Programa de TV mostra esquema de roubo de fotos nuas de Carolina Dieckmann que caíram na rede

A artista procurou a polícia no último dia 7, quando 36 fotos pessoais da atriz tinham sido publicadas na internet na sexta anterior

14/05/12 às 08:44 - Atualizado às 08:46 Do Fantástico
Fotos do arquivo pessoal da atriz Carolina Dieckmann foram parar na internet (foto: Reprodução)

O Fantástico da Rede Globo, apresentou nesse domingo (13), como foram roubadas as fotos do arquivo pessoal da atriz Carolina Dieckmann, que foram parar na internet. Os repórteres Tyndaro Menezes e Paulo Renato Soares trouxeram os bastidores da investigação policial que desmontou uma quadrilha de hackers, especialistas em invadir computadores. 


As pistas sobre o furto das fotos levaram a polícia do Rio ao interior de São Paulo. Foram quase 800 quilômetros até o pequeno município de Macatuba. E na casa de um dos suspeitos os agentes nem precisaram fazer perguntas. 
Com um mandado de busca e apreensão, os policias entraram no quarto de Diego Fernando Cruz, de 25 anos. O lugar parecia uma central de informática: CDs, softwares, cinco computadores. Um lap top - repare - estava aberto numa página só com fotos da atriz. E uma das pastas foi registrada como "Carola". 


Mas a maioria dos arquivos tinha sido completamente apagada. Ou na linguagem técnica, alguns computadores foram formatados. 
Leia mais sobre o caso AQUI

1 Comentário
Luiz Cafers
Segundo o programa “Tudo a Ver” da TV Record, Rackers, definidos como “piratas da internet”, publicaram fotos da atriz Carolina Dieckmann em poses nuas na internet, mais tarde reafirmado à colocação do termo “Rackes” pela rede Globo assemelhando os superficialmente aos “Crackers”.
Em uma definição coerente do que vem ser um “Racker”, é basicamente um idealizado de informática, que si integra a um posicionamento social subcultural. Militante de um movimento onde “a LIBERDADE DE INFORMAÇÃO” é defendida e executada, independente se suas ações são subjulgadas como crimes pela lei. Contrapondo com sua vertente, “os Crackers”, que se apossa de tal idealização para satisfação pessoal sem o menor objetivo construtivo.
Blogs
Ver na versão Desktop