16º

Rafinha treina pelo Coritiba e deve ser escalado no Atletiba de domingo

Meia dependia de melhora durante a semana para ser aproveitado na decisão do título

11/05/12 às 18:21 - Atualizado às 18:22   |  Lycio Vellozo Ribas
Rafinha, em treino pelo Coritiba: escalação encaminhada para domingo (foto: Valquir Aureliano)

Grande dúvida coxa-branca durante esta semana, o meia Rafinha está com a escalação encaminhada para a final do Campeonato Paranaense, contra o Atlético, neste domingo (13), no Couto Pereira. A entrada do jogador na equipe titular dependia dos treinos da semana. E ele treinou normalmente nesta sexta-feira (11).

Rafinha vinha se recuperando de uma lesão no tornozelo direito, sofrida no Atletiba do returno do Estadual (em 22 de abril). O tempo de recuperação previsto era de três semanas – exatamente o tempo decorrido. Durante esta semana, os médicos coxas-brancas foram cautelosos em falar da possibilidade do jogador atuar.

“A gente ainda tem dúvida quanto à reação dele aos treinamentos, mas seria importante se pudesse jogar”, despistou o técnico Marcelo Oliveira. Se Rafinha for escalado, quem tende a perder a posição é o meia Lincoln, segundo indicou o treinador. Com isso, Everton Ribeiro preencheria a função de meia armador. “(Se Rafinha não jogar) Tem o Lincoln, o Renan Oliveira, o Djair, o Everton Costa, que está retornando. Treinamos algumas possibilidades”, afirmou o treinador.

Outro jogador que corria contra o tempo para se recuperar, o volante Willian, tem menos chance de ser aproveitado. Segundo o treinador, o tempo que o jogador ficou parado (mais de 40 dias) pesa contra o volante. Assim, Júnior Urso será mantido. No mais, o time será o mesmo – incluindo o volante Gil improvisado na lateral-direita.

Nos treinos, Oliveira se preocupou não apenas em avaliar Rafinha, mas também em criar maneiras de neutralizar os pontos fortes do Atlético, segundo revelou o meia Everton Ribeiro. “Eles têm uma equipe rápida do meio para a frente. O contra-ataque deles é bem bom, temos que tomar cuidado com isso” afirmou o meia. “Ponto fraco não vou falar, tem que trabalhar internamente para tirar vantagem disso”. Por via das dúvidas, os jogadores também treinaram pênaltis. Afinal, o título pode ser decidido nos tiros livres da marca da cal se o jogo deste domingo terminar empatado.

 

Coritiba x Atlético

Coritiba

Vanderlei; Gil, Démerson, Emerson e Lucas Mendes; Júnior Urso, Tcheco, Rafinha (Lincoln), Everton Ribeiro e Roberto; Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Oliveira

Atlético

Rodolfo; Cléberson (Gabriel Marques), Manoel, Bruno Costa e Héracles; Deivid, Paulo Baier e Ligüera; Guerrón, Bruno Mineiro e Edigar Júnio. Técnico: Juan Ramon Carrasco

Árbitro: Adriano Milczvski

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba, domingo, às 16 horas

Publicidade
0 Comentário