Conheça uma discípula do Encantador de Cães

16/06/13 às 20:52 - Atualizado às 21:04 Fabiana Ferreira
Francine, o cão Daddy, e César (foto: Arquivo Pessoal)
SAIBA MAIS

Os ensinamentos do Encantador de Cães, Cesar Millan, no programa Animal Planet correm o mundo. A relação entre humanos e caninos desvendada nos episódios da tv a cabo levaram o mexicano que entende como ninguém o comportamento de cães a ter milhares de fãs, alguns deles no Brasil. E uma, em especial, em Curitiba. Um curso de uma semana ministrado pelo ídolo, no Centro de Psicologia Canina, em Los Angeles, levou Francine a confirmar ainda mais a sua admiração. Fã de Cesar, leitora de seus livros e assídua telespectadora de seus programas, mesmo sem ser veterinária, bióloga ou algo do gênero, assim como César, apenas uma apaixonada por cães, resolveu conhecer de perto os segredos do Encantador e embarcou, em 2012, para os Estados Unidos.
Com o conhecimento de muita leitura e cursos na área, além do incentivo e dicas de Cesar pela tv, decidiu ter nada menos que um pit bull. Hoje com dois anos e meio e 52 quilos. O cachorro ganhou o nome de Daddy, em homenagem ao famoso cão de Cesar, morto em 2010, aos 16 anos, e que esteve ao lado dele durante muitos episódios da série. Agora, o apresentador aparece ao lado de outro pit bull, Daddy Junior (na foto, entre Francine e Cesar).


Francine surpreende ao contar que considera o cão pit bull excelente companhia e ideal para conviver com crianças, desmistificando o preconceito em relação à raça. Ela indica o cachorro para quem esteja disposto a rotinas de longas caminhadas e exercícios em casa. São extremamente ligados à família, ressalta. “São ótimos com crianças, pois são muito tolerantes e gentis", explica. E emenda. "Nem todo pit bull tem o mesmo perfil. No geral, são cães de alta energia e requerem bastante exercícios para ficarem estáveis”.


A aluna de César conta entusiasmada sobre os seus ensinamentos. "Ele tem uma capacidade impressionante de realizar a leitura da linguagem corporal canina e sabe agir prontamente a cada sinal do cão. Pude compreender melhor com meus próprios olhos que o que ele faz vai além das técnicas de adestramento. A principal ferramenta é o próprio corpo, sua linguagem corporal e o conhecimento de como a energia interfere profundamente em todos os nossos relacionamentos, inclusive a natureza", conta.


E relembra que o princípio básico de todos os ensinamentos está na compreensão de que cães são animais, utilizam a sua própria psicologia para se comunicar e é nosso dever buscar conhecimento para interagir com eles. "Cães não seguem líderes instáveis e para que possamos controlá-los é importante conhecer a psicologia canina e nunca humanizar um animal. Muitas pessoas têm dificuldade em compreender que cães não usam a mesma linguagem que a nossa e preferem acreditar que eles são como bebês indefesos que precisam ser o tempo todo protegidos. Porém tratá-los assim só traz desequilíbrio para sua existência".


Com todo esse conhecimento, Francine se tornou uma especialista na área e resolveu auxiliar quem tem dificuldades com seus cães. Atende em sessões em domicílio. Claro, primeiro identificando quais são os problemas dos humanos para em seguida resolver os problemas de seus bichos. Afinal, eles são o espelho da nossa alma.


Fabiana Ferreira é jornalista e adora animais e escreve diariamente no Blog Papo Pet (bemparana.com.br/papopet)

6 Comentários

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

William Gonçalves
Parabêns Francine,tenho todos os livros do Cesar.Trabalho em um ccz em BH.E sempre tento aprender suas tecnicas com sucesso com pit abandonado nas ruas de minha cidade e teho bons resultados.Abçsssss .
Francine Bautitz
Olá Todos, para entrar em contato comigo basta enviar um email para meucaomeumestre@hotmail.com, Grande Abraço, Francine.
marcio
maravilha de matéria!
Fabiana Ferreira
Acesse o Blog Papo Pet e confira os contatos da Francine, a discípula do Encantador
http://www.bemparana.com.br/papopet/index.php/2013/06/17/seu-cao-na-terapia/
Paulo Mohylovski
adoro cesar millan e adoraria entrar em contato com a Francine.
Ingrid
Sou de Curitiba e gostaria de entrar em contato com a Francine. Como faço? Tem algum e-mail, página no face ou algo parecido.
Obrigada,
Blogs
Ver na versão Desktop