Conselho de Segurança oferece recompensa de R$ 5 mil por pista de criminoso

Menina de 10 anos sofreu violência sexual antes de ser assassinada

16/07/12 às 12:58 Redação Bem Paraná, com O Diário.com
Beatriz Pacheco, 10 anos, morta em Sarandi (foto: Reprodução)

Nesta terça-feira (17), completa um mês da morte da menina Beatriz Pacheco, de 10 anos, em Sarandi. Desde então, a Polícia Civil prendeu dois homens pelo crime, um deles com grande indício de envolvimento, segundo o delegado José Maurício de Lima. O resultado dos exames de DNA que concluirão se os detidos são culpados pelo crime devem ser divulgados a partir desta quarta-feira (18).

No caso dos exames inocentarem os suspeitos, o Conselho de Segurança (Conseg) de Sarandi anuncia que irá oferecer uma recompensa de R$ 5 mil para quem indicar o nome do homem que estuprou e matou Beatriz. O dinheiro foi arrecadado com empresários do município e pode chegar a R$ 10 mil, pois, segundo a diretoria da entidade, outros interessados já se ofereceram para ajudar.

"É um auxílio muito bem-vindo, uma vez que após a prisão do último suspeito, caiu muito o número de denúncias, o que nos preocupa, pois a nossa base de investigação são as informações das pessoas", fala o delegado Lima.

Leia mais AQUI

0 Comentário
Blogs
Ver na versão Desktop