Marcelo Oliveira vê mais erros que acertos do Coritiba em “teste”

Último jogo antes da semifinais da Copa do Brasil, contra o São Paulo, terminou com derrota de 3 a 1 para o Flamengo

10/06/12 às 18:51 - Atualizado às 18:51 Lycio Vellozo Ribas
Marcelo Oliveira: “Se nós jogarmos que nem aquele início de jogo, vamos levar uma goleada” (foto: Franklin de Freitas)

Mais erros que acertos. Foi a avaliação que o técnico do Coritiba, Marcelo Oliveira, fez do “jogo-teste” para as semifinais da Copa do Brasil, diante do São Paulo. No jogo-teste em questão, o time foi derrotado pelo Flamengo por 3 a 1, no Rio de Janeiro, no sábado, pela 4ª rodada do Brasileirão.

Oliveira havia admitido na última semana que o duelo contra o Flamengo seria um teste para o jogo pelas semifinais da Copa do Brasil, marcado para esta quinta-feira, no Morumbi, em São Paulo. Prova disso se viu na formação coxa-branca, com Everton Ribeiro, Lincoln e Roberto na linha de três meias no esquema 4-2-3-1. O treinador não lançou mão de Robinho, titular na rodada anterior – vitória de 2 a 0 sobre a Portuguesa, na quarta-feira (6) – porque este último não está inscrito na Copa do Brasil.

Na partida de sábado, o Coritiba levou dois gols antes dos 15 minutos. Depois, tentou reagir. Marcou um gol ainda na etapa inicial e pressionou todo o segundo tempo. Mas foi castigado no fim, quando levou mais um gol. Oliveira afirmou que a marcação esteve frouxa nos primeiros 15 minutos e citou isso como um dos pecados que o time não pode repetir na quinta-feira. “De forma em clara: se nós jogarmos que nem aquele início de jogo, vamos levar uma goleada. Mas a gente vai se preparar para que não aconteça novamente”, disse o treinador.

Outro ponto abordado foram os gols perdidos por erros nas finalizações. “Tivemos tempo para treinar. Treinamos finalizações e tivemos tempo para isso, mas são detalhes do jogo”, afirmou o treinador. “Esperava que fosse diferente por tudo que fizemos nos treinos. Eu estava cobrando o último lance. Em duas situações, desperdiçamos”.

Em compensação, Oliveira ressaltou a postura do time. “Ainda no primeiro tempo equilibramos o jogo. E o Coritiba tomou conta no segundo tempo. Chegou várias vezes em condição clara de fazer (gol), é o momento de se valorizar isso”, afirmou. “Se jogarmos o que jogamos depois dos 15 minutos e o segundo tempo, temos chance até de trazer uma vitória de São Paulo”.

O Coritiba não volta à capital paranaense após o jogo com o Flamengo. Do Rio, a delegação seguir para Atibaia (interior de São Paulo), onde ficará concentrada até o jogo de quinta-feira, contra o São Paulo.

No Rio de janeiro

FLAMENGO 3 x 1 CORITIBA
Flamengo
Paulo Victor; Wellington Silva, Welinton, Marllon e Magal (Bottinelli); Airton, Luis Antonio (Muralha), Renato Abreu e Ibson; Diego Maurício (Hernane) e Vagner Love. Técnico: Joel Santana
Coritiba
Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes (Tcheco); Willian, Sérgio Manoel (Chico), Éverton Ribeiro, Lincoln (Robinho) e Robinho; Everton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira
Gols: Vagner Love (6-1º), Luis Antônio (12-1 º),Emerson (24-2º), Hernane (46-2º)
Cartões amarelos: Roberto, Ayrton (F), Emerson, Tcheco
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Renda: R$ 112.165
Público: 4.066 (pagante), 6.142 (total)
Local: Estádio João Havelange, no Rio, sábado


Principais lances de Flamengo x Coritiba

Primeiro tempo
6 – Gol do Flamengo. Magal cruza da esquerda.  Vagner Love aparece livre e toca à esquerda de Vanderlei
8 – Lincoln cobra falta para a área e Emerson cabeceia para dentro. O árbitro anula, marcando impedimento
12 – Gol do Flamengo. Luís Antônio recebe de Ibson, entra na área e bate cruzado, à direita de Vanderlei
21 – Ayrton avança, dribla Magal e bate a gol. Paulo Victor defende ao pé da trave, a bola bate na trave e a zaga afasta
22 – Vagner Love passa por Sérgio Manoel e cruza. Vanderlei dá rebote. Vagner Love finaliza e Vanderlei salva
24 – Gol do Coritiba. Lincoln cobra escanteio e a zaga afasta. Lincoln domina na ponta-direita e cruza. Emerson ganha de Wellington pelo alto e cabeceia no ângulo esquerdo
32 – Everton Ribeiro apanha uma sobra da defesa e bate de fora da área. A bola leva perigo e sai à esquerda
39 – Lincoln cobra escanteio. Emerson escora e Roberto finaliza por cima
40 – Diego Maurício bate de longe e Vanderlei põe para escanteio

Segundo tempo
7 – Roberto cruza rasteiro, Emerson toca de leve e Everton Costa finaliza de carrinho. Paulo Victor pega em cima da risca
23 – Renato Abreu cobra falta com força; a bola passa perto do ângulo direito
27 – Tcheco cobra falta para a área e Emerson cabeceia por cima do gol
29 – Robinho lança. Roberto domina e, na cara do gol,  manda por cima
35 – Após jogada na área de Flamengo, Emerson cabeceia e recebe a carga de Paulo Victor. O árbitro manda seguir
36 – Everton Costa recebe de Robinho e bate de primeira. A bola raspa a trave e sai
46 – Gol do Flamengo. Bottinelli cobra falta na barreira. Ele pega a sobra e penetra na área. A bola cai com Hernane, que gira e chuta no canto

1 Comentário
eduardo
pô! o coritiba precisa contratar um centro-avante urgente, aínda está no começo do campeonato, mas os gols que o time vem perdendo é preocupante.
Blogs
Ver na versão Desktop