero, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Defesa Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Força Aérea Brasileira, Samu, Siate e secretarias de saúde de Curitiba e São José dos Pinhais.

O major Antonio Hiller, da Defesa Civil Estadual, explicou que a necessidade de integrar as ações foi identificada pelos próprios profissionais. “Como o tema central foi o aeroporto, os profissionais que atuam no local também foram integrados neste processo”, explica.

Uma das atividades do workshop foi a simulação de ações em situação de desastres. “Trouxemos situações complexas, como queda de avião, atos terroristas, acidentes com materiais radiológicos e biológicos e entrada de doenças infectocontagiosas”, explica a médica da Secretaria da Saúde, Beatriz Monteiro.

Profissionais do turismo na Lapa começam a estudar inglês para a Copa do Mundo

21 agosto, 2013 às 15:26  |  por Mario Akira

As aulas do Pronatec Copa na Empresa – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – começaram nesta semana no município da Lapa. São beneficiados 60 alunos, divididos em três turmas, e as aulas serão ministradas pelo Senac, na Escola Municipal Doutor Pedro Passos Leoni.

O secretário de Turismo do Paraná, Jackson Pitombo, explica que esta é uma oportunidade única para aperfeiçoamento profissional. “Além dos cursos serem gratuitos, o profissional matriculado tem a possibilidade de aumentar o ganho financeiro com a qualificação”.

A prefeita Lapa, Leila Klenk, falou sobre a importância do idioma inglês para atender os turistas estrangeiros que visitam a cidade histórica. “Um segundo idioma é essencial para a vida de qualquer pessoa e graças ao programa Pronatec Copa na Empresa damos esta oportunidade de aperfeiçoamento para a nossa população”.

O programa Pronatec Copa na Empresa oferece cursos gratuitos para profissionais que atuam em empresas de turismo, visando o aperfeiçoamento para a Copa do Mundo de 2014. As vagas são ofertadas pela Secretaria de Estado do Turismo, por meio do Pronatec, do Ministério da Educação. No programa, os próprios empregadores escolhem o curso, o local, o horário e a frequência das aulas, que podem ser ministradas na própria empresa ou na instituição escolhida.

Não há custo para as empresas ou para o aluno que, matriculado nas instituições credenciadas, recebe material didático gratuito, além de benefícios. No Senac e no Instituto Federal do Paraná (IFPR) há auxílio estudantil no valor de R$ 2,00 e R$ 1,90, respectivamente, por hora/aula assistida. Já o Senai oferece auxílio para alimentação e transporte aos frequentadores das aulas.

Pequeno Príncipe assina protocolo de intenções com o Atlético

20 agosto, 2013 às 08:45  |  por Mario Akira

O Complexo Pequeno Príncipe e o Clube Atlético Paranaense assinaram na  segunda-feira (19), durante a coletiva sobre o andamento das obras do Estádio Joaquim Américo Guimarães, a Arena da Baixada, um protocolo de intenções.
Diante do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, Ronaldo Nazário, Bebeto e autoridades, o presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, destacou “este protocolo de intenções é o primeiro legado da vinda da Copa para Curitiba”.

O clube se comprometeu a destinar um espaço entre 1.000 m2 e 1.500 m2 nas dependências no setor conhecido como Brasílio Itiberê. A área abrigará diferentes ambulatórios de especialidades do hospital, que fazem atendimento para pacientes do SUS e hoje ocupam casas alugadas na região.

“Através da parceria, nós vamos destinar um espaço dentro do novo estádio para abrigar uma estrutura de atendimento a crianças com problemas cardíacos. Será um espaço permanente para auxiliarmos as nossas crianças. Ministro, o senhor pediu que nos sensibilizássemos com esta causa, por isso aproveitamos o momento para assinar este protocolo”, ressaltou Petraglia.

“É uma obra social voltada para a saúde das crianças e que tenho certeza de que o Atlético, junto com o Pequeno Príncipe, vai deixar essa esperança benéfica para o Brasil”, aposta o ministro.

Para o diretor-corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro Carneiro, a iniciativa é um exemplo para o país. “Como curitibano e diretor do Pequeno Príncipe, fico orgulhoso e gostaria que outras sedes tivessem a mesma iniciativa. Essa é uma parceria em que todos os envolvidos ganham”, destaca.

O protocolo de intenções será válido até 31 de dezembro de 2014. A expectativa é que todos os detalhes da futura parceria sejam definidos antes desse prazo e que a área possa efetivamente ser utilizada em 2015.
O objetivo do hospital é transferir entre quatro e seis ambulatórios de especialidades (local onde são realizados consultas e acompanhamentos clínicos), entre elas cardiologia, anestesiologia e ambulatório cirúrgico.

