Festas de Natal no Brasil e no exterior

Itapema, pela primeira vez, organiza comemorações natalinas, enfeitando prédios, ruas...

05/12/11 às 00:00 Dayse Regina Ferreira
De Madri à Paris, de Nüremberg aos países da Europa Central, o mundo se enfeita para o Natal. O Brasil tem até uma das maiores árevores natalinas do planeta. (foto: Dayse Ferreira)

Itapema, pela primeira vez, organiza comemorações natalinas, enfeitando prédios, ruas, criando eventos, apresentando shows. É festa pertinho da gente, com direito a mar, boa comida, quem sabe até sol. Afinal, é  quase verão. “Estrelas de Natal”, evento da Prefeitura de Itapema, acontece na praia catarinense desde 27 de novembro até  8 de janeiro. A decoração, assinada por Mona Oppitz, do Raiz Cultural de Canela, artista especializada em preparar grandes eventos, vai ser destaque  na Praça do Mercado, Rotula de acesso ‘a Itapema, Parque do Calçadão, Meia Praia, Praça da Paz, Prefeitura Municipa, Ponte dos Suspiros. Um grande presépio com três cenários vai contar o nascimento do Menino Jesus, enquanto um Papai Noel de quatro metros de altura estará conferindo o bom andamento das festividades.
No Rio de Janeiro, uma das maiores árvores natalinas do mundo será iluminada no dia 26 de novembro, ‘as 20 horas. A 16ª. edição do evento da Lagoa Rodrigo de Freitas, considerado o terceiro maior evento carioca, tem como tema “ Um presente para a família brasileira”,  e será acompanhado de shows de Gal Costa, Frejat, orquestra sinfônica de Barra Mansa e coral da Fundação Bradesco.

CAMPOS DO JORDÃO   
 Não há neve, nem inverno rigoroso. Mas Campos do Jordão mantém sua tradição de cidade de ares europeus, reproduzindo a atmosfera dos natais do outro lado dos oceanos.
A cidade localizada entre as montanhas da Serra da Mantiqueira, em São Paulo, faz a festa com concertos, shows de luzes, presépios, corais. Mesas natalinas recuperam tradições de países diferentes, como Portugal, França, Itália, Alemanha, Estados Unidos e os restaurantes capricham nos cardápios de celebração, colocando muita fruta vermelha da região, como   framboesas, amoras, mirtilo nos doces e nos salgados, acompanhando carne de caça.

NATAIS TRADICIONAIS
Mas quem gosta de neve de verdade, frio de verdade e Natal de verdade, vai para a Europa ou os Estados Unidos.Lá é beleza por toda parte. Chalezinhos de madeira, vinho com especiarias fumegando nas canecas, lingüiças e pães de todos os tipos estalando nas grelhas, enfeites artesanais para a árvore de Natal ou o presépio, tudo é cor e movimento.

ALEMANHA
A Alemanha é, por tradição, o país dos mercados natalinos. O mais famoso é o de Nuremberg, mas praticamente todas as cidades se orgulham das feiras onde o povo marca encontro, para curtir um pouco mais de calor no inverno europeu, sempre rigoroso . O Natal começa quatro semanas antes de 25 de dezembro, com as velas acesas, uma a cada domingo do Advento, na guirlanda que enfeita a mesa do jantar. O calendário, com janelinhas que abrem diariamente entregando uma lembrancinha ‘as crianças, é outra tradição. Amigos fazem visitas, parentes se encontram, tudo bom motivo para um glühwein, espécie de quentão de vinho tinto, temperado com limão, laranja com casa, açúcar, canela em pó, gengibre e cardamomo. As árvores natalinas são, na maioria, naturais. O que garante aquele perfume de pinheiro recém cortado, que vai sendo misturado aos aromas dos lebkuchen (pão de mel), dos marzipãs (massas doces de amendoas) e da torta de Natal (baumkuchen) e o bolo de frutas secas, castanhas, amêndoas e marzipan (stollen).  Os biscoitos de canela, cravo, gengibre e cardomomo (spekulatius) também não podem faltar.
O mercado alemão mais antigos é o de Dresden;o mais famoso é o de Nuremberg, uma tradição medieval;, o mais visitado é o de Berlim e o mais aconchegante é o de Bremen. Não esquecer, é claro, do mercado de Colônia. Em Nuremberg a especialidade é o Nuremberg Oblaten-Lebkuchen, um pão de mel com marzipã, frutas cristalizadas, anis, gengibre, cardamomo, coentro, noz moscada, pimenta da Jamaica, cravo, canela em pó e uma hóstia na parte inferior. Nas versões modernas, a hóstia é substituída com uma camada de chocolate.

