13º

Quatro regiões metropolitanas respondem por mais de 40% da capacidade hoteleira do país

25/04/12 às 11:18 - Atualizado às 15:29   |  Agência Brasil

As regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador concentravam, em 2011, 40,6% da capacidade hoteleira do país, 46,3% das unidades habitacionais e 44,2% da capacidade total de hóspedes. Os dados fazem parte da Pesquisa de Serviços de Hospedagem 2011 - Municípios das Capitais, Regiões Metropolitanas das Capitais e Regiões Integradas de Desenvolvimento (PSH-2011) divulgada nessa quarta-feira (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


O estudo buscou quantificar os estabelecimentos de hospedagem localizados nos municípios das capitais, regiões metropolitanas e integradas de desenvolvimento (Ride) para conhecer suas características e mensurar a capacidade de hospedagem, em termos de número de unidades habitacionais e leitos, para os diversos tipos e categorias de estabelecimentos.


A região metropolitana de São Paulo, por exemplo, concentrava os maiores números de estabelecimentos (1.323 ou 17,7% do total), de unidades habitacionais (21% do total) e de capacidade total de hóspedes (146.381 ou 19,7% do total).


Em seguida vem a região metropolitana do Rio de Janeiro, com 609 estabelecimentos (17,7% do total), 38.565 unidades habitacionais (11,8%); e uma capacidade de hospedar 83.130 pessoas (11,2%).      
Ocupando a terceira posição, a região metropolitana de Belo Horizonte registrava, em 2011, 589 estabelecimentos (7,9% do total), 21.809 unidades habitacionais (6,7% do total) e capacidade total de 48.393 hóspedes (6,5% do total).


A região metropolitana de Salvador concentrava 516 estabelecimentos (6,9% do total), 21.591 unidades habitacionais (6,6% do total) e capacidade total de 50.158 hóspedes (6,8% do total).
A região do Distrito Federal e Entorno também se destacou com 5,3% do total dos estabelecimentos, 5,1% do total de unidades habitacionais e 5,2% da capacidade de hóspedes.
A Pesquisa de Serviços de Hospedagem 2011 constatou que 67,3% dos estabelecimentos de hospedagem e 76,4% das unidades habitacionais estavam concentrados nos municípios das capitais.

Publicidade
0 Comentário