UPS Parolin será instalada oficialmente na segunda-feira

Evento com o governador Beto Richa e o prefeito Luciano Ducci acontece pela manhã

05/05/12 às 16:03 - Atualizado às 18:49   |  AENotícias
Desde a quinta-feira a polícia ocupa as ruas do Parolin (foto: Chuniti Kawamura/ANPr)

O governador Beto Richa e o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, oficializam na segunda-feira (07), as 10h30, a implantação da segunda Unidade Paraná Seguro (UPS) da capital, no bairro Parolin.

A prefeitura vai realizar uma feira de serviços públicos com atendimentos nas áreas da Segurança Pública, Saúde, Antidrogas, Abastecimento, Esporte, Lazer e Juventude, Meio Ambiente, Finanças, Urbanismo e da Fundação de Ação Social.

Richa visita a região acompanhado do secretário da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, do comandante-geral da PM, Coronel Roberson Bondaruk, e do delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinícius Michelotto. A ocupação do bairro pelas forças policiais do Estado ocorreu na última quinta-feira, com apoio da Guarda Municipal.

A oficialização acontece na Rua Francisco Parolin, 429 (esquina com Av. Brigadeiro Franco).

A operação de instalação da Unidade Paraná Seguro (UPS) foi aprovada pelos moradores do bairro Parolin, de Curitiba. A região é a segunda da capital a receber esta ação, que consiste na ocupação da área por forças policiais para que o poder público possa implantar políticas sociais e obras de infraestrutura em territórios que eram dominados pela criminalidade.

A segurança passa a ser feita dentro do conceito de polícia comunitária, com aprovação da população. A dona de casa, Solange Vieira dos Santos, moradora há 30 anos no Parolin, acredita que a UPS vai mudar a realidade no bairro. “A polícia estando por perto vai trazer mais tranquilidade e segurança. Com os policiais aqui, o bairro vai ficar melhor”. Ela contou que evitava deixar os filhos nas ruas e afirma que agora esta situação pode mudar.

A dona de casa Luana Linhares, que reside há 10 anos na região, espera que a implantação da UPS mude o dia-a-dia no bairro. “Só estava faltando mais policiais para o bairro ficar tranquilo”. O empresário, Paulo Afonso Marinhos de Souza, há 12 anos dono de uma loja na área diz que a iniciativa do governo é um alívio para moradores e comerciantes. “É uma boa atitude que traz tranquilidade aos comerciantes e a população”, declarou ele.

Há 28 anos residindo no Parolin, Jair Souza Chaves, contou que tinha medo de balas perdidas e da quantidade de homicídios. Para ele, haverá uma melhoria muito grande na vida dos moradores com mais policiamento e serviços públicos. A primeira UPS foi instalada no Uberaba, em março.

Publicidade
0 Comentário