Câmaras temáticas da Copa

21 maio, 2013 às 16:06  |  por Mario Akira

A prefeita em exercício Mirian Gonçalves e o secretário municipal da Copa, Reginaldo Cordeiro, participaram nesta terça-feira (21) pela manhã de uma reunião com representantes das nove câmaras temáticas da Copa do Mundo 2014. No encontro, ocorrido no Palácio Iguaçu, foram repassadas informações sobre os preparativos do município para o Mundial do ano que vem.

Mirian ressaltou a importância da integração de todas as esferas de poder para o sucesso da organização da Copa e assegurou que Curitiba irá cumprir os compromissos assumidos.

“Tenho certeza de que Curitiba será uma sede preparada para o evento, inclusive para atender o turismo internacional”, disse Mirian, em pronunciamento durante o encontro.

O secretário Reginaldo Cordeiro – que também preside a Câmara Setorial de Esporte e Ação Social – fez um balanço das ações da Prefeitura relativas ao Mundial, prestou informações sobre o andamento das obras na Arena da Baixada e a situação das intervenções de mobilidade financiadas pelo PAC da Copa. “As seis obras serão concluídas. Apesar de haver um atraso, estamos recuperando os cronogramas e elas serão entregues”, declarou.

O encontro teve as presenças do governador em exercício Flávio Arns; do secretário de Estado para a Copa 2014, Mario Celso Cunha; de representantes das Forças Armadas, das polícias Civil, Militar e Guarda Municipal, entidades sindicais e parlamentares.

Câmara temática

22 março, 2013 às 08:51  |  por Mario Akira

A Câmara Temática da Transparência, da Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo 2014, se reuniu na tarde de quinta-feira (21) para debater sobre assuntos relacionados à elaboração do Caderno de Legados do evento Copa 2014 no Paraná.

No encontro, Célia Baptista, da Secretaria Estadual de Controle Interno, assumiu a presidência da Câmara, e João Augusto Fleury, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR), a vice-presidência.

Nesta sexta-feira (22) acontece a reunião da Câmara Temática do Meio Ambiente e Sustentabilidade. Na segunda-feira (25) será realizada a reunião da Câmara Temática da Segurança, depois acontecem as reuniões das Câmaras Temáticas do Turismo (terça-feira, 26), da Saúde (quarta-feira, 27) e Infraestrutura (quinta-feira).

TCE e Copa

26 novembro, 2012 às 15:36  |  por Mario Akira

As obras executadas em Curitiba e Região Metropolitana para a Copa de 2014 estão atrasadas e custarão mais do que os valores estipulados inicialmente. Essa é a conclusão do Relatório 3/2012, da Comissão de Fiscalização da Copa do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), aprovado pelo Pleno da corte na sessão desta quinta-feira (22).

Integrada por 21 técnicos com diferentes formações profissionais – como engenheiros, arquitetos, advogados e contadores –, a comissão examinou sete obras sob responsabilidade da Prefeitura de Curitiba e cinco do Governo do Estado. O relatório reflete a situação verificada em 20 de agosto, data de sua conclusão.

Naquele momento, as seis obras em execução pela Prefeitura de Curitiba (Corredor Aeroporto/Rodoferroviária, reforma e ampliação da Rodoferroviária, Terminal de Ônibus do bairro Santa Cândida, Sistema Integrado de Monitoramento, Extensão da Linha Verde-Sul e Corredor da Avenida Marechal Floriano) estavam atrasadas em relação ao cronograma inicial. A sétima obra (Corredor da Avenida Cândido de Abreu), cuja previsão de início era junho deste ano, ainda não havia sido começada.

A execução de todas as obras do governo estadual destinadas à Copa (parte dos corredores Aeroporto/Rodoferroviária e Avenida Marechal Floriano, Sistema Integrado de Monitoramento Metropolitano, Corredor Metropolitano e vias de integração radial metropolitanas) também estava atrasada em relação aos prazos estabelecidos na Matriz de Responsabilidades original, assinada em janeiro de 2010.

O custo desse conjunto de obras passou de R$ 446 milhões, em 2010, para R$ 573,4 milhões, na previsão atualizada em julho deste ano, em nova Matriz de Responsabilidades. “Ressalte-se que, como os valores financiados não foram alterados, os recursos adicionais serão, a princípio, assumidos pelos responsáveis pela execução das obras, como complementação dos valores de contrapartida”, afirma trecho do relatório.

