Primeira fase do vestibular da UFPR

31 outubro, 2014 às 16:50  |  por Heidi Motomura

Será no domingo (02 de novembro) a primeira fase do vestibular 2014/2015 da Universidade Federal do Paraná. Os 57.068 candidatos vão disputar 6.755 vagas distribuídas em 117 cursos. Os vestibulandos podem obter mais informações  na página do Núcleo de Concursos (www.nc.ufpr.br).

Este ano, haverá provas também nos Campi de Matinhos, no Litoral, em Jandaia do Sul e em Palotina. Em Curitiba, os candidatos serão distribuídos em 33 locais, sendo que a maior concentração é na Pontifícia Universidade Católica, com 11.675 vestibulandos. Medicina é de novo o curso mais concorrido com 59,09 candidatos para cada uma das 133 vagas. Depois vem Publicidade e Propaganda, com 30,86 candidatos e, em terceiro, o curso de Psicologia, com 29,45 candidatos para 56 vagas.
HORÁRIO: Os portões abrem às 12h30min para acesso dos vestibulandos às salas de prova e serão fechados às 13h30min. As provas começam às 14 horas, com cinco horas de duração e os candidatos devem responder 80 questões de conhecimentos gerais, no formato de múltipla escolha.
ALGUNS LOCAIS DE PROVAS:

UFPR – Campus do Centro Politécnico: 2.637 candidatos
UFPR – Setor de Ciências Agrárias: 1.016
UFPR- Edifício D. Pedro I: 378
UFPR – Edifício D. Pedro II: 559
UFPR – Setor de Educação Profissional e Tecnológica: 747
UFPR- Campus do Jardim Botânico: 2.828
Unibrasil – Tarumã: 5.423
Positivo – Campo Comprido: 4.980
Unicuritiba – Rebouças: 4.137

SISU- O número de vagas ofertadas pela UFPR para o SISU (Sistema de Seleção Unificada) cresceu 20,6 neste vestibular, que agora oferta 1.925 vagas.O Sisu é um sistema gerenciado pelo Ministério da Educação no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio). De acordo com o coordenador do Núcleo de Concursos da UFPR, professor Mauro Belli, o processo seletivo para entrada em 2015 foi aprimorado. No ano passado, a UFPR utilizou o ENEM de duas maneiras.

Primeiro, para determinar o escore final do vestibular (10% ENEM e 90% com as provas do vestibular). Segundo, para destinar 26% do total de vagas para ingresso pelo Sistema Sisu. “A utilização do resultado do ENEM é uma forma de reconhecer sua importância. Constatamos que valorizaríamos mais a participação dos candidatos naquele instrumento de avaliação aumentando as vagas destinadas ao SISU.

Veja as próximas etapas do processo seletivo:
Mais informações podem ser obtidas no Guia do Candidato, disponível na página do Núcleo de Concursos da UFPR (www.nc.ufpr.br).

Tribunal de Justiça – PR realiza processo seletivo

31 outubro, 2014 às 16:01  |  por Heidi Motomura

O Tribunal de Justiça, do estado do Paraná, divulgou o edital de processo seletivo nº 01/2014. O objetivo é o cadastro de reservas, mais a contratação de dois juízes leigos para o Juizado Especial Cível e da Fazenda Pública. A remuneração prevista para os contratados será proporcional ao número de atos realizados.

Para concorrer a vaga, algumas das exigências são: possuir pelo 2 anos de anos de experiência jurídica e estar regularmente inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB.

As inscrições podem ser feitas no período de 3 a 7 de novembro de 2014, das 12h às 18h, na secretaria da Unidade do Juizado Especial, situada à avenida Presidente Bernardes, nº. 723, Centro, Rolândia, mediante a entrega dos documentos comprobatórios, bem como efetuar o pagamento da taxa de R$ 50,00.

Continuar lendo

Dicas para acabar com o estresse no trabalho

31 outubro, 2014 às 15:01  |  por Heidi Motomura

1. Identifique a situação.

Determinar se você tem ou não controle sobre uma situação de irritabilidade é o primeiro passo. Por exemplo, não é possível ter controle sobre o comportamento do outro. A partir daí, o profissional deve decidir se vai conviver com a situação ou fugir dela.
No caso de a ocasião gerar muito desconforto, a alternativa pode ser mudar de área ou buscar uma nova oportunidade no mercado de trabalho. Se os seus valores e sonhos não condizem com os ideais da empresa em que trabalha, o melhor é procurar uma nova colocação.

