24º

Mutirão oferece oportunidade de renegociação de dívidas a pessoas inadimplentes em São Paulo

25/07/12 às 18:45   |  Agência Brasil

Começou hoje (25) na capital paulista um mutirão para estimular as pessoas a quitarem suas dívidas e limparem seu nome. Segundo pesquisa divulgada ontem (24), pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o percentual de famílias com dívidas chegou a 57,6% em julho, a segunda alta consecutiva. Em junho, o percentual foi 57,3%.

A pesquisa considera como dívida cheque pré-datado, cartão de crédito, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro e seguros.

O comerciário Carlos Alberto Silva, que fez um empréstimo bancário de R$ 15 mil há dois anos, mas depois de alguns meses não conseguiu mais pagar as prestações, procurou o mutirão organizado pela empresa de consultoria Serasa Experian para renegociar a dívida que havia duplicado. Ele conseguiu reduzi-la pela metade. “O acordo inicial estava pesado e ficou fora do orçamento. Aqui, conseguimos fazer um acordo legal, que ficou mais acessível e vou quitar para ficar com o nome limpo”.

O presidente da Serasa, Ricardo Loureiro, ressalta que, nos primeiros seis meses do ano, a inadimplência cresceu 20% na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com levantamento da empresa de consultoria. “Acho que houve um descompasso na cessão de crédito no país, que, nos parece, gerou essa situação de inadimplência. Mas a situação parece propícia para renegociação e para que as famílias acertem dentro do que lhes é possível. Há uma necessidade de fazer alguma coisa para que essas pessoas possam regularizar suas dívidas”, declarou.

Oito instituições, entre financeiras, prestadoras de serviço e lojas, participam do mutirão. A iniciativa vai até o próximo sábado (28), na Expo Barra Funda, zona oeste da capital. No mesmo espaço, são ministradas palestras sobre educação financeira para alertar as pessoas sobre como aproveitar melhor o crédito sem comprometer muito a renda e para evitar que as prestações tornem-se dívidas insolúveis.

Loureiro disse que o consumidor interessado em renegociar sua dívida poderá obter descontos que variam de 10% a 20%, ou até mais. Há ainda a possibilidade de negociar e começar a pagar daqui a algum tempo, renegociar as parcelas e ampliar o prazo de pagamento. “Claro que esse trabalho continua nas instituições depois do evento. O que temos aqui é um grande mutirão para facilitar isso”.

Para participar basta o devedor levar um documento de identificação com foto, CPF e fazer uma expectativa do quanto pode pagar. “É importante que a pessoa já tenha uma proposta em mente, pois isso já facilita bastante a conversa e certamente vai trazer benefícios aos consumidores que assim o fizerem”. Assim que o termo de renegociação for assinado, o nome é retirado do cadastro de inadimplentes do Serasa.

De acordo com a organização, são esperadas 60 mil pessoas, que poderão negociar diretamente com o Banco Santander, Santander Financeira, Caixa Econômica Federal, Casas Bahia, Banco PanAmericano, HSBC, Losango Financeira e AES Eletropaulo.

Publicidade
1 Comentário
  • CLAUDOMIRO 25/07/12 às 19:50
    GOSTARIA DE SABER SE A BV FINANACEIRA CAMINHOES ESTA NESTE MULTIRAO.