Riscos – Entre os riscos dessa situação, os técnicos apontam a eventual falta de recursos municipais e estaduais para arcar com o aumento dos custos; a interrupção do fluxo de recursos dos empréstimos federais e a possibilidade de que as obras não estejam concluídas até a Copa, cujo início está programado para junho de 2014.

A Comissão do TCE recomenda aos governos municipal e estadual a elaboração de um plano de ação para enfrentar esses riscos. O relatório aprovado em plenário será enviado a todos os órgãos dessas duas esferas públicas ligados à realização da Copa e também aos organismos federais responsáveis pelos repasses de recursos e sua fiscalização.

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) já apresentaram ao TCE suas considerações em relação aos apontamentos do relatório. Esses argumentos foram analisados pelos técnicos do Tribunal, mas não foram capazes de alterar as conclusões e recomendações do documento.

Contra o turismo sexual

8 novembro, 2012 às 15:34  |  por Mario Akira

O ministro do Turismo, Gastão Vieira,  e o presidente do Conselho Nacional do SESI, Jair Meneguelli, encontraram-se na quarta-feira (7), em Brasília, para discutir a realização de uma ação conjunta de prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes durante a Copa do Mundo de 2014. No último dia 23, o SESI divulgou, em Paris, o resultado de uma pesquisa que indica a possibilidade do aumento de casos no país em função do fluxo turístico que deverá ser gerado pelo Mundial.

O SESI é um dos patrocinadores de uma campanha preventiva que terá início em 2013 e abrangerá cerca de 20 países da Europa, África e América do Sul. A ação deverá atingir pessoas que pretendem viajar para o Brasil para acompanhar os jogos, bem como empresas ligadas ao turismo. Com o slogan “Não desvie seu olhar”, a campanha está sendo desenvolvida pela rede ECPAT (Fim do Tráfico e da Prostituição de Crianças), presente em mais de 80 países.

Meneguelli disse ao ministro que irá apresentar uma proposta para a replicação dessa campanha no Brasil, em parceria com o Governo Federal. “Esse é um problema que é de todo o país, por isso, a prevenção tem de contar com a participação de todos os setores. Precisamos formar uma grande rede do bem para combater a rede da exploração que é muito bem organizada”, ressaltou.

Gastão Vieira se comprometeu a fazer a articulação com outros dois ministérios, Esportes e Direitos Humanos, assim que receber a proposta. E destacou que o trabalho de prevenção à exploração é uma das prioridades da sua pasta. O ministro está acompanhando de perto a implementação de um piloto, que vai oferecer cursos de qualificação no setor turístico a jovens atendidos pelo ViraVida – programa do SESI de atendimento a vítimas de exploração sexual.

“O ViraVida é importantíssimo para o novo momento do MTur. Esse projeto não saiu mais da minha cabeça desde a primeira vez que conversamos sobre ele. O turismo pode ser um grande empregador para os alunos formados pelo ViraVida. Penso, ainda, em fazer uma troca de experiência com a Argentina e o Uruguai para o ensino de espanhol”, afirmou Vieira.

Uma pesquisa encomendada pelo Conselho Nacional do SESI, com base em dados oficiais de fluxo turístico em Salvador (BA) e São Paulo (SP), revelou que há uma relação entre o desembarque de turistas estrangeiros que vêm ao Brasil a passeio e o aumento das denúncias de exploração sexual feitas ao Disque 100, serviço de denúncias do Governo Federal.

De acordo com o levantamento produzido pela John Snow Brasil Consultoria, entre os anos de 2008 e 2010, a cada 370 turistas estrangeiros que chegaram a Salvador, uma denúncia foi feita ao Disque 100. Já em São Paulo, era preciso a entrada de 2.567 turistas para que houvesse o aumento de uma denúncia ao serviço, quase dez vezes mais que na Bahia.

Manual de boas práticas

27 setembro, 2012 às 16:06  |  por Mario Akira

A parceria entre o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) para a fiscalização das obras da Copa de 2014 resultará em um manual de boas práticas de construção de obras públicas, que poderá ser utilizado por toda a sociedade. Projeto de extensão da UFPR, o manual reunirá indicadores de desempenho, levando-se em conta aspectos como qualidade de materiais e serviços, planejamento adequado e impacto ambiental.

O tema foi discutido durante reunião, nesta quinta-feira (27), na qual técnicos da Coordenadoria de Engenharia e Arquitetura do Tribunal (CEA) e professores da UFPR definiram o cronograma inicial e a metodologia de trabalho para a fiscalização das obras da Copa no Paraná. A parceria reunirá 22 estudantes dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura, sob a coordenação dos 14 profissionais dessas duas áreas que atuam na CEA.

