Alerta tricolor

25, maio 2012 por Napoleão de Almeida

TAGS

Douglas, a boa surpresa dos reforços do Paraná (foto: Kiu Aureliano)

Confesso que não tenho acompanhado mais que os resultados da Série Prata na campanha do Paraná. Nas duas vezes que me animei em ir ao estádio, choveu; não há televisão e, apesar de vários colegas narradores serem competentíssimos no que fazem, analisar esquema tático e desempenho só de ouvido é um risco muito grande.

Limitarei-me então a falar duas coisas sobre o título do primeiro turno do Paranaense Segunda Divisão, ganho ontem pelo Tricolor.

A primeira é que a campanha não deixa dúvidas do acerto na montagem do elenco e do preparo do time, elaborados, entre outros, por Alex Brasil e o técnico Ricardinho. O Paraná sobrou e só perdeu pontos em Rolândia. O maior susto foi estar perdendo por 2-1 para o Grecal, em casa. Acabou 5-2. Fez 22 dos 24 pontos possíveis até aqui (e ainda jogará com o Serrano, de Prudentópolis), abrindo distância de 6 pontos para o segundo colocado, o Júnior Team (pra mim, o outro favorito à vaga) em quem enfiou 6-1 no primeiro jogo. E isso jogando dia sim, dia não, em partidas intercaladas ora com Copa do Brasil, ora com Série B. Em resumo: sobrou.

Mas há um alerta a fazer, sem politicagem, na bucha mesmo: nada está ganho. O óbvio da frase ganha sentido ao olhar o regulamento da competição.

Caso você ainda não saiba, só há um jeito de o Paraná desinchar o calendário e acabar logo com essa segunda divisão: ganhando o segundo turno. A partir de agora, o Tricolor terá que se dedicar mais à Série B, um campeonato muito mais difícil que a Prata. Pode acabar relaxando no Estadualzinho. E isso pode sair caro.

O regulamento da segundona local é diferente do da primeirona. O vencedor do 1o turno NÃO garante vaga na decisão; se por um acaso qualquer outro time vencer o segundo turno, haverá uma semifinal entre os 4 melhores colocados, com cruzamento a partir da pontuação. O 1o pega o 4o e o 2o enfrenta o 3o, em dois jogos. Depois, a decisão, com mais dois jogos. Trocando em miúdos, se o Paraná não vencer o segundo turno, terá que disputar o acesso em uma semifinal, talvez em um momento agudo da Série B nacional, no final do turno, quando os times já estão mais entrosados. A tabela da Série Prata prevê a última rodada do returno para 14/07. Presumo que as datas das semifinais fiquem para 21 e 28, portanto.

Mais um atraso de vida no caminho de 2012 do Paraná. Que realmente plantou em campo essa fase, mas deveria contar com ao menos um pingo de organização da Federação Paranaense para poder disputar com força o campeonato que realmente interessa: o Brasileiro.

Comentários