17º

Atlético perde e Jorginho é demitido

Diretoria anunciou demissão após a derrota para o São Caetano

04/08/12 às 18:51 - Atualizado às 19:41   |  Silvio Rauth Filho

O técnico Jorginho foi demitido neste sábado à noite pela diretoria do Atlético. O anúncio foi feito há poucos minutos, no Estádio Fernando Charbub Farah, em Paranaguá, onde o time perdeu por 1 a 0 para o São Caetano, pela 15ª rodada da Série B. Jorginho completou nove jogos no Atlético, com quatro vitórias, um empate e quatro derrotas.

Neste sábado, o Atlético tinha nove desfalques: Paulo Baier, Deivid, Renan Foguinho, Bruno Furlan, Harrison, Ricardinho, Maranhão, Wellington Saci e Bruno Costa. As novidades foram as estreias do meia-atacante Henrique e do centroavante Marcão. Taiberson fez sua 5ª partida como profissional – e a 1ª como titular. O meia Elias entrou no 2º tempo e também fez sua estreia pelo clube.

No 1º tempo, o Atlético dominou o meio-campo e pressionou a maior parte do tempo, mas quase não criou chances, já que errava demais nos momentos decisivos. O São Caetano era forte na marcação e dependia do contra-ataque, que não funcionou.

No 2º tempo, aos 15 minutos, Jorginho tirou Felipe e Gabriel Marques, para colocar Tiago Adan e Marcelo. Henrique passou para a lateral-direita. Não deu certo. O São Caetano passou a contra-atacar com perigo e o Atlético se perdeu no jogo. O gol saiu aos 24 minutos, após escanteio e dois passes de cabeça. Geovane cabeceou no canto e marcou o 1 a 0. Nos minutos finais, a torcida protestou.

Primeiro tempo

1 – Henrique cruza rasteiro. Taiberson desvia, mas Luiz abafa e defende.

21 – Falta na intermediária. Eder lança para a área. Gabriel cabeceia ao lado.

25 – Felipe cobra escanteio. Marcão desvia e Derley fura na pequena área.

31 – Taiberson chuta de longe. A bola vai ao lado do gol.

37 – Falta na esquerda. Marcelo Costa bate direto. Weverton defende.

42 – João Paulo parte pela esquerda, tabela com Taiberson e cruza rasteiro. Marcão, na cara do gol, desvia fraco. Luis espalma no canto.

 

Segundo tempo

8 – Contra-ataque. Danielzinho recebe na área, em velocidade, e chuta. Weverton defende.

9 – Felipe toca para Taiberson, que chuta quase sem ângulo. Luis defende.

11 – Contra-ataque. Diego recebe na área e chuta cruzado, na rede, pelo lado de fora.

14 – Felipe recua mal e Danielzinho parte livre em contra-ataque. Felipe se recupera e bloqueia o chute na área.

16 – Marcão recebe na meia-lua, gira e chuta perto, sobre o gol.

23 – Danielzinho recebe na área, passa por Henrique e chuta no canto. Weverton faz grande defesa.

24 – Gol do S.Caetano. Escanteio e dois passes de cabeça, de Somália e Eli Sabiá, para Geovane, que completa com cabeceio.

26 – Falta de longa distância. Marcone chuta forte. Weverton defende no canto.

30 – Tiago Adan passa pelo goleiro e, sem ângulo, cruza rasteiro. Ninguém aproveita.

38 – Somália recebe livre na área, domina e chuta sobre o gol.

 

ATLÉTICO 0x1 SÃO CAETANO

Atlético: Weverton; Gabriel Marques (Marcelo), Manoel, Cléberson e Héracles; Derley, João Paulo, Felipe (Tiago Adan) e Henrique; Taiberson e Marcão (Elias). Técnico: Jorginho

São Caetano: Luis; Samuel Santos, Gabriel, Eli Sabiá e Diego (Samuel Xavier); Augusto Recife, Marcone, Éder (Geovane) e Marcelo Costa (Pedro Carmona); Danielzinho e Leandrão. Técnico: Sérgio Guedes

Gols: Geovane (24-2º)

Cartões amarelos: Eli Sabiá, Samuel Santos (SC). Tiago Adan (A).

Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)

Público: 2.461 pagantes (3.054 total)

Renda: R$ 38.290,00

Local: Estádio Caranguejão, em Paranaguá

Publicidade
3 Comentários
  • José Batista de Souza 06/08/12 às 12:42
    Não consigo entender porque demitiram o Carrasco, ele era meio louco com suas improvisações só que com o que tinha na mão ele tinha mais acertos do que erros e mandaram o cara embora, agora estamos ai sem lenço e sem documento sem saber o que fazer, será que um novo treinador vai resolver? Mas isso tudo é fruto de um trabalho mal planejado, nos torcedores é que temos que suportar tantas burrices infelizmente tudo se caminha para termos um belo estadio sem um time pra jogar nele.
  • Marcos 05/08/12 às 21:53
    Todos os times da serie B são ridiculos ., e o Atletico consegue ser mais ridiculo que eles .Quaando o técnico era o Carrasco , pelo menos o time ia pra cima , fazia gols , agora , nem jogadas de gol existem .
  • gilson prospero 04/08/12 às 21:39
    o problema do Atletico não é o técnico e sim a reforma da baixada que levou todo dinheiro porque é prioridade para 3 jogos da Copa que com sacrificio o governador Pessutti e o vereador Mario Celso Cunha, nossos fanáticos torcedores proporcionaram para a nossa torcida; temos que ser compreensivos porque vamos ter o melhor estádio do mundo embora seja dificil sair da segundona; como diz nosso presidente "desaprendemos a jogar na segunda divisão". Assim é que o torcedor tem que ter paciencia e esperar com calma porque não é possivel time de primeira e estádio de primeira e não é demérito porque times grandes como os Coxas, Flu, Palmeiras e até o Corinthians já cairam.