Felipão repete equipe no treino em Goiânia

05/06/13 às 23:04 - Atualizado às 23:04

Na manhã de ontem, Luiz Felipe Scolari teve todos os jogadores da seleção brasileira à disposição para treinar pela primeira vez desde que a equipe chegou a Goiânia, na última segunda-feira. E o treinador aproveitou a oportunidade para fazer um trabalho coletivo no CT do Goiás. Nessa atividade, ele deixou claro que deseja repetir no jogo contra a França, neste domingo, em Porto Alegre, a equipe que jogou contra a Inglaterra, no domingo passado. No trabalho, que durou cerca de 40 minutos, o treinador manteve Filipe Luís na lateral esquerda, em vez de Marcelo. O jogo contra os franceses será mais uma excelente oportunidade para o jogador do Atlético de Madrid convencer Felipão de que pode ser titular - no momento, a ideia do treinador é voltar a escalar Marcelo quando ele recuperar sua condição física.
No meio de campo, Felipão manteve a dupla de volantes formada por Luiz Gustavo e Paulinho, em uma clara indicação de que eles são seus preferidos e que Fernando e Hernanes terão de batalhar bastante para conquistar um lugar na equipe. O time titular no coletivo foi o seguinte: Julio Cesar; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Neymar, Hulk e Fred. O ponto mais trabalhado por ele foi a marcação por pressão dos atacantes sobre a defesa do time reserva.

Maracanã
O governo do Rio assinou o contrato com o consórcio Maracanã S.A., formado pela Odebrecht, a IMX de Eike Batista e a norte-americana AEG, que vão administrar o estádio pelos próximos 35 anos. Embora a assinatura tenha acontecido sem nenhuma divulgação, o extrato do contrato foi publicado ontem no Diário Oficial do Estado. O grupo, que venceu licitação (contra um concorrente) realizada pelo governo pela concessão do estádio, vai pagar 34 parcelas anuais de R$ 5,5 milhões, corrigidas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e investir R$ 594,2 milhões em obras no entorno do Maracanã, como a demolição do estádio de atletismo Célio de Barros e do parque aquático Julio Delamare e a construção de novos centros de treinamento.

Copa das Confederações
A dez dias do início da Copa das Confederações, o Comitê Organizador Local (COL) para a competição não esconde sua maior preocupação com o evento: a chegada dos torcedores aos estádios e a entrada deles nos locais de jogos. Em Salvador, sem contar com as intervenções urbanas prometidas nos entendimentos iniciais — em especial com o metrô, que corre o risco de não ser inaugurado nem para a Copa do Mundo, no ano que vem —, a aposta do COL, junto com o governo do Estado e a prefeitura, é incentivar os torcedores a chegar cedo à Arena Fonte Nova. De preferência, usando transporte público.

Portuguesa
Em busca de reforços para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras negocia a contratação do lateral-direito Luís Ricardo, da Portuguesa. Para contar com o jogador, a diretoria palmeirense disposta a emprestar até três atletas para a equipe do Canindé, que poderiam ser o zagueiro Maurício Ramos, o lateral-direito Ayrton e o atacante Maikon Leite. O diretor de futebol da Portuguesa, André Heleno, admite a possibilidade de negociar Luís Ricardo, mas diz que não houve contato oficial.

Palmeiras
O Palmeiras oficializou ontem a contratação do atacante Ananias, envolvido na troca que levou o volante Souza para o Cruzeiro. O jogador de 24 anos assinou contrato até o final de dezembro, mas a diretoria palmeirense tem a opção unilateral de renovar o vínculo até o dia 31 de maio de 2014 ou acertar a compra definitiva dos direitos. Para ceder Souza, que foi emprestado ao Cruzeiro até o final do ano, quando acaba seu contrato com o Palmeiras — depois, ele fica livre para continuar em Belo Horizonte —, o clube paulista conseguiu outras compensações além de Ananias.

Ballack
Ex-capitão da seleção alemã, Michael Ballack, 36 anos, se despediu dos gramados ontem em amistoso beneficente disputado em Leipzig. Cerca de 45 mil torcedores assistiram aos três gols do meia, que jogou pelos dois times em campo: os amigos de Ballack e a seleção do mundo. As duas equipes contaram com grandes estrelas do futebol e do esporte mundial, como Didier Drogba e Philipp Lahm, ambos na ativa, e os aposentados Andriy Shevchenko, Lothar Matthaeus e Michael Schumacher, ex-piloto da Fórmula 1. Com a bola rolando, Ballack marcou duas vezes pelo time "amigos de Ballack" no primeiro tempo. E, após mudar de lado no intervalo, balançou as redes pela "seleção do mundo", comandada pelo técnico José Mourinho, que comandou o meia no Chelsea. A seleção venceu o duelo por 4 a 3.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop