Caixa Cultural apresenta documentário sobre a condição feminina

O evento é de lançamento do primeiro média-metragem dirigido pela curitibana Jessica Candal

17/11/11 às 14:15 - Atualizado às 14:32 Redação Bem Paraná
O filme funciona como um espelho, no qual o espectador é convidado a olhar diferentes mundos para então olhar para si (foto: Divulgação)

No dia 22 de novembro, a Caixa Cultural apresenta o documentário “O Espelho de AnA”, primeiro média-metragem dirigido pela curitibana Jessica Candal. O filme relata o mundo interior da jovem artista, a investigação da diretora a respeito de sua condição feminina, através do espelhamento em pessoas íntimas, como a avó, mãe, marido, amigas e a filha de uma delas. Sua própria identidade é ao mesmo tempo forjada e revelada.

Após a sessão, acontece um bate-papo entre o público, a realizadora, Jessica Candal, e Elizabeth Moreschi, especialista nas relações de gênero. A diretora conta que a ideia surgiu em sua época de transição da adolescência para a vida adulta.

“Eu e minhas amigas fomos percebendo que muitas situações estavam acontecendo com a gente, algumas estavam tendo filhos, outras casando, e isso gerou um medo geral. E tudo o que a gente propôs a mudar? Vamos casar, virar mães e daí acabou a nossa vida”, conta Jessica.

A diretora-personagem decidiu ir mais a fundo nas questões femininas e fazer disso sua pesquisa artítisca. A proposta é apresentar sua própria imagem do mundo, para que as pessoas possam olhar esse mundo através dos seus olhos e se deixar envolver por seus sentimentos, dúvidas e idéias.

 O filme funciona como um espelho, no qual o espectador é convidado a olhar diferentes mundos para então olhar para si. A diretora propõe que o documentário não encerre a investigação, mas que seja sim um ponto de partida.

A artista é formada em  Audiovisual pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo.  Jessica fez direção de fotografia de diversos curtas-metragens, como “Procura-se”, dirigido por Rica Saito, direção de arte do curta “Chorume”, dirigido por Hélio Villela  e assistência de arte do longa “Corpos Celestes”, dirigido por Marcos Jorge e Fernando Severo.

É videoartista do coletivo Entretantas Conexão em Dança, ao lado dos artistas da dança Gladys Tridapalli, Ronie Rodrigues, Mábile Borsato, dentre outros. Paralelamente, Jessica Candal trabalha também como professora da Oficina de Cinema e Vídeo no Colégio Medianeira.

A convidade para o bate-papo, Elizabeth Moreschi, é graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Psicologia Clínica com enfoque psicanalítico pela PUC-PR, e é mestranda em Filosofia pela UFPR. Tem experiência de docência em faculdade de Psicologia, onde ministrou disciplinas de Psicanálise e realizou orientação de estágio em Psicologia Clínica. Atua em clínica psicanalítica, onde também desenvolveu práticas com crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social. Atualmente desenvolve pesquisas que têm a Feminilidade como temática central.

Serviço:

Local: Caixa Cultural

Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280 - Centro

Data e horário: Dia 22 de novembro de 2011 (terça-feira), às 19h

Preço: Entrada Franca

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop