12º

Migração de acidentes na Páscoa faz PRF ampliar fiscalização

Com praticamente cinco dias emendados, feriado do Dia do Trabalho será um dos mais extensos deste ano

26/04/12 às 21:00 - Atualizado às 11:32   |  Da Redação
Estradas ganham movimento extra nos próximos dias e também atenção maior da polícia (foto: Franklin de Freitas)

As polícias rodoviárias Federal e Estadual iniciam as Operações Dia do Trabalho nesta sexta-feira. O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da Polícia Militar, lança sua operação às 16 horas. Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) já está nas estradas desde a zero hora desta sexta, e avisa: a operação neste ano está ampliada, com mais pontos de fiscalização. O feriado prolongado do Dia do Trabalho também preocupa porque será um dos mais extensos do ano. Para muitos, começa hoje e segue até a próxima terça-feira.
A decisão da PRF em ampliar os pontos de fiscalização mais intensa aconteceu após o resultado do feriado da Semana Santa. Segundo a PRF, a maioria dos acidentes com mortes e feridos graves aconteceu em pontos onde, estatísticamente, não ocorriam acidentes sérios. Com isso, além da atenção nos pontos tradicionais de risco, a PRF também vai manter efetivos nestes pontos mais trágicos do último feriado mais longo.


A PRF registrou 15 mortes em acidentes no feriado da Páscoa — da noite e quinta-feira dia 5 de abril, até o fim da noite do domingo, dia 8. No feriado da Semana Santa de 2011 haviam sido sete mortes. O aumento de mais de 100% na quantidade de vítimas fatais levou a PRF a avaliar a ampliação da Operação para os próximos dias, de olho na migração das ocorências.
Além do foco no combate às ultrapassagens, a PRF também estará com uma forte fiscalização de velocidade e alcoolemia. Nos quatro dias da Semana Santa foram feitas aproximadamente 2.700 multas por excesso de velocidade nas rodovias federais, além de ter multado cerca de 80 motoristas que dirigiam embriagados. Mais de 20% desses motoristas também foram presos.
Na Operação Dia do Trabalho da PRF também serão realizados Comandos da Operação Rodovida, com foco na fiscalização de ultrapassagens, excesso de velocidade, alcoolemia e motocicletas, estarão acontecendo em diversos trechos das rodovias federais do Paraná. Na Semana Santa, a colisão frontal foi o acidente que mais matou nas rodovias federais, devido às ultrapassagens indevidas, falta de atenção e excesso de velocidade.


Também haverá a restrição de circulação de grandes caminhões — aqueles com altura, comprimento ou largura acima do normal. Amanhã, a restrição a esses caminhões em rodovias federais de pista simples será das 6 às 12 horas. Na terça-feira, das 16 às 22 horas. A Operação da PRF começou à zero hora de hoje, e segue até as 24 horas do dia 1º.
BPRv — A Operação 1º de Maio do BPRv será lançada às 16 horas de hoje, seguindo até as 8 horas do dia 2 de maio em todo o Estado. Todo o efetivo policial rodoviário disponível neste período estará monitorando as rodovias paranaenses. Um fluxo muito grande de veículos sairá em direção ao interior e ao litoral, e a PM está preparada para dar este atendimento.
No balanço do último feriado, o BPRv contabilizou 11 óbitos em acidentes nas rodovias estaduais do Estado. Na soma das duas polícias, foram 26 mortes no feriado da Semana Santa.

Publicidade
0 Comentário