19º

Greve dos bancários vai até a semana que vem

Previsão é do comando da paralisação diante do silêncio da Federação dos Bancos

20/09/12 às 00:00   |  Da redação com agências

Diante do silêncio da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) em relação à greve dos bancários, o presidente da Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) e coordenador do comando nacional dos bancários, Carlos Cordeiro, disse ontem que a paralisação vai se estender até a próxima semana. "A possibilidade de a greve acabar nesta semana é nenhuma", diz Cordeiro. "Mesmo que a Fenaban nos convocasse hoje para uma negociação, teríamos de chamar o comando nacional. Como eles não convocaram, a greve vai continuar até sexta-feira".
No segundo dia de greve, ontem, foram fechadas pela mobilização 252 agências bancárias e 13 centros administrativos em Curitiba e região. Todas as agências do Banco do Brasil e da Caixa  ficaram fechadas na capital. Os números da greve representam 50% das agências paralisadas na base do Sindicato, mobilizando cerca de 13.500 bancários, número que corresponde a 75% da categoria em Curitiba e região.


Nas demais cidades do Paraná, na base da Fetec-CUT/PR, estão fechadas 466 agências, com a paralisação de aproximadamente 17,2 mil bancários.
O coordenador do comando da greve diz que, a cada dia que a entidade dos bancos não se pronuncia, a greve se estende. "Se amanhã eles não nos chamarem para a negociação novamente, a greve se estende para segunda e assim por diante. Imagino que essa greve vai entrar pela semana que vem com a imobilidade da Fenaban".
A greve dos bancários é nacional e ainda sem previsão de acordo. Eles pedem reajuste de 10,25% (reposição da inflação mais 5% de aumento real) nos salários e nas demais verbas salariais e benefícios, participação nos lucros de três salários mais R$ 4.961,25 fixos, plano de cargos e salários, cumprimento da jornada legal de seis horas para todos e fim das terceirizações e dos correspondentes bancários. Os banqueiros oferecem 6% de reajuste.

Balanço da greve

252    agências bancárias foram fechadas onte, segundo dia da greve em Curitiba e Regiao

13    centros administrativos em Curitiba e região ficaram fechados ontem

100%    das agências da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil em Curitiba fecharam as portas ontem

13.500    bancários, número que corresponde a 75% da categoria em Curitiba e região,  pararam ontem

466    agências ficaram fechadas ontem no Paraná

17,2 mil    bancários em todo o Paraná cruzaram os braços ontem

Fonte: Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro)

Publicidade
2 Comentários
  • ana claudia 21/09/12 às 15:10
    fala sério ja ganhão tão bem e ainda reclamam,e nós q dependemos de receber,para podermos pagar as contas.
  • JO 20/09/12 às 15:40
    ISSO É UM ABSURDO,CADE A POPULAÇÃO QUE NÃO SE MANIFESTA CADE O GOVERNO,CADE O PROCOM,E OS DIREITOS DO TRABALHADOR QUE SÓ DEPENDE DO FUNDO DE GARANTIA E AS CONTAS PARA PAGAR, E AI COMO FICAMOS NISSO SÓ SAIMOS PERDENDO COMO SEMPRE.