Presos do 2° DP de Londrina se rebelam dentro da carceragem

Um funcionário da delegacia é mantido como refém

16/05/12 às 10:43 - Atualizado às 13:06 Redação Bem Paraná

Depois de uma tentativa de fuga frustrada pela ação da polícia, presos do 2° Distrito Policial de Londrina começaram uma rebelião na carceragem, por volta das 8 horas desta quarta-feira 16). O motim se estende até o momento.


Um auxiliar da carceragem foi feito refém. As negociações começaram quase uma hora e meia depois do movimento, com o chefe da Polícia Civil de Londrina, Márcio Amaro, o comando do 5° Batalhão da Polícia Militar, com o tenente-coronel Samir Geha e as conversas são realziadas com o capitão da PM, Paulo Ciloto.
Familiares e populares se aglomeram em frente à delegacia em busca de inforamações dos amotinados. Segundo inforamções, os presos estão de posse de duas armas.


Há estimativa de que 35 presos serão tranferidos ainda na tarde desta quarta-feira para Casa de Custódia de Londrina.
Mais informações em breve

0 Comentário
Blogs
Ver na versão Desktop