15º

Blitz envolvendo desembargadora termina em confusão por causa de teste do bafômetro

12/07/12 às 10:54 - Atualizado às 12:03   |  Do G1
Mãe e filha dizem que PMs foram agressivos (foto: Reprodução/TV Globo)

Uma blitz de trânsito terminou em confusão no fim da noite desta quarta-feira (11) na Avenida Paulista, em São Paulo, Segundo a Polícia Militar, uma motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ela e a mãe, que é desembargadora, teriam desacatado os policiais.

Já as duas dizem que os policiais as agrediram.A desembargadora Iara Rodrigues de Castro e a filha, a advogada Roberta Sanches de Castro voltavam de um show quando foram paradas pela PM em uma blitz da lei seca. A filha dirigia o carro.

Segundo os policiais, ela teria se recusado a fazer o teste do bafômetro.Houve uma discussão, que foi gravada com um celular por um policial. Roberta teria chamado a blitz de “palhaçada” e perguntado aos policiais se eles sabiam com quem estavam falando. Já a desembargadora afirma que a polícia foi agressiva.

Leia mais AQUI

Publicidade
3 Comentários
  • antonio carlos 12/07/12 às 18:35
    Com quem vocês pensam que estão falando? Eu sô otoridade e isto não fica assim. E uma mulher é desembargadora e a outra é advogada. ACarlosa
  • oliveira 12/07/12 às 16:31
    É um absurdo ver uma servidora pública como esta desembargadora, se achando que está acima da qualquer lei e tentando tirar vantagens de seu alto cargo público. O comportamento da filha explica muito bem a distorção dos valores que esta pessoa pratica. É muito triste ver alguns togados se acharem os Deuses do Olimpo.
  • Elaine 12/07/12 às 12:37
    Brasil, um país de todos!!!