º

Hackers teriam furtado músicas de Michael Jackson

Dois homens compareceram perante um tribunal britânico acusados de crimes ligados a quebra de segurança

05/03/12 às 00:00   |  Redação Bem Paraná com Reuters
A gravadora assinou um contrato de US$ 250 milhões com os administradores dos bens de Jackson em 2010 (foto: Divulgação)

Nesta segunda-feira (05), foi informado que arquivos musicais de Michael Jackson teriam sido supostamente roubados da Sony Music por hackers. A gravadora assinou um contrato de US$ 250 milhões com os administradores dos bens de Jackson em 2010, um ano após a morte do cantor, para lançar dez álbuns com material inédito e toda a obra do cantor.

Na sexta-feira (02), dois homens compareceram perante um tribunal britânico acusados de crimes ligados a uma suposta quebra de segurança. Eles foram presos em maio do ano passado e acusados em setembro.  James Marks e James McCormick negaram as acusações sob a Lei de Abuso de Computadores e Lei de Direitos Autorais, Projetos e Patentes no Tribunal de Leicester.

De acordo com a Agência de Crimes Organizados Graves, eles foram libertados sob fiança e devem aparecer em julgamento em janeiro de 2013

Fontes não puderam confirmar as informações na mídia britânica de que dezenas de milhares de arquivos, a maioria deles de Jackson, foram supostamente baixados ilegalmente, embora os arquivos possam variar de pequenos trechos a músicas completas.

Publicidade
0 Comentário