Crianças carentes ganham escola gratuita em Piraquara

31 março, 2010 às 12:56  |  por Heidi Motomura

A inauguração do Centro de Educação João Paulo II, em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), no último sábado (27), confirma que força de vontade e união de esforços são suficientes para se realizar um grande sonho. A escola, que vai atender gratuitamente crianças carentes da região na educação infantil e em atividades de contraturno, foi viabilizada inteiramente pela iniciativa privada.

Segundo o idealizador e organizador do projeto, professor Belmiro Valverde Jobim Castor, a construção do centro de educação recebeu doações que vão de R$ 100 a R$ 200 mil. “Todas elas têm a mesma importância”, afirmou. Entre os quase 200 apoiadores, estão empresas, profissionais liberais e muitos outros. “Outros doaram talento, como o arquiteto Manoel Coelho, que fez o projeto e acompanhou a construção da escola”, contou Castor.

Voluntariamente e sem custo, o Grupo Bom Jesus elaborou o regimento escolar e o projeto pedagógico. A instituição franciscana também é responsável por acompanhar a formação e o treinamento do corpo docente. O Bom Jesus ainda vai supervisionar e fiscalizar a qualidade do ensino ministrado e fornecer o material didático a ser empregado.

Segundo Castor, que é professor de mestrado na FAE Business School, o Bom Jesus foi receptivo já na primeira apresentação da proposta, em 2005. “Desde o início, fazíamos questão de oferecer um ensino de alta qualidade para a população de baixa renda da região. Sempre quisemos um parceiro educacional muito forte”, afirmou.

O Bom Jesus é responsável pela educação infantil e pelas aulas de complementação de Matemática e Língua Portuguesa, no contraturno, para estudantes da primeira à quinta série do Ensino Fundamental, matriculadas em uma escola pública municipal vizinha ao centro de educação. “Os alunos terão a mesma qualidade de ensino oferecida nas unidades do Bom Jesus”, afirmou a coordenadora do Centro de Estudos e Pesquisas do Bom Jesus, Isabel Cristina Marconcin.

O conteúdo programático foi desenvolvido em seis eixos de trabalho: Linguagem Oral e Escrita, Matemática, Natureza e Sociedade, Artes Visuais, Música e Movimento. O programa pedagógico está pautado nos princípios legais – Diretrizes Curriculares Nacionais -, nos parâmetros e nas orientações curriculares emitidos pelo MEC. Ele possui uma fundamentação teórica reconhecida internacionalmente (abordagem Reggio Emília e High/Scope pedagogia de projetos) e uma formação continuada pautada na tríade prática, reflexão e teoria.

O Bom Jesus também doou notebooks, que serão utilizados em sala de aula pelas crianças. As oficinas ministradas no contraturno serão oferecidas pelo Serviço Social da Indústria (Sesi).

O ex-governador do Paraná e fundador da Rede Deville, Jayme Canet Junior, foi o primeiro apoiador do projeto. Segundo, Castor, com sua respeitabilidade e liderança, Canet ajudou a trazer muitos outros doadores. Por este motivo, Canet foi homenageado na inauguração da escola, com o título de “padrinho” da instituição.

O professor afirmou que a adesão da sociedade em torno do projeto foi animadora. “Isso me surpreendeu muito positivamente. A crença geral é que no Brasil as pessoas não têm a mentalidade de fazer doações. Mas não foi assim.” A meta agora é atrair o interesse de pessoas ou organizações que se disponham a fazer contribuições regulares mensais de, no mínimo, R$ 100, para a manutenção da escola.

O Centro de Educação João Paulo II fica em uma construção de 1,6 mil metros quadrados, no bairro Laranjeiras, na área rural de Piraquara. As matrículas já estão abertas e as aulas começam no dia 26 de abril. Cerca de 100 alunos da educação infantil permanecerão oito horas no local, a exemplo do que ocorre em países como os Estados Unidos e o Japão. Mais 100 crianças matriculadas no Colégio Júlia Wanderley freqüentarão o centro no contraturno.

Os interessados em contribuir com o Centro de Educação João Paulo II ou em matricular seus filhos podem entrar em contato pelos telefones (41) 3079-7810 e (41) 3018-9625 ou ainda pelo e-mail joaopaulosegundo.piraquara@gmail.com. Além de obter informações, também é possível agendar uma visita ao local. O projeto completo, assim como o nome de seus apoiadores, estão no site www.joaopaulosegundo.org.br.



5 ideias sobre “Crianças carentes ganham escola gratuita em Piraquara

  1. Everson Labes

    Está de parabéns a instituição Bom Jesus e todos aqueles que parte fizeram deste grandioso ato. Entre os citados, faltou a foto, da coordenadora do Centro de Estudos e Pesquisas do Bom Jesus Sra. Isabel Cristina Marconcin. Pede-se a colocação com a devida menção.

  2. Veralucia

    Estou sem trabalho sou professora de portugues e Ingles e pos graduada en]m educação infantil ,gostaria de me oferecer como volutario en quanto nao estiver atuando tenho certeza que podewrei contribuir muito com a educação dessas crianças

  3. cauane c.

    EU ESTUDO NO COLEGIO C.EDUCAÇAO JOAO PAULO II NO 3-ANO.
    UM BEIJAO PRA:
    PROF:PRISCILA E MINHAS AMIGAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>