22º

Defesa de Quadrado contesta acusações

Quadrado é acusado de lavar dinheiro do mensalão para distribuir a políticos do PP

09/08/12 às 20:55 - Atualizado às 21:03   |  Agência Brasil
(foto: Divulgação/ ABr)

A defesa do sócio da corretora Bonus-Banval, Enivaldo Quadrado, será a última a ser ouvida hoje (9) pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), durante a sessão de julgamento do mensalão. O advogado Antônio Sérgio Pitombo vai contestar as acusações de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, feitas pelo Ministério Público Federal contra o cliente dele.

Quadrado é acusado de lavar dinheiro do mensalão para distribuir a políticos do PP. A defesa do empresário deve argumentar que as operações financeiras intermediadas pela Banval foram legais e que o réu não ganhou qualquer vantagem com os repasses.

Na sessão de hoje já foram ouvidas as defesas de Henrique Pizzolato, ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil, ddo eputado Pedro Henry (PP-MT), do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), e de João Cláudio Genu – ex-assessor do deputado José Janene (morto em 2010).

Publicidade
0 Comentário