18º

Negociação da questão nuclear do Irã termina sem acordo

Grupo 5+1 exige "garantias" de que Teerã não pretende fabricar armas nucleares

24/05/12 às 16:00   |  Redação Bem Paraná com Agências Online

As negociações sobre a questão nuclear entre o Irã e o chamado Grupo dos Seis terminou sem acordo nesta quinta-feira, com alguns pontos de consenso, mas com “importantes desacordos”, disse a chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton. 

Após a reunião de hoje, em Bagdá, capital do Iraque, uma nova rodada de negociações vai acontecer em 18 e 19 de junho em Moscou, Rússia, informou Ashton. O anúncio acontece num momento em que a reunião ameaçava ser um fracasso, sem existir nem mesmo um acordo sobre novas discussões.

A reunião de Bagdá propunha lançar as bases para um processo de negociação com o objetivo de resolver a crise nuclear, que abala as relações entre o Irã e parte da comunidade internacional e ameaça a região com um conflito armado.

O principal negociador iraniano, Saeed Jalili, reafirmou que o Irá tem o direito de continuar a enriquecer urânio. O Grupo 5+1, por sua vez, exige do Irã "garantias" de que ele não pretende fabricar armas nucleares, como suspeitam alguns países ocidentais e Israel. Por sua vez, Teerã deseja a retirada das sanções econômicas impostas pela ONU e por países ocidentais.

Originalmente programada para acontecer apenas na quarta-feira, as discussões foram estendidas para esta quinta-feira.

Elas incluem o Irã, a UE e os representantes do 5+1, União Europeia e membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia, China), além da Alemanha.

Publicidade
0 Comentário