2. Não aja por impulso, nem fique na defensiva.
O profissional precisa identificar os sintomas do estresse. Quando eles aparecerem, é necessário adotar um comportamento racional.
Em muitos casos, o profissional incorpora uma conduta defensiva por dificuldades em gerenciar o estresse, mas às vezes uma conversa com o chefe basta para solucionar o problema.

Continuar lendo

Dicas para ser feliz no trabalho

31 outubro, 2014 às 14:03  |  por Heidi Motomura

Por Rômulo Martins

Dá para ser feliz no trabalho? Com certeza, devolvem especialistas em carreira e recursos humanos. Mas para trabalhar motivado, é necessário que o dia-a-dia profissional seja parte dos seus sonhos. “O conceito de relegar o trabalho ao segundo plano precisa mudar”, diz Edson Félix, consultor de carreiras.

Especialistas afirmam que a felicidade no trabalho depende ainda de uma série de fatores complementares. E ressaltam: por mais paixão que você tenha pelo seu trabalho não é possível ser feliz o tempo todo.

“Tem sempre aquele relatório que você não gostaria de fazer ou um feedback não aguardado. A felicidade está em encarar essas situações com maturidade”, aponta Cíntia Bortotto, especialista em recursos humanos pela Fundação Getúlio Vargas.

Continuar lendo

Sua imagem é importante?

31 outubro, 2014 às 13:01  |  por Heidi Motomura

Por Silvana Bianchini

Sua imagem é importante?Pesquisas mostram que as pessoas nos julgam logo nos primeiros 15 segundos. Através do impacto visual que causamos, passamos mensagens positivas ou negativas.

Na era do mundo competitivo, a construção de uma boa imagem profissional, social e pessoal requer postura, hábitos e vestimenta adequada. Neste mundo de negócios, os profissionais que têm consciência do poder da imagem possuem uma ferramenta poderosa que o levará ao sucesso, qualquer que seja a sua profissão.

Na avaliação do profissional são distinguidas sua maneiras, postura, cortesia e aparência. No mercado de trabalho, entre dois candidatos com igual capacitação técnica, tem maior chance aquele com melhor aparência e trato agradável. Os profissionais que têm estes itens bem elaborados desenvolvem uma a auto-confiança e reforçam sua atitude.

Continuar lendo

Dicas para ter uma postura profissional

31 outubro, 2014 às 11:01  |  por Heidi Motomura

A primeira impressão é a que vale, então é melhor estar preparado para mostrar uma postura profissional. E não é só a roupa que conta, as atitudes e a linguagem corporal também dizem muito sobre você.

Veja nossas 12 dicas para você ter uma postura profissional apropriada.

1. Aparência engloba tudo o que pode ser visto à sua volta
Objetos, mesa, seu escritório etc. Considere também a escolha dos lugares em que você marca um encontro ou reunião.

2. Inicie bem um encontro com um aperto de mão seguro e confiante
Cuidado para não apertar muito forte ou muito fraco.

3. Mostre-se aberto à conversa
Sorria, descruze os braços e tenha uma postura alinhada.

4. Pronuncie bem as palavras
Fale em tom adequado ao ambiente; não queira ser o centro das atenções.

5. Cuidado para não ser afobado, ouça antes de falar
No discurso do outro estão as dicas dos caminhos a ser seguidos para conduzir uma boa conversa.

 

6. Demonstre interesse ao guardar o cartão de visitas alheio
Não o jogue de qualquer forma dentro da bolsa ou do bolso.

7. No dia a dia da empresa, seja gentil e educado
A dica vale tanto para os colaboradores de posição mais simples como para os mais importantes da hierarquia empresarial. “Bom dia”, “por favor”, “com licença” e “obrigado” são palavras bem-vindas.

8. Procure estabelecer relações cordiais e de confiança com seus colegas
É importante que eles saibam que podem contar com a equipe para solucionar problemas mais difíceis.