FRANÇA
Na França, a Alsácia, de raízes germânicas, é destino de viagens especiais para ver os mercados e o comércio enfeitado para o Natal. Estrasburgo tem seu mercado desde 1570, verdadeira atração turística para quem gosta de produtos que resgatam velhas técnicas artesanais, e os pratos típicos de inverno nas montanhas, como a raclette, feita com batatas e queijo derretido, e a tartiflette, torta preparada com batatas, cebola, bacon, vinho branco e queijo reblochon, produzido nos Alpes franceses. Doces, castanhas assadas na brasa, pães de especiarias, mel e embutidos fazem parte das atrações locais nas barracas de alimentação. Em Paris, um dos maiores mercados da época é o do bairro moderno de La Defense, com seus 10 mil metros quadrados de área, abrigando mais de 350 chalezinhos. Outro ponto de destaque é a praça em frente ‘a Prefeitura de Paris, espaço totalmente tomado pelas barracas de comidas, pelo presépio temático, que a cada ano muda de aspecto, e pela venda de presentes. Junto da igreja de Saint Sulpice, na Rîve Gauche, Saint Germain de Pres, a festa é sempre colorida. A fórmula de barraquinhas natalinas se estende por todas as praças e bairros, incluindo a avenida Champs Élysées, sempre enfeitada com luzes nas árvores que margeiam a mais fotografada avenida parisiense.

CROACIA
Ruas, praças enfeitadas e muitas árvores iluminadas, vitrines decoradas. A temporada do Advento é festejada nas praças públicas destacando Ban Jelacic Square e sua  árvore de natal  18 metros de altura, ricamente decorada.  Bem no centro da cidade, a praça acolhe vários eventos musicais: corais, grupos de dança e concertos, além do tradicional mercado de natal com artesanatos e  comidas típicas.Outra atração de Zagreb são os presépios vivos no Kaptol. Com cenografia  , o estábulo e o povo de Belém são caracterizados em roupas de época. Atores amadores a sagrada família, os pastores  e os reis magos. Todos os demais participantes são jovens  que  integram um projeto social .Zagreb  inicia oficilamente as festividades de Natal ao acender a primeira vela do advento no Manduševac Well. A programação natalina  de concertos e entretenimento para todas as idades que podem ser conferidos no http://www.zagreb-touristinfo.hr/. Além do mercado de natal e da decoração que em si só já é uma atração, há muitas opções próximas à praça Ban Jelacic: confeitarias, restaurantes, bares que também valem a pena ser explorados.As festas do advento começam dia 27 de novembro na praça Ban Jelacic com a chegada de papai noel  seguido de apresentações musicais as mais variadas, dança e teatro que acontecem nesta mesma praça,  diariamente, até 18 de dezembro.
PARA OS BONS VOTOS
Frieden – Peace -  Paix – Peace – Pokój – Fred – Huzur – Béke – Vrede – Rauha – Mir – Paco –Paz. É o que todos estamos precisando.


1 Comentário
Seu Nome
If you wrote an article about life we'd all reach enilhgtenment.
Blogs
Ver na versão Desktop