Após titulo, time viaja a Salvador

Um dia após o título, time embarca para Salvador, onde amanhã enfrenta o Vitória pela Copa do Brasil

14/05/12 às 23:01 - Atualizado às 08:40 Lycio Vellozo Ribas
O meia Everton Ribeiro: “A gente vai esperar a estratégia” (foto: Franklin de Freitas)

O tempo para o Coritiba festejar o título estadual foi escasso. Ontem, um dia após conquistar o tricampeonato, os coxas-brancas embarcaram para Salvador, onde amanhã enfrentam o Vitória, no primeiro duelo pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. A partida de volta Serpa no Couto Pereira, na próxima semana.
Pelo fato de o Coritiba ter sido vice-campeão da Copa do Brasil em 2011, a sanha de se conquistar o torneio neste ano aumentou. Até hoje os motivos que levaram a equipe a perder o título para o Vasco – o time paranaense levou 1 a 0 no Rio de Janeiro, venceu por 3 a 2 em casa e ficou atrás no número e gols fora de casa – ecoam no Alto da Glória.

“Infelizmente perdemos uma (o time levou 1 a 0 do Vasco no Rio) e ganhamos a outra partida (3 a 2 em casa). Se fala do Marcos Paulo, mas jogamos 90 minutos lá e 90 minutos aqui, ele jogou pouco mais de 20 minutos e se atribui a isso a perda da Copa do Brasil”, afirmou o técnico Marcelo Oliveira, em meio aos festejos pelo título estadual. “Ninguém se lembra do pênalti que o juiz não deu aqui (sobre Leonardo, quando o jogo já estava 3 a 2). Um absurdo”.

Oliveira acredita que o time pode repetir a façanha de, pelo menos, chegar à final. “Construímos algo bom no ano passado e esperamos que nesse ano seja assim, mas só se faz através de trabalho e esforço”, afirmou. Se passar pelo Vitória, o Coritiba pode enfrentar São Paulo ou Goiás nas semifinais. A final seria diante de Palmeiras, Atlético-PR, Grêmio ou Bahia.

Para o jogo de amanhã, Oliveira tem pelo menos três desfalques em relação à escalação que iniciou a final de domingo, contra o Atlético. O lateral-esquerdo Lucas Mendes cumpre suspensão, por ter acumulado três cartões amarelos. O meia Tcheco, que sofreu uma lesão na panturrilha, e o meia Rafinha, que voltou a sentir dores no tornozelo, foram vetados. Além disso, o volante Willian, que tinha chance de voltar à equipe, ficará em Curitiba.

Os jogadores relacionados para a viagem são os goleiros Vanderlei e Edson Bastos; os zagueiros Demerson, Emerson e Luccas Claro; os laterais Ayrton e Eltinho; os volantes Djair, França, Gil, Junior Urso e Sergio Manoel; os meias Everton Ribeiro, Lincoln, Renan Oliveira e Thiago Primão; e os atacantes Anderson Aquino, Everton Costa e Roberto. A escalação sai apenas momentos antes do jogo. “A gente vai esperar a estratégia que o professor vai passar para a gente”, disse o meia Everton Ribeiro. “É difícil jogar fora de casa, mas temos que chegar lá, fazer um bom jogo e conseguir trazer um bom resultado”.

0 Comentário
Blogs
Ver na versão Desktop