14º

Feiras de inverno começam na Osório e Santos Andrade

Barracas vendem cachecois, casacos e blusa de lã feitas em crochê, tricô e tear, chinelos, jogos de cozinha e produtos alusivos às festas juninas

09/06/12 às 09:08   |  Redação Bem Paraná
Feira também tem pinhão (foto: Cesar Brustolin/SMCS)

A partir deste fim de semana, a Prefeitura de Curitiba vai oferecer mais uma opção de passeio e compras para turistas e moradores da cidade. As Feiras de Inverno das praças Osório e Santos Andrade, no Centro, começarão a funcionar no sábado (9) e vão até 8 de julho.
 
Os visitantes encontrarão, nas duas praças, barracas com objetos decorativos e de interesse turístico, cachecois, casacos e blusa de lã feitas em crochê, tricô e tear, chinelos, jogos de cozinha e produtos alusivos às festas juninas. Também haverá espaços para alimentação, com pratos típicos de outros países e comidas e bebidas da época, entre eles pinhão, quentão e derivados do milho.
 
As feiras especiais são administradas pelo Instituto Municipal de Turismo, com a participação da Secretaria Municipal do Abastecimento. "A intenção é levar à população artigos juninos com bons preços, escoar parte da safra de pinhão da produção rural e divulgar a culinária típica das etnias formadoras da cidade e do Estado", diz a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Juliana Vosnika.
 
Na praça Osório, a feira funcionará de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h. A feira da Osório é a maior, com 57 barracas. Além dos espaços de artesanato e de culinária típica, o consumidor também encontrará barracas com mel e derivados e com produtos alusivos ao turismo, como camisetas e bolsas estampadas com imagens dos principais atrativos de Curitiba. Haverá ainda venda do pinhão cozido.
 
Na Santos Andrade, o funcionamento será de segunda-feira a sábado, das 10h às 20h. São 20 barracas, sendo seis de alimentação e 14 de artesanato.
 
Escolha os produtos na feira e veja aqui dicas de receitas para este inverno
 
Seleção - Todos os produtos expostos e vendidos nas feiras especiais passaram pela avaliação de uma comissão. 
“Os profissionais que trabalham nas feiras da Prefeitura de Curitiba vendem produtos de qualidade garantida. Antes de serem escolhidos para participar, eles passam por um rigoroso processo de seleção”, explica Juliana.
 
“Para ser posto a venda nas feiras especiais, o produto precisa ter características artesanais, artísticas, culturais e obedecer ao tema proposto. São avaliados também criatividade, acabamento, execução, funcionalidade, higiene, apresentação e estética”, diz Juliana.
 
Para a comercialização de gêneros alimentícios, os participantes devem atender as normas de manipulação, comercialização e armazenamento da Vigilância Sanitária.
 
O artesanato culinário precisa ser embalado e apresentar etiqueta com dados como ingredientes, conteúdo ou peso líquido, identificação de origem (endereço completo do fabricante com telefone), data de validade, forma de conservação e se o produto contém ou não contém glúten.
 
Os cosméticos (sabonete, sais de banho, hidratantes, xampus) devem conter rótulo identificando a composição, datas de fabricação e validade, peso ou volume líquido e termo de responsabilidade do profissional responsável pela fabricação.
 
Serviço:
 
Feiras de Inverno
 De 9 de junho a 8 de julho
 •Praça Osório: de segunda-feira a sábado, das 10h às 21h. Domingos, das 10h às 19 h.
•Praça Santos Andrade: todos os dias, das 10h às 20h.

Publicidade
0 Comentário