º

Foz do Iguaçu e vizinhos em risco de surto de dengue

Cinco municípios paranaenses próximos à fronteira com o Paraguai estão entre os 77 no País com chances de epidemia

28/11/12 às 00:00   |  Da Redção - com agâncias

O Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) deste ano revela que 77 municípios brasileiros estão em situação de risco para a dengue. No Paraná, cinco municípios — todos vizinhos — estão dentro deste grupo. Foz do Iguaçu, São Miguel do iguaçu, Santa Terezinha do Itaipu, Santa Helena e Maelândia, apresentaram um índice acima de 3,9. São Miguel é o que apresentou o maior índice no Estado, 8,7%.
Os dados foram divulgados  ontem pelo Miistério da Saúde, que também lançou  próxima campanha contra a doença. Para qualificar as ações de vigilância, prevenção e controle da dengue, o Ministério está repassando a todos estados e municípios brasileiros R$ 173,3 milhões. Os recursos representam 20% do valor anual do Piso Fixo de Vigilância e Promoção à Saúde e são destinados ao aprimoramento das atividades de controle do vetor, vigilância epidemiológica e assistência ao paciente com dengue.


Promovido em parceria com as secretarias municipais de saúde, o LIRAa é considerado um instrumento fundamental para orientar as ações de controle da dengue, o que possibilita aos gestores locais de saúde anteciparem as ações de prevenção.
Os municípios classificados como de risco apresentam larvas do mosquito em mais de 3,9% dos imóveis pesquisados. É considerado estado de alerta quando menos de 3,9% dos imóveis pesquisados têm larvas do mosquito, sendo índice é satisfatório quando está abaixo de 1% de larvas do Aedes aegypti.
Dos municípios paranaense que participaam do LIRAa neste ano, 26 apresentaram iíndices e 1 a 3,9%, em estão em alerta. Outros 27 estão abaixo de 1%, o que significa índice de infestação satisfatório. Curitiba aparece com 0%, assim como Céu Azul e Jacarezinho.


Desde agosto deste ano (novo período epidemiológico da dengue), até o início de novembro, o Paraná registrou 1.514 casos notificados da doença, sendo que 62 foram confirmados. 113 municípios paranaenses têm notificações no período e 17 têm confirmações. No período anterior (agosto de 2011 a julho de 2012) foram confirmados 2.678 casos de dengue e uma pessoa morreu em decorrência da doença.
Em Curitiba, até o final de agosto, foram identificados 55 focos, contra 61 no mesmo período do ano passado. Também foram confirmados 22 casos da doença, todos contraídos fora da Capital.

Publicidade
0 Comentário