Ex-Ministro Orlando Silva: “É um erro, mas o impacto será pequeno”, sobre calamidade pública no Rio 2016

20, junho 2016 por Napoleão de Almeida

TAGS

O ex-Ministro do Esporte Orlando Silva criticou os gestores do projeto Rio 2016 pelo pedido de calamidade pública que pretende arrumar recursos para finalizar as obras dos jogos olímpicos, mas, ao mesmo tempo, procurou diminuir o impacto que a notícia – e o próprio aporte emergencial de verba dentro de um cenário com muitas outras prioridades – terá no País e no Estado do Rio de Janeiro.

Orlando Silva era o Ministro do Esporte durante os Jogos Pan-Americanos de 2007, também no Rio, embrião da campanha da cidade para a candidatura olímpica. Das obras do Pan, pouco se aproveitará para o Rio 2016. O velódromo precisou ser demolido e reconstruído, o Parque Aquático Maria Lenk foi completamente reformado, assim como o Engenhão (Estádio Nilton Santos) e o centro de Hipismo, em obras cujos valores ultrapassaram os R$ 300 milhões.

Ouça o que disse o ex-ministro, em entrevista exclusiva ao blog:

Comentários