14º

Seleção fará “final de opostos”

10/08/12 às 00:45 - Atualizado às 00:45
O atacante Neymar, em treino do Brasil: seleção fez três gols em cada jogo que disputou (foto: Divulgação)

A decisão do torneio masculino de futebol opõe no sábado Brasil e México, que trataram de forma oposta esta edição dos Jogos Olímpicos.

A seleção ignorou a competição até maio, quando enfim iniciou testes do time sub- -23, reforçado por poucos veteranos. O México pensa nos Jogos desde o fim de 2010, quando definiu comissão técnica específica e montou equipe quase permanente.

“Eles fizeram a preparação como se deve”, notou o técnico do Brasil, Mano Menezes, ao saber que enfrentaria o México na decisão.

O próximo adversário da seleção disputou quatro torneios com a base que está em Londres: a Copa América, o Pan, o Pré-Olímpico e o torneio de Toulon. Jogou ainda 16 amistosos com este time.

O Brasil testou a equipe olímpica em amistosos contra Dinamarca, EUA, Argentina, seleção principal do México e Grã-Bretanha.

Uma vez em Londres, a seleção continua longe da Olimpíada. Trancou-se num hotel afastado da cidade, não quis ficar na Vila Olímpica e definiu uma premiação em dinheiro pelo título semelhante à que pagaria pela conquista da Copa América de 2011.

Ontem, o time precisou se deslocar ontem por quase duas horas para treinar no campo escolhido pelo comitê, distante 90 km do hotel. Foi tamanho o problema que a CBF escolheu não treinar hoje. Os brasileiros vão apenas caminhar pelo gramado do estádio de Wembley — mas sem chuteiras e sem bola, para não prejudicar o campo.
Em Londres, o México faz tudo diferente. Desde segunda-feira, os jogadores estão hospedados na Vila Olímpica, com outros 5.000 atletas.

Ontem, o time titular foi o mesmo que bateu a Coreia do Sul: Gabriel; Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro, Rômulo, Alex Sandro e Oscar; Neymar e Leandro Damião. O México tem ao menos um desfalque: Giovanni dos Santos, que sentiu lesão na coxa.

Na Inglaterra

Brasil
Gabriel; Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro, Rômulo e Oscar; Hulk (Alex Sandro), Leandro Damião e Neymar.
Técnico: Mano Menezes

México
Corona; Ignacio Jiménez, Salcido, Mier e Chavez; Reyes, Fabián, Aquino e Enriquez; Peralta e Ramon Jiménez.
Técnico: Javier Aguirre

Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra)
Estádio: Wembley, em Londres, sábado, às 11 horas (de Brasília)


Publicidade
0 Comentário