9. No escritório ou baia, seja comedido
Limite-se a uma foto pequena de entes queridos e a itens de escritório com um toque pessoal. Deixe bichinhos, objetos espalhafatosos e ícones de hobbies em casa.

10. Não force intimidade com seus colegas
Lembre-se: a relação é de trabalho, não pessoal.

11. Evite atender a diversas ligações pessoais no trabalho
Isso faz com que todos acompanhem os pormenores de sua vida naquela semana, mês, ano.

12. Dê continuidade aos bons hábitos de postura profissional
Essa conduta é importante para consolidar a impressão positiva ao longo do tempo.empregos.com

 

Use a postura para conseguir o emprego desejado

31 outubro, 2014 às 10:00  |  por Heidi Motomura

Por Cristina Amorim

Você está na entrevista daquele emprego que procura há meses. Gostou da empresa, fala tudo o que treinou em casa. Quando você já está certo que o lugar é seu, o entrevistador levanta-se, agradece sua presença e o dispensa.

Onde está o erro? O mais provável é que você não tenha prestado atenção em quem estava à sua frente, ou seja, “ouvia”, mas não “via”. Isto quer dizer que você estava tão envolvido com o discurso que esqueceu da sua postura.

A linguagem do corpo diz muito sobre como a pessoa está reagindo a uma situação. Você pode ter pistas se o entrevistador está gostando ou não de você, e tentar reverter a situação. Por outro lado, a linguagem do corpo é mais uma maneira de você passar sua mensagem: “me contrate!”

De acordo com o livro “O Corpo Fala: a Linguagem Silenciosa da Comunicação Não-Verbal” (Ed. Vozes), o corpo humano é dividido em três partes: Águia (cabeça – controle), Leão (tórax – emoção) e Boi (abdômen – desejos instintivos). Então, uma pessoa com a cabeça (controle) baixa, curvada para a frente (tórax e abdômen reprimidos), passa uma imagem de submissão total. Ao contrário, cabeça ereta e coluna reta mostram que você é uma pessoa segura de si.

Continuar lendo

DPE de Pernambuco oferece 20 vagas para Defensor Público

31 outubro, 2014 às 09:02  |  por Heidi Motomura

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco (DPE/PE) divulgou edital com as normas do certame que oferece 20 vagas para o cargo de Defensor Público do Estado de Pernambuco, carreira inicial, DPE-I.

O prazo para se inscrever vai até 12 de novembro, somente no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/dpe_pe_14_defensor. A taxa de participação é R$ 260,00 e é imprescindível o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para concluir a inscrição.

REQUISITOS – Para concorrer, os candidatos devem possuir diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior (Bacharelado) em Direito, ter inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, ainda, três anos de atividade jurídica. O cargo tem remuneração de R$ 10.182,29, incluso auxílio alimentação, com escalonamento progressivo e anual até 2018 de 20% ao ano, nos termos de Legislação vigente.

Os candidatos serão selecionados por meio das fases de prova objetiva e provas subjetivas, previstas para 11 de janeiro de 2015 e, ainda, prova oral e avaliação de títulos. Todas as fases e a perícia médica dos candidatos que se declararem com deficiência ocorrerão em Recife (PE).

SERVIÇO
Concurso: Defensoria Pública do Estado de Pernambuco (DPE/PE)
Cargo: Defensor Público do Estado de Pernambuco, carreira inicial, DPE-I
Vagas: 20
Remuneração: R$ 10.182,29
Inscrições: até 12 de novembro
Taxa: R$ 260,00
Prova objetiva e provas subjetivas: 11 de janeiro de 2015

 

PUCPR recebe 3° Congresso Sul Brasileiro de Iniciação Científica e Pós-Graduação

31 outubro, 2014 às 08:00  |  por Heidi Motomura

A PUCPR recebe nos dias 4 a 6 de novembro o 3° Congresso Sul Brasileiro de Iniciação Científica e Pós-Graduação. Estudantes de 13 instituições de ensino do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná irão apresentar 1.600 trabalhos de pesquisas. O objetivo do evento é promover o intercâmbio de conhecimento e práticas entre instituições, pesquisadores e alunos de iniciação científica, de iniciação tecnológica, de mestrado e de doutorado, colocando em pauta a pesquisa e a inovação. Em paralelo, a PUCPR realiza o XXII Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica.

Continuar lendo