Na primeira etapa do trabalho, que será iniciada na próxima semana, a equipe vai analisar projetos e preços de seis obras de melhoria da mobilidade urbana incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa. No total, o PAC da Copa é formado por um conjunto de nove obras que visam melhorias no escoamento do tráfego e no transporte público e somam aproximadamente R$ 575 milhões, em investimentos do Governo do Estado e da Prefeitura de Curitiba.

“A preocupação do Tribunal é que as obras sejam executadas com qualidade e nos prazos estabelecidos, evitando aditivos”, afirma o engenheiro Luiz Henrique de Barbosa Jorge, coordenador da CEA. Desde 2009, o TCE possui um Grupo de Trabalho multidisciplinar que acompanha as obras da Copa.

Para iniciar o trabalho, a equipe da UFPR, sob o comando do professor Mauro Lacerda Santos Filho, coordenador do Departamento de Construção Civil, receberá do TCE os projetos e planilhas das obras em análise. Os alunos participarão de seminário técnico e treinamento sobre gestão de custos, para se familiarizar com a rotina de execução e fiscalização de obras públicas.

Na Câmara

23 agosto, 2012 às 14:58  |  por Mario Akira

Os vereadores de Curitiba promoveram um esforço conjunto nesta quinta-feira (23), com a realização simultânea de quatro comissões permanentes da Câmara de Curitiba. Na pauta, projetos de lei que diziam respeito à realização da Copa de 2014 na cidade, à implantação da primeira linha de metrô do município e ao Sistema de Informação ao Cidadão, parte integrante da política de transparência do Legislativo.

Sobre a Copa, espeficiações sobre a concessão do potencial construtivo para o Clube Atlético Paranaense concluir o seu estádio.

Voluntários para a Copa de 2014

22 agosto, 2012 às 16:02  |  por Mario Akira

Os interessados em trabalhar como voluntários durante a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, Copa das Confederações e eventos auxiliares já podem se inscrever no site da FIFA.com.

O Programa de Voluntariado foi lançado na terça-feira (21), durante evento realizado no Gran Hotel Stella Maris, em Salvador.  O número de voluntários encontra-se em análise, mas a previsão é de que 7 mil dêem a sua contribuição para a Copa das Confederações no ano que vem e 15 mil para a Copa do Mundo 2014 além dos voluntários para os eventos auxiliares.

O lançamento contou com a presença dos ex-jogadores de futebol Ronaldo Fenômeno e Bebeto, além do diretor do Comitê Organizador Local (COL) da FIFA Ricardo Trade e do secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes.

Para o secretário municipal da Copa, Luiz de Carvalho, ser voluntário num evento como este é uma oportunidade única. “Contribuir com a realização deste importante evento, que deixará um legado enorme para a cidade de Curitiba, será uma experiência inesquecível para todos os voluntários”.

O secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, detalhou a atuação dos voluntários em outras áreas da cidade ligadas ao atendimento ao público em geral. “Além do processo de seleção coordenado pelo COL e pela FIFA, lançaremos um segundo pilar do programa absolutamente integrado com o primeiro, que será coordenado pelo Governo Federal com a participação das sedes visando atender o movimento nos aeroportos, áreas de fluxo, pontos turísticos, entornos e FIFA Fan Fests”, disse.

Inscrições – Para se candidatar a voluntário é necessário ter no mínimo 18 anos, disponibilidade para trabalhar 20 dias seguidos e pelo menos 10 horas por dia durante algum dos eventos. Os voluntários trabalharão nos estádios e em outros locais oficiais da Copa das Confederações da FIFA e da Copa do Mundo da FIFA, em áreas como serviços de transmissão, serviços de alimentação, transporte, protocolo, credenciamento, tecnologia da informação, operações de imprensa, hospitalidade, serviços médicos e competições, entre outras.

As inscrições para o Programa de Voluntariado devem ser feitas pelo site FIFA.com, acessando o link “Brasil 2014 – Voluntários”. No ato da inscrição é possível escolher os eventos nos quais o candidato gostaria de trabalhar: o sorteio da Copa das Confederações da FIFA, marcado para dezembro deste ano em São Paulo, Copa das Confederações da FIFA, em junho de 2013, sorteio da Copa do Mundo da FIFA, previsto para o fim de 2013 na Costa do Sauípe, e a Copa do Mundo da FIFA, que ocorrerá em junho e julho de 2014.

O processo seletivo ocorre simultaneamente para os quatro eventos. Após o período de 15 dias, o número de inscrições será avaliado, podendo essa etapa ser encerrada ou prorrogada.

Link para o site

https://ems.fifa.com/Volunteer/Brazil/Login/