25º

Aumento na produção de trigo eleva safra de grãos no Paraná

IBGE prevê que no Estado seja produzido 31,4 milhões de toneladas - 21,5% da produção nacional

08/07/10 às 00:00 - Atualizado às 16:10   |  AEN
(foto: AEN)

A perspectiva de aumento na produção de trigo está contribuindo para o Paraná consolidar sua posição de maior produtor de grãos no País em 2010. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (8) pesquisa de safra, referente ao mês de junho, prevendo uma produção de 31,42 milhões de toneladas no Paraná, volume que corresponde a 21,5% da produção nacional.

A produção nacional de grãos deve atingir 145,9 milhões de toneladas - um aumento de 8,9% em relação à safra de 2009, que foi de 134 milhões de toneladas. As safras recordes de milho e soja contribuíram para o bom rendimento da safra nacional este ano.

O trigo é a cultura de inverno mais expressiva no Paraná. O produtor reduziu a área plantada no Estado, mas o clima favorável está incrementando a produtividade e a cultura poderá atingir um volume de 3,06 milhões de toneladas, um aumento de 23,4% em relação à safra anterior. A estimativa também representa uma evolução em relação às previsões iniciais de produção, que apontavam para um volume inferior a 3 milhões de toneladas nesta safra.

Para o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Erikson Camargo Chandoha, a produção de trigo esperada é boa, mas o mercado não está animador para o produtor. Há um estoque da safra passada ainda armazenado e para agravar a situação o Ministério da Agricultura reduziu em 10% o preço mínimo do trigo, prejudicando ainda mais a comercialização.

A previsão anterior do IBGE apontava a safra paranaense com uma participação de 57% da safra nacional de trigo e neste mês de junho houve uma revisão e a participação prevista é de 58,4% da produção nacional, que deve apresentar um volume total de 5,24 milhões de toneladas produzidas no País.

O clima favorável também fez o IBGE revisar para cima a estimativa da produção de milho da segunda safra. No Paraná, a previsão aponta para uma produção de 5,9 milhões de toneladas, um aumento de 32% sobre a safra passada e 1% a mais em relação à previsão feita no mês passado.

Com esse resultado a safra de milho no Paraná, o maior produtor do grão no País, deverá render um volume de 12,83 milhões de toneladas, volume 14,7% superior ao obtido na safra 2009, quando a primeira e a segunda safra de milho resultaram numa produção de 11,2 milhões de toneladas.

Outra contribuição para o aumento na produção de grãos no Paraná foi o elevado rendimento da soja, que este ano superou todas as expectativas e foi 50,8% maior em relação à produção da safra passada. Em 2010, a produção atingiu um volume recorde de 14,19 milhões de toneladas, um aumento de 4,79 milhões de toneladas a mais do grão em relação à safra passada foi de 9,4 milhões de toneladas.

A produção de feijão, praticamente fechada em 2010, está apresentando um volume de produção de 780 mil toneladas, distribuídas entre três safras no Paraná. Esse volume representa uma queda de 1% em relação ao resultado obtido no ano passado, quando o rendimento total da safra de feijão no Estado foi de 787.180 toneladas.

O café num ano rende mais e outro menos. Neste ano de 2010 está ocorrendo a aliança de dois fatores positivos, como clima bom e período de safra cheia. Com isso deve ser colhido no Paraná um volume de 124,1 mil toneladas, superior em 39,2% em relação à safra passada, cujo rendimento foi de 89.213 toneladas.

Publicidade
0 Comentário