Chelsea e Benfica decidem a Liga Europa

15/05/13 às 00:00 - Atualizado às 22:01

Dois times que começaram a temporada sonhando em fazer um bom papel na Liga dos Campeões da Europa, a principal competição europeia, lutarão hoje, a partir das 15h45 (de Brasília), por um prêmio de consolação na final da Liga Europa — que será disputada no estádio do Ajax, em Amsterdã, na Holanda. O Chelsea vai em busca de seu segundo título continental seguido (na temporada passada venceu a Liga dos Campeões) e o Benfica tentará quebrar um jejum de 51 anos sem levantar uma taça em torneio europeu. Os dois finalistas terminaram em terceiro lugar em seus grupos na Liga dos Campeões (o time inglês foi eliminado por Juventus e Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e o português por Barcelona e Celtic, da Escócia) e foram "rebaixados" para a Liga Europa. Nas fases eliminatórias, foram passando sem dificuldades até chegarem às semifinais, quando o Chelsea eliminou o Basel, da Suíça, e o Benfica passou pelo Fenerbahçe, da Turquia.

Chelsea
Do lado inglês, o técnico espanhol Rafa Benítez confirmou ontem que o meia belga Eden Hazard desfalcará o time — uma lesão no tendão vai tirar o jogador da partida. O atleta se machucou na partida contra o Aston Villa, no último sábado, pelo Campeonato Inglês. Ao lado de Ramires e Oscar, o belga é um dos principais armadores do Chelsea. No mesmo jogo, o zagueiro e capitão John Terry também sofreu uma pancada e chegou a virar dúvida. Mas foi confirmado na final pelo treinador. O time inglês está encarando a Liga Europa como oportunidade de redenção depois de sucessivos fracassos na temporada. Após faturar a Liga dos Campeões, no ano passado, o Chelsea foi derrotado nas Supercopas da Europa e da Inglaterra e no Mundial de Clubes da Fifa (diante do Corinthians).

Benfica
Enquanto o Chelsea lamenta a baixa de Hazard, o técnico Jorge Jesus não terá desfalques na decisão. O treinador do time português está preocupado somente com o astral do elenco, abalado pela derrota para o arquirrival Porto (2 a 1), no último fim de semana. O revés pode ter custado ao Benfica o título nacional. Falta uma rodada para o fim do campeonato nacional, e o Porto está um ponto na frente.

São Paulo
Um dos grandes objetivos da comissão técnica do São Paulo nos treinamentos no CT de Cotia é levantar o astral do atacante Luis Fabiano. Criticado por parte da torcida e sem ser considerado inegociável pela cúpula do clube, o artilheiro tricolor vive momentos de instabilidade, mas o técnico Ney Franco já avisou que pretende contar com o jogador. "Ele está no elenco, trabalha conosco e se tivesse um jogo hoje eu o usaria. É nosso atacante de referência", avisou. Na última semana, o presidente Juvenal Juvêncio deu entrevista e avisou que não pretende segurar o centroavante caso chegue alguma boa proposta.

Santos
O Santos não desiste de ter o argentino Montillo no clássico contra o Corinthians, neste domingo, na Vila Belmiro, pela decisão do Campeonato Paulista. O meia foi o único dos titulares que não participou do treino físico no campo, ontem, na reapresentação dos jogadores no CT Rei Pelé. À noite, ele fez um exame de ressonância magnética, cujo resultado sairá nesta quarta e vai mostrar se a lesão de grau um na coxa esquerda está cicatrizada.

Flamengo
Com o Maracanã e o Engenhão fechados, o Flamengo está sem teto. Sem teto, mas não sem um lar. O clube rubro-negro foi recebido com muita festa, por cerca de 300 torcedores, em Juiz de Fora (MG), hoje, onde o time vai enfrentar o Campinense-PB, nesta quarta, às 22 horas, no estádio Mario Helênio, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil.
Na cidade mineira, fronteiriça com o Rio de Janeiro, os jogadores rubro-negros experimentaram o carinho habitual que o Flamengo provoca quando visita locais pouco habituados à sua presença, mas que contam com grande contingente de torcedores do clube. A expectativa é de mais de 30 mil presentes ao jogo.

Vasco
Suspenso por doping, o meia-atacante Carlos Alberto faltou a um treino na manhã de ontem, em São Januário, sem justificativa. Ligou apenas na parte da tarde e informou que teve um imprevisto particular, além de dizer por que não entrou em contato mais cedo. A justificativa foi aceita pelos dirigentes cruzmaltinos e Carlos Alberto não deve receber punições. Provavelmente, o meia irá compensar o trabalho perdido ao longo da semana. Carlos Alberto aguarda a marcação de seu julgamento pelo uso de substâncias proibidas, que mascaram a utilização de estimulantes e esteroides, por exemplo. O jogador foi flagrado em exame realizado no dia 2 de março, depois da vitória por 3 a 2 sobre o Fluminense.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop