23º

Projeto quer obrigar políticos a matricularem filhos na rede pública

O autor da proposta acredita que os governantes dariam mais importância à qualidade da educação pública

23/04/12 às 14:52 - Atualizado às 14:52   |  Redação Bem Paraná, com O Diário.com
(foto: Reprodução)

Um projeto de lei quer obrigar os vereadores, o prefeito e o vice a matricularem seus filhos nas escolas públicas. O autor da proposta, Tito Valle (PMDB), acredita que os governantes dariam mais importância à qualidade da educação pública, caso necessitassem realmente desses estabelecimentos para o currículo acadêmicos dos familiares.

A matéria 21/2011 prevê que os agentes públicos eleitos escolham as escolas públicas a partir de 1º de janeiro de 2014. Na justificativa, um dos argumentos utilizados é de que a elite utilizaria os funcionamentos particulares reproduzindo uma rotina de privilégios aos mais ricos.

O vereador coloca que "Além de deixarem as escolas públicas abandonadas, ao se ampararem nas escolas privadas, as autoridades brasileiras criaram a possibilidade de se beneficiarem de descontos de Imposto de Renda para financiar os custos da educação privada de seus filhos.

Leia matéria completa clicando aqui.

Publicidade
0 Comentário