Hora de Verdade

22/10/12 às 00:00 por Fernando Tupan

A eleição de Curitiba está na reta final. Gustavo Fruet (PDT) ou Ratinho Junior (PSC) será o novo prefeito na legislatura 2013 – 2016. O eleitor indeciso tem 6 dias para se decidir quem o representará melhor no Palácio 29 de Março e irá gerir os recursos de aproximadamente 27 bilhões nos próximos quatro anos com maior sabedoria.
A capital paranaense tem muitas contradições e o próximo comandante terá grandes desafios nas áreas de Cultura, Educação, Saúde e Segurança Pública para superar. O próximo prefeito vai ter que investir ainda mais nesses segmentos para melhorar os índices sociais. Ao mesmo tempo terá de aperfeiçoar o sistema de mobilidade urbana.  
Apesar do orçamento bilionário, Curitiba não terá todos os problemas resolvidos nos próximos 4 anos. Por esse motivo, o eleitor precisa escolher com sabedoria o candidato que poderá encurtar o caminho.
Até o dia 28 de outubro, o curitibano vai ter tempo de conhecer todas as propostas. Até sexta-feira o eleitor poderá assistir os cinco programas eleitorais, acompanhar os debates da RIC e da RPC e ainda ler as propostas de Fruet e Ratinho na internet e nos jornais. Na há desculpa para votar errado.

Bomba relógio
Ratinho Junior (PSC) tem uma bomba relógio dentro do comitê eleitoral. O principal assessor dele na área da cultura foi condenado pelo Ministério da Cultura a devolver recursos captados para a execução do projeto “O PCB no Paraná, Nascimento, Evolução e Conflitos” em decorrência da omissão no dever de prestar contas. O projeto é de 2002 e a condenação ocorreu depois de 10 anos de espera. O mesmo também foi acusado de apropriação de recursos da Fundação Cultural de Curitiba e é um dos articuladores da Musipar, associação de produtores musicais.

Pesquisas
A mania de pesquisas eleitorais continua neste 2º turno das eleições municipais. Mesmo com os escandalosos erros de avaliação nos levantamentos do 1º turno. Na última semana de campanha política, Curitiba terá a divulgação de pelo menos três pesquisas eleitorais: Datafolha, Datacenso e IRG. Elas devem ser divulgadas até quinta-feira. O Vox Populi e o Ibope também devem fazer levantamentos, mas até o momento não registraram nenhum pedido de levantamento no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. 

Encontro promissor
Faltando seis dias para a eleição de domingo, Gustavo Fruet (PDT) e Ratinho Junior (PSC) irão debater o futuro de Curitiba na RIC TV. A previsão é de um encontro tenso a partir das 23h15 e repleto de acusações. A mediação será da jornalista Joice Hasselmann. No dia 26 acontecerá o debate final deste 2º turno, na RPC TV.

Sem acordo
Perdendo espaço na preferência do eleitorado curitibano, segundo os institutos de pesquisas, Ratinho Junior abandonou o estilo “paz e amor” e descumpriu a proposta de não agressão com o adversário Gustavo Fruet. No programa eleitoral deste domingo, Ratinho tentou desqualificar a candidatura do pedetista tentando liga-lo a José Dirceu e ao mensalão.

Mudanças
No próximo ano, o novo prefeito de Curitiba dificilmente cumprirá as promessas de campanha. Mas poderá realizar uma boa parte se enviar sugestões ao projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Urnas foram instaladas na Câmara Municipal de Curitiba e nas 9 regionais. As propostas também podem ser enviadas através do emailcomissão.economia@cmc.pr.gov.br.

Orçamento
A previsão orçamentária para 2013 é de R$ 5,98 bilhões, sendo R$ 177 milhões para a reserva de contingência. O valor é o quarto maior entre as capitais brasileiras. A proposta de Luciano Ducci indica R$ 1,12 bilhão para a saúde e R$ 1 bilhão para a educação, e também prevê 12% para investimento direto na cidade. A Câmara tem até o encerramento da sessão legislativa, em 20 de dezembro, para enviar o texto da LOA para a sanção do prefeito.

Lousa interativa
A presidente Dilma Rousseff prepara uma reforma ministerial. O PSD deverá ter um ministério, já que apoia o PT há um ano e não foi contemplado. Na dança das cadeiras, a paranaense Gleisi Hoffmann pode entregar a pasta da Casa Civil para o marido Paulo Bernardo, hoje ministro das Comunicações. Gleisi retornará ao Senado para preparar a candidatura ao governo do Estado, em 2014. Dilma precisa de um palanque no Paraná, onde ela foi derrotada em 2010. ****Enquanto em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, usa o discurso do novo para alavancar a candidatura de Fernando Haddad, em Diadema, Lula atacou o novo e defendeu a manutenção da estrutura petista na cidade.

 

Leia mais notícias no
SITE: www.bemparana.com.br/tupan

TWITTER: @fernandotupan  
FACEBOOK: @ Fernando tupan

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Coluna do Tupan
Coluna do Tupan Redefinição de forças
Coluna do Tupan Movimento
Coluna do Tupan Relações
Blogs
Ver na versão Desktop