º

Erundina desiste de ser vice de Haddad em São Paulo

Descontente com aliança entre PT e Maluf, deputada anuncia decisão de sair da chapa

20/06/12 às 00:00 - Atualizado às 21:29
Luíza Erundina (PSB): “Não convivo com esse tipo de coisa” (foto: Leonardo Prado/Agência Senado)

A deputada federal Luiza Erundina (PSB), indicada para a vaga de vice na chapa do pré-candidato petista Fernando Haddad, desistiu da indicação. Segundo o presidente paulista do PSB, deputado Marcio França, ela informou a decisão para os colegas de partido, em reunião na tarde de ontem. Erundina havia antecipado que pretendia rever sua decisão de disputar a eleição municipal, depois de o PT ter fechado acordo eleitoral com o PP, de Paulo Maluf.

O vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, avisou França sobre a decisão. Ela ainda continua reunida com a cúpula do PSB em Brasília. A tendência agora é que o PSB deixe a indicação do cargo de vice-prefeito para o próprio PT, que ainda negocia com o PC do B.

No decorrer do dia, Erundina conversou com os líderes do partido, por telefone, e voltou a reclamar da aliança com Maluf, lembrando a participação dele no Regime Militar. “Não convivo com esse tipo de coisa”, afirmou a deputada.

De acordo com petistas, a participação de Lula no evento que formalizou o apoio de Maluf a Haddad foi a gota d’água para a deputada recuar da decisão de ser vice. A participação do PP na campanha de Haddad representa o acréscimo de 1min35s na propaganda eleitoral da TV. Na ocasião do acordo entre PT e PSB, na semana passada, Erundina não vetou o acordo com o PP, preferiu não se posicionar sobre o assunto e afirmou que um acordo com o Maluf e com o PP não passava pela decisão pessoal dela. Ela reforçou, no entanto, que gostaria de ter ao lado pessoas comprometidas com o projeto político da chapa com Haddad. No domingo, Erundina declarou que considerava “desconfortável” estar no mesmo palanque que Maluf.

Haddad lamentou a decisão. “Não gostei, gostaria que ela permanecesse”, disse o petista, em tom de desolação. “Não contávamos com essa decisão”, emendou.


Publicidade
2 Comentários
  • celso virgilio da silva 20/06/12 às 19:50
    luiza erondina esta erta certa como alguem do psb pode mistura com este tipo de politico. miguel arrais ia ficar muito triste se o psb juntar a estas pessoas
  • Samir Gazel 20/06/12 às 18:45
    Parabéns,Luiza Erundina. Lula, se esqueceu muito facilmente das perseguições dos homens da ditadura militar. Como estudante em SP, lembrou-me quando o pessoal do Maluf retirava o primeiro "L" do nome LULA;e colocava um M no lugar.
    O PT chegou ao poder com muita luta. Nunca tive a oportunidade de cumprimentar o LULA. Já o MALUF, o abraça e come de suas ceias. Parabéns, LULA, Zé DIRCEU, Zé Genuíno, HADDAD e outros...