15º

"Ídolos" estreia dia 10 de junho

Programa será apresentado por Rodrigo Faro e terá olhar crítico dos jurados Paula Lima, Marco Camargo e Luiz Calainho

02/06/10 às 00:00 - Atualizado às 18:14   |  Redação Bem Paraná

A edição brasileira do maior reality show musical da televisão já deu a largada e está a todo vapor em busca de um novo talento. Telespectadores da Record acompanharão a terceira temporada de Ídolos, dividida em 31 episódios, a partir do dia 10 de junho. O programa será exibido a partir das 23h, às terças e quintas, sob o comando do apresentador Rodrigo Faro e o olhar crítico dos jurados Paula Lima, Marco Camargo e Luiz  Calainho.

Ídolos 2010 viajou para quatro capitais e bateu recorde de inscritos mais uma vez. No total, foram 43 mil candidatos que oficializaram sua inscrição nas cidades de Fortaleza, Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo. Em março, a equipe de cerca de 100 profissionais botou o pé na estrada em busca de novas revelações e histórias de jovens que sonham com a vida artística. E dessa vez, puderam ter mais opções, já que uma das novidades da temporada é a ampliação da faixa etária. De 18 anos, baixou para 16, e de 26 passou para 28 anos.

Nesta primeira fase, as audições, o programa exibirá grandes histórias como a de um soldado do Exército que precisou de autorização do sargento para participar do reality show e ainda contou com o apoio de toda a corporação para o teste. Outro candidato, que é músico e compositor de forró, apresentou-se com uma sanfona de 1888, presente dado por seu avô. Os jurados ainda se encantaram com uma rainha de bateria do Rio de Janeiro e se emocionaram com a história de uma candidata que passou por várias dificuldades até chegar à sala de audição.

A primeira capital a receber a caravana do programa foi Fortaleza, no Ceará. A representante do Nordeste reuniu mais de 6 mil candidatos entre os dias 27 e 31 de março. Na sequência, Florianópolis, estreante no circuito, recebeu a atração entre os dias 10 e 14 abril. A capital catarinense reuniu cerca de 4 mil candidatos. A terceira cidade foi o Rio de Janeiro, que conseguiu juntar mais de 13 mil pessoas entre os dias 17 e 21 de abril. Por fim, São Paulo fechou a etapa e obteve o maior número de inscritos, 20 mil, um recorde em relação a todas as outras audições já realizadas pelo reality show. A audição paulista ocorreu entre os dias 24 e 28 de abril.

Em cada cidade, a atração contou com a presença de expressivos nomes da música nacional como jurados convidados: Luiza Possi, Marcelo D2, Reginaldo Rossi e Peninha. Os artistas participaram da bancada do programa selecionando, ao lado de Paula Lima, Marco Camargo e Luiz Calainho, os candidatos para a próxima etapa.

Depois do grande funil da fase das audições, os selecionados nas quatro capitais seguem para a segunda etapa do programa, chamada teatro. Segundo os próprios participantes, é uma das fases mais difíceis e competitivas do reality show.

Já na terceira etapa do programa, concertos, os candidatos já estão confinados e preparam um show por semana. Nesta fase, o público decide quem será eliminado. Uma verdadeira panela de pressão até chegar à grande final, na qual apenas dois artistas disputam o título de Ídolo.

O vencedor desta terceira temporada ganhará um contrato com uma renomada gravadora para lançar seu primeiro CD. O contrato prevê o lançamento do álbum do vencedor, além de toda assessoria empresarial para promover o artista no mercado musical.

Ídolos é versão brasileira do “American Idol”, formato da FremantleMedia, sucesso em mais de 40 países. A terceira temporada é produzida pela detentora do formato em parceria com a Rede Record. A direção geral continua assinada por Wanderley Villa Nova e a direção artística por Fernanda Telles.

Publicidade
0